Texto narrativo pronto: o que é, como fazer, exemplos e estrutura

Publicado em 18.07.2024 por Grazielly de Souza Santos. Tempo de leitura: 15 minutos

Em aulas de redação ou provas, o aluno do Ensino Fundamental e do Ensino Médio pode se questionar, em determinado momento, sobre "como fazer um texto narrativo?". Isso porque podem surgir dúvidas a respeito da sua estrutura textual, sobre os tipos de escritos possíveis ou mesmo como começar uma redação dessa natureza. Neste artigo, vamos explicar o que é texto narrativo e falaremos sobre a sua tipologia. Além disso, será sugerido um passo a passo para a escrita de uma narrativa e algumas dicas para se ter uma boa narração.

Precisa de ajuda urgente com seu projeto?
Qualidade garantida, correções gratuitas em até 20 dias, pague agora ou em parcelas até 12 meses

O que é um texto narrativo

Uma dúvida recorrente dos alunos é "o que é um texto narrativo?". Um texto narrativo, conhecido também como narrativa, é um texto em prosa. Isto significa ser um texto corrido, sem metrificação intencional e nem preocupação com a sonoridade, tal como a poesia.

Neste tipo de escrita, há uma série de elementos que denotam a ação de personagens em um determinado tempo e espaço. Assemelha-se, portanto, com a origem da história narrativa humana, na qual devia-se criar relatos e contados a cada geração para relatar as ações e as conquistas de antepassados.

Objetivo do texto narrativo

Objetivo do texto narrativo

Aprenda mais sobre os textos narrativos com o StudyBay. Fonte: Pexels.

Os histórias contadas, podem ser de gêneros literários diversos, tal como suspense, drama ou romance histórico; pode relatar uma série de acontecimentos ou ainda os pensamentos do narrador a respeito de uma determinada situação. Independentemente do estilo ou do formato de narrativa, o importante é que o autor consiga emocionar o leitor com suas histórias.

Já em uma redação, o avaliador procurará compreender como o aluno utilizou os elementos específicos para produzir e contar uma história crível, coerente e criativa. Ou seja, se os personagens foram bem definidos, se o enredo foi bem-apresentado, se o português está sendo bem empregado, se a leitura está bem encadeada.

Um texto narrativo, conhecido também como narrativa, é um texto em prosa. A narrativa tem alguns elementos e partes bastante particulares. Sabe-se que o narrador, é o responsável pela narrativa da história. Vejamos, os tipos de narradores:

Narrador observador Neste tipo, o narrador conta a história, mas não participa dos acontecimentos. É narrado na 3ª pessoa.
Narrador personagem Aqui, o personagem fala e a obra é narrada na 1ª pessoa, pois o narrador é quem participa da história e dos acontecimentos.
Narrador onisciente Neste tipo o narrador conhece a trama e os personagens, podendo também ter, eventualmente, o seu fluxo de pensamento como parte da história. Ou seja, em uma narrativa com o narrador onisciente, há trechos na 1ª pessoa e também na 3ª pessoa, mesclando características dos tipos de narrador observador e narrador personagem.

Os personagens de uma história são o que a tornam interessante. Eles são aqueles por quem sentimos, rimos e choramos. Eles podem ser qualquer coisa, desde um narrador a um animal, até mesmo uma pessoa que não está na história. É importante saber quais são seus personagens antes de escrever sua história, porque eles afetarão como você escreve e sobre o que escreve.

Portanto, essa é a principal classificação dos personagens:

Protagonista É o personagem principal de uma história, em torno do qual se constrói o enredo.
Antagonista É o personagem que se opõe ao protagonista, podendo ser um vilão ou não.
Coadjuvante Os demais personagens da história, que auxiliam a contá-la.

O enredo é a sequência de eventos que formam a estrutura de uma narrativa. São vários episódios conectados por um ou mais fios comuns, como tempo, cenário e personagem. A trama pode ser organizada de forma linear, com um evento seguindo outro em ordem cronológica; pode ser estruturado como um círculo ou espiral; fragmentado e não linear; ou alguma combinação dos mesmos. Vejamos.

Enredo linear Quando os acontecimentos ocorrem seguindo o tempo cronológico.
Enredo não linear Quando a ordem das ações da história não seguem o tempo cronológico.

O tempo de uma narrativa refere-se à duração de uma história. É tipicamente na forma de horas, dias, semanas, meses ou anos. Esta, pode ocorrer em diferentes formas:

Tempo cronológico Relata a passagem do tempo em minutos, horas, dias e anos.
Tempo psicológico Denota a passagem de tempo de acordo com uma percepção individual ou fluxo de consciência do narrador.

O espaço de uma narrativa é o espaço em que uma narrativa acontece. É o local físico e temporal onde os eventos ocorrem. Na literatura, muitas vezes está implícito que o espaço de uma narrativa é limitado à página ou tela. Mas algumas narrativas são contadas em teatro, cinema ou rádio e também têm seus próprios espaços.

A estrutura do texto narrativo

A estrutura do texto narrativo

Entenda a estrutura utilizada e suas principais características. Fonte: Unsplash.

A estrutura assemelha-se à estrutura básica para construção de dissertações (introdução, desenvolvimento e conclusão). No entanto, há algumas especificidades desse tipo de escrita que vamos conferir nos itens abaixo:

Apresentação Essa parte pode ser também chamada introdução.
Desenvolvimento Vem logo em seguida à introdução e trata-se da parte em que se desenvolvem as ações dos personagens.
Clímax Trata-se de um grande acontecimento na trama a ponto de mudar a direção da história e sua conclusão.
Desfecho Conhecido também como conclusão, é a parte que aponta como a história termina para os personagens.

A estrutura de um texto narrativo varia conforme o gênero e a finalidade. Um livro de memórias, por exemplo, seria provavelmente escrito em primeira pessoa a partir da perspectiva do autor e incluiria detalhes sobre sua vida. Um romance pode ser escrito em terceira pessoa a partir de múltiplas perspectivas.

Na próxima seção, vamos avaliar a diferença entre texto narrativo e descritivo, bem como a diferença da narração com o estilo dissertativo, componentes da linguagem narrativa.

A diferença entre texto narrativo descritivo e dissertativo

Como você poderá perceber, os textos narrativos para ler feitos por alunos incluirão normalmente trechos descritivos. Os alunos de Ensino Fundamental e Ensino Médio são normalmente demandados a fazer textos narrativos descritivos e dissertativos-argumentativos.

No entanto, podem surgir dúvidas sobre a diferença em cada um desses estilos: a diferença de texto narrativo e descritivo, do dissertativo.

As características, como observamos, residem na figura de um narrador que relata uma história, seja ela ficcional ou não ficção. Além disso, há o personagem ou os personagens que desempenham papéis em ações na trama. Neste tipo de narração, a criatividade na hora de definir a trama e como os personagens interagem são fatores que abonam a leitura do texto.

Há elementos descritivos em narrações mais longas ou em gêneros como romance histórico, distopias ou ficção científica. Na maioria das vezes, até narrações mais curtas, como contos, poderão ter suas passagens descritivas, que irão mostrar detalhadamente cenários e personagens.

Já o texto dissertativo, sobretudo o de tipo argumentativo, caracteriza-se por ser uma escrita impessoal, ou seja, sempre na 3ª pessoa. Além disso, as discussões de dissertações giram em torno de assuntos de interesse social, econômico, político ou cultural, nas quais o autor deverá expor o seu ponto de vista por meio de argumentos pautados em fontes confiáveis. O objetivo é convencer seu leitor a favor do seu posicionamento por meio da boa articulação de ideias.

Veja abaixo um exemplo do conto “Uns braços”, de Machado de Assis. Ele traz um complemento descritivo em meio à narração:

A diferença entre texto narrativo descritivo e dissertativo

Para esta seção preparamos um quadro explicativo, para você compreender mais facilmente caracterizando uma narrativa e o que não a caracteriza.

Texto do tipo narrativo Outros tipos - Descritivo e dissertativo
  • Narra um acontecimento ou acontecimentos, ou seja, história de ficção ou não ficção
  • Retratam ou descrevem cenas, acontecimentos ou personagens (texto descritivo)
  • Tem personagens, lugar, tempo, causa, consequência definidos
  • Nomeiam, localizam, qualificam, informam (texto descritivo)
  • Podem basear-se na imaginação, quando for ficção
  • Expõe ideias, argumentos, reflexões e propostas (texto dissertativo)
  • Podem ser artísticas (obras de ficção) ou objetivas (obras de não ficção)
  • Baseiam-se na observação (descrição) e na razão e raciocínio (dissertação)

Os tipos de discurso narrativo

Os tipos de discurso narrativo

Saiba quais são os discursos narrativos em uma narração. Fonte: Unsplash

Em uma narração, existem diferentes tipos de fala que podem ser usados. Existem três tipos de discurso dentro de uma narração: o discurso direto, o discurso indireto e o discurso indireto livre:

  • Discurso Direto: o próprio personagem fala no discurso direto, ou seja, há a transcrição direta das falas (texto narrativo em primeira pessoa);
  • Discurso Indireto: o narrador faz a interpretação as falas dos personagens, ou seja, transcreve na 3.ª pessoa o que foi falado;
  • Discurso Indireto Livre: nesta modalidade de discurso, há uma mescla entre falas dos personagens e intervenções do narrador sobre o que foi falado. No discurso indireto livre, temos, portanto, uma fusão entre o discurso direto e o discurso indireto.

Dessa forma, é importante compreender qual será o tipo de narração que haverá em sua composição para, em seguida, definir qual o discurso será utilizado. Um narrador é a voz em uma obra literária que conta a história. O tipo de narração pode afetar a forma como a linguagem é usada.

Aprenda sobre os elementos de um texto narrativo

No vídeo abaixo, você poderá conferir o que compõe um texto narrativo, assim como, a estrutura de uma narrativa e dicas.

Como começar um texto narrativo

Nesta seção, vamos sugerir um passo a passo para que o autor saiba como iniciar um texto narrativo e algumas dicas para que a sua escrita seja mais fluida:

  1. Pense qual o tema da sua narração, ou seja, sobre o que falará a sua história?
  2. Qual é o tipo de texto narrativo que você escreverá? Será uma crônica, um conto, um romance, uma fábula? (para avaliar essa questão, considere o número de linhas sugeridas para a narração: será um texto narrativo curto? Ou será mais longo?)
  3. Em qual período se passará a ação da história? E durante quanto tempo?
  4. Em que espaço físico as ações se darão na sua narrativa?
  5. Defina o tipo de narrador da sua história: ele será um narrador personagem, um narrador onisciente ou um narrador observador?
  6. Quem serão os personagens? Quais são as suas características mais relevantes e quais são os seus dilemas?
  7. Quais serão os fatos mais relevantes do enredo? Quais são os pontos de virada, ou seja, quais são as situações que mudam a trajetória de seus personagens?
  8. De que maneira se dará a conclusão da história? Esse desfecho está conectado com o arco dos personagens e com os fatos apresentados ao longo do texto.

O texto narrativo é composto por uma série de eventos reunidos para criar o efeito desejado. É importante que o escritor saiba o que o leitor espera dele antes de começar a escrever seu texto narrativo.

Por tanto, de maneira geral, deve-se lembrar que é uma forma escrita de contar histórias que pode ser usada para diferentes propósitos: pode ser usado para entretenimento (por exemplo, romances), como ferramenta educacional (por exemplo, ensaios) ou para fins de marketing (por exemplo, propaganda).

A estrutura de um texto narrativo segue certas diretrizes que diferem daquelas seguidas por outros tipos de textos. A introdução, por exemplo, deve ser curta e concisa e deve fornecer ao leitor todas as informações necessárias para ele entender o que vai ler no corpo do texto.

A conclusão deve amarrar as pontas soltas e responder a quaisquer perguntas que possam ter sido levantadas pelo escrito no corpo do texto.

Dicas para escrever uma boa narrativa

Dicas para escrever uma boa narrativa

Aprenda mais sobre os textos de redação no StudyBay. Fonte: Unsplash.

Para escrever bem os textos de narração, além de saber as conceito, características e estrutura do texto narrativo, o autor deve estar atento a essa sequência de elementos:

  • Avalie se o que você narrou condiz com a proposta solicitada.
  • Faça bom uso do português, do ponto de vista gramatical, sintático e ortográfico.
  • Realize uma leitura atenta do que escreveu, observando como o enredo está sendo apresentado.
  • Observe se os fatos e as ações da história são bem apresentados e se tem um bom desenvolvimento.
  • Dada a escolha do tipo de narrador, avalie se a 1ª pessoa ou a 3ª pessoa estão bem empregadas em sua narrativa.
  • Preste atenção aos personagens e a seus conflitos, se faz sentido eles serem empregados a cada momento da história.
  • Se há alguma passagem que não fica bem explicada na narrativa, tente reescrever a passagem, fazendo uma correta amarração no parágrafo já escrito.

Exemplos de texto narrativo

Para ampliar seu conhecimento sobre como fazer escritos de narração, é importante que você leia outros autores. Essa é uma boa forma de apreender sua técnica em matéria de construção de personagens, papel do narrador na história e desenvolvimento de narrativa.

Nas seções a seguir, apresentaremos alguns exemplos para sua apreciação, e para diminuir suas dúvidas sobre como fazer um texto narrativo.

Exemplo de narrativa

Exemplo de texto narrativo

Modelo de texto narrativo pequeno

Modelo de texto narrativo pequeno

Compreenda os contos ou microcontos em uma narrativa. Fonte: Pixabay

Um bom exemplo de narrativa pequena são os contos ou microcontos. Os contos são um gênero literário, e sua narrativa ficcional é curta e ficcional, criando “um universo de seres e acontecimentos de ficção, de fantasia ou imaginação.” Contos trazem apenas uma história, com apenas um clímax. Já os microcontos são ainda menores, podendo resumir-se a apenas uma ou duas frases.

As narrativas curtas podem ser usadas de várias maneiras. Uma maneira é uma empresa promover seu produto contando uma história sobre o que faz e por que difere de outros produtos. Outra maneira seria uma revista usar narrativas curtas como parte de sua estratégia de conteúdo, como em suas matérias de capa ou artigos.

Veja um exemplo de um texto narrativo pequeno a seguir. Existem diversos textos narrativos prontos para copiar, em que você pode se basear para fazer um estudo mais aprofundado. Trata-se de um trecho do conto “Pai contra mãe” de Machado de Assis:

Modelos de texto narrativo

Agora, veja um exemplo do microconto de Enrnest Hemingway, de maneira básica:

Vende-se um par de sapatos de bebê. Nunca usados.

O que você achou destes exemplos? Fique conosco neste artigo para mais amostras.

Texto narrativo infantil

A narrativa infantil é uma história que é escrita para crianças. Essas narrativas são muitas vezes contadas de forma simples e fácil de entender. Geralmente são escritos na primeira pessoa, no presente do indicativo e com vocabulário limitado.

Em um texto narrativo infantil, normalmente, o protagonista geralmente tem que ir em uma aventura ou enfrentar um desafio e muitas vezes tem que aprender algo no processo.

Um exemplo interessante de texto narrativo infantil são as fábulas. Fábulas são narrativas ficcionais que atribuem características humanas a animais e que “possuem caráter educativo”.

Veja um exemplo de uma fábula que é um clássico mundial, do autor Esopo:

Texto narrativo infantil

Texto narrativo pronto sobre amizade

Se você estiver em busca de um texto narrativo pronto sobre amizade, texto em terceira pessoa ou um bom gênero para escrever sobre isso é o conto. Leia a seguir uma parte de um conto de Clarice Lispector, cujo título é “Uma amizade sincera”:

Texto narrativo pronto sobre amizade

Texto narrativo em primeira pessoa

Como você leu nas seções anteriores, o narrador do texto narrativo pode ser em primeira pessoa. Neste caso, o narrador é também personagem. Algumas narrativas poderão ser estruturadas assim.

Leia abaixo o exemplo de texto narrativo em primeira pessoa que trouxemos. Trata-se de uma parte de crônica “O popular”, do escritor Luís Fernando Veríssimo:

Texto narrativo em primeira pessoa

Fontes para aprofundar a pesquisa

  • Livro: Todorov, T. As estruturas narrativas. Ed. Perspectiva, 2011.
  • Site: educacao.globo.com

Textos narrativos: modelos prontos

Textos narrativos: modelos prontos

Verifique exemplo de modelo pronto de texto narrativo. Fonte: Pixabay

Para ajudar mais você, fizemos uma seleção de narrativas ficcionais prontas (e não ficcionais também) e publicadas na web. Estão incluídas narrativas ficcionais e não ficcionais, de vários gêneros:

Contos http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000153.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000256.pdf

http://www.portugues.seed.pr.gov.br/arquivos/File/perunatal.pdf

Crônicas http://machado.mec.gov.br/obra-completa-lista/itemlist/category/26-cronica

http://machado.mec.gov.br/obra-completa-lista/itemlist/category/26-cronica?start=12

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bi000173.pdf

https://cronicabrasileira.org.br/cronicas/8281/a-cidade-sitiada

https://cronicabrasileira.org.br/cronicas/10683/cronicas

https://cronicabrasileira.org.br/cronicas/10431/sabado

Fábulas http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ea000378.pdf
Novelas e romances http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bn000012.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv00180a.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ua00106a.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000015.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bn000011.pdf

http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ph000227.pdf

Conclusão

Sendo assim, caso você esteja sobrecarregado ou esteja com dificuldades de produzir uma narrativa, o StudyBay possui uma equipe de especialistas prontos para te auxiliar da melhor forma. Produzimos todos os tipos de trabalhos acadêmicos relacionados a texto narrativo, inclusive, outros temas de redação. Também desempenhamos outros trabalhos, como: TCC, monografia, redação, crônica, dissertação, texto dissertativo, ensaio crítico, artigo, estudo de caso, projeto de pesquisa, tese, relatório, resenha, resumo, síntese, análise).

Perguntas frequentes

Como começar um texto narrativo?

O primeiro passo para escrever esse tipo de texto é escolher que tipo de narrativa você quer escrever. Existem três tipos: ficção, não-ficção e memórias. Você precisará então decidir de qual ponto de vista você quer que a história aconteça: primeira pessoa, segunda pessoa ou terceira pessoa. Você também precisará decidir se deseja que seu texto narrativo seja linear (em ordem cronológica) ou não linear (não em ordem cronológica). Se esta é a primeira vez que escreve este tipo de texto, pode ser melhor começar com narrativas lineares.

Qual a diferença entre texto narrativo e descritivo?

A escrita narrativa é mais envolvente para os leitores. Pode ser usado para escrever histórias de ficção ou não-ficção. A escrita descritiva, por outro lado, pode ser usada para qualquer tipo de texto que não precise contar uma história. Além disso, é geralmente escrito na primeira pessoa. O texto descritivo, por outro lado, não tem uma história sendo escrito na terceira pessoa.

Quais são os elementos de um texto narrativo?

Há quatro elementos principais: enredo, cenário, personagens e tema. O enredo é a sequência de eventos que acontecem no texto. O cenário é o local onde os eventos acontecem e como isso afeta os personagens e suas ações. Personagens são pessoas ou animais que participam dos eventos da história ou que têm impacto sobre eles. Tema é qual ideia ou mensagem é transmitida pelo autor através de sua escolha de palavras e frases para criar significado para os leitores.

Quais são os tipos de narrador de texto?

Existem três tipos de narradores de texto. O primeiro é o narrador onisciente. Este narrador é um ser onisciente e onisciente que está contando a história. O segundo tipo de narrador é o narrador limitado. Este narrador tem conhecimento de tudo o que acontece em sua própria cena, mas não de cenas passadas ou futuras, ou cenas fora de sua própria experiência. O último tipo de narrador de texto é a voz narrativa em primeira pessoa. Este fala por experiência própria e só sabe o que eles próprios experimentaram.

 

Checklist

 

Precisa de ajuda urgente com seu projeto?
Qualidade garantida, correções gratuitas em até 20 dias, pague agora ou em parcelas até 12 meses
Grazielly de Souza Santos

Autora do Studybay

Meu nome é Grazielly, sou advogada, pós-graduada em Direito Digital e Proteção de Dados pela Escola Brasileira de Direito. Possuo grande experiência com produção de conteúdos acadêmicos.

Avaliações dos usuários:

4.9/5 (18 votos)