Saiba o que é conhecimento científico através de definições e exemplos

Publicado em 28.10.2021 por Juliana N. Tempo de leitura: 14 minutos

Muitos alunos e pesquisadores podem se deparar com o seguinte questionamento: "o que é o conhecimento científico?" Apesar de serem impelidos a desenvolver trabalhos e artigos muitas vezes ao longo de sua vida acadêmica, pode existir a dúvida sobre do que se trata a pesquisa científica em si, como ela é realizada e qual a sua diferença com relação ao senso comum, tão presente no nosso dia a dia. Em tempos de excesso de informações e de questionamento sobre a verdade por trás de cada informação veiculada pela mídia, uma reflexão sobre o processo de desenvolvimento da ciência pode esclarecer nossa visão sobre o mundo ao nosso redor.

Você vai encontrar aqui:

Neste artigo, vamos fornecer mais informações sobre o conceito de conhecimento científico, ou seja, do que se trata o conhecimento desenvolvido pela ciência e para que ele serve. Além disso, vamos compreender os diferentes tipos de conhecimentos e entender as principais diferenças entre a ciência e o senso comum. Por fim, vamos conferir uma série de exemplos para ilustrar a diferença entre eles.

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

O que é conhecimento e quais são seus diferentes tipos

Conhecimento é aquilo que sabemos sobre alguma coisa ou sobre alguém. Ele também está relacionado à busca pela verdade, ou seja, um aprofundamento sobre a realidade que nos cerca. A mente humana estabelece diferentes maneiras de compreender o mundo ao seu redor, adquirindo consciência a partir daquilo que experimenta por meio das suas relações pessoais e profissionais, estudos e vivências em geral.

O conhecimento pode ser considerado um produto, algo que pode ser adquirido e transmitido pelas pessoas, mas também pode ser considerado um processo, onde o próprio ato de se adquirir e transmitir saberes entre os indivíduos se transforma em mais conhecimento.

O conhecimento adquirido pelas pessoas possui um forte componente cultural, no qual a forma pela qual um determinado grupo social percebe o seu entorno e adquire conhecimento está moldado à sua própria visão de mundo e sociedade. Por muitos anos, cientistas de nações mais ricas simplesmente ignoraram e muitas vezes aniquilaram saberes milenares de culturas situadas em zonas pertencentes a regiões periféricas e colonizadas, o que significou uma perda de valor inimaginável em termos de conhecimento global e potencial intelectual.

Há diferentes tipos de conhecimento e vamos agora conhecer os principais:

Tipos de conhecimentos

Descrição

Conhecimento Científico É o conhecimento que vem por meio de fatos com comprovação científica. Cada objeto de estudo passa por uma série de etapas de validação e construção do saber, conhecidas como método ou metodologia científica, de forma a confirmar ou refutar hipóteses definidas a respeito de um determinado fenômeno. Não há espaços para intuição, achismos ou argumentações vazias. Vamos falar mais sobre esse tipo de conhecimento ao longo deste artigo.
Conhecimento Filosófico Tende a ver e explicar o mundo de uma forma mais subjetiva, questionando valores e ideias tais como a ética, o amor, o medo e a incertitude da vida. Apesar de seguir o uso da lógica e da razão em suas formulações, na filosofia não é possível aplicar da mesma forma o método científico.
Conhecimento Religioso ou Teológico O conhecimento teológico se pauta na fé, na crença em entidades divinas e nos textos sagrados escritos como forma de explicar a origem e o funcionamento do mundo que vivemos. Podemos citar como exemplos os preceitos da Igreja Católica, os rituais do Candomblé, as tradições do Judaísmo e de todas as demais religiões.
Conhecimento Empírico ou o senso comum É o tipo de saber que advém da generalização dos eventos que são tomados como regra a partir de um fato ou situação inicial. Vem do conhecimento popular e é um tipo de saber mais raso e sem comprovação. Depende da transmissão de saberes entre as gerações de forma mais informal e pessoal. Trata-se da total oposição ao conhecimento científico. Mais à frente daremos alguns exemplos específicos de senso comum dentro da cultura brasileira.
Conhecimento Tácito É o tipo de conhecimento individual que vem das suas experiências do cotidiano, da repetição e das vivências. Cada indivíduo aprende de uma maneira bastante única, o que dificulta a replicação e a transmissão dos saberes. Observa-se esse tipo de conhecimento em atividades mais artesanais como no ofício de alfaiates, ourives ou marceneiros.
Conhecimento Místico /Mítico É o conhecimento baseado na intuição, advindo de alegorias míticas ou fatos fabulosos. Ele é expresso por meio de uma linguagem simbólica e abstrata. Podemos citar como exemplos a cabala e a astrologia.

O que é conhecimento científico

Um possível significado de conhecimento científico seria o seguinte: aquele tipo de saber que se baseia primordialmente na análise dos fatos reais e cientificamente comprovados por meio de uma metodologia científica.

Segundo a Wikipedia, esse tipo de conhecimento:

Preza pela apuração e constatação. Busca por leis e sistemas, no intuito de explicar de modo racional aquilo que se está observando. Não se contenta com explicações sem provas concretas; seus alicerces estão na metodologia e na racionalidade.

Para a ciência, não há espaço para achismos, tradições, saberes ancestrais ou suposições. Assim, cientistas de todo o mundo podem se comunicar em uma mesma linguagem e terem credibilidade quando suas teorias ultrapassam as fronteiras de seus laboratórios ou salas de trabalho.

Dentro da ciência, podemos dizer que há alguns grupos principais:

Ciências Humanas/ Ciências sociais Tratam-se das disciplinas relacionadas ao conhecimento humano e às relações humanas. Ex: Comunicação, Sociologia, História e Economia.
Ciências Exatas Está relacionado ao raciocínio lógico e podemos incluir neste grupo as engenharias, a matemática e a estatística.
Ciências Naturais São as disciplinas que estudam os fenômenos naturais. Ex: química, geologia e astronomia.
Ciências biológicas Relaciona-se ao estudo dos seres vivos, sejam eles pertencentes à flora, à fauna e aos seres humanos. Podemos exemplificar com a biologia, a medicina e a odontologia.

Para que haja ciência, é extremamente importante que haja também um método de observação de um determinado fenômeno, o surgimento de um questionamento a respeito desse mesmo fenômeno, a definição de um problema a ser resolvido a partir desse questionamento, a proposta de hipóteses para explicação do problema e depois validação das mesmas.

Ou seja, é por meio de uma série de etapas comuns que se funda o método científico, conhecido também como metodologia científica.

Vamos conhecer mais sobre como funciona o método científico na seção a seguir.

O que é método científico

Tudo o que é posto em análise dentro do escopo da ciência, seja um fenômeno da natureza, um período histórico, um evento da sociedade, deve ser extensivamente estudado e, posteriormente, provado dentro de um arcabouço pré-definido de etapas. Essas etapas compõem o que chamamos método científico.

Uma analogia possível de ser feita com relação ao método científico é com a estrutura de uma casa, ou seja, a partir da construção de uma base sólida por meio de métodos científicos bem sólidos, seria possível fazer com que todo o resto da pesquisa pudesse se desenvolver de forma robusta e eficiente.

O método facilita o processo de produção de pesquisa e de escrita de um trabalho científico, fazendo com que seu resultado seja o mais objetivo, inovador, coerente e focado possível.

Podemos citar como principais etapas do método científico:

Etapas

Descrição

Observação É quando o pesquisador escolhe um tema ou objeto a ser estudado a partir das observações do mundo ao seu redor.
Questão Trata-se da formulação de perguntas sobre o fenômeno observado, tais como: O quê? Por quê? Como? Quando?
Problematização Entender qual o problema será colocado como foco de sua pesquisa, ou seja, sobre o que você gostaria de aprofundar.
Definição de Hipóteses Nesta etapa, o objetivo é tentar resolver o seu problema, respondendo às perguntas do seu fenômeno com base em sua experiência, conhecimento prévio, imaginação ou intuição. Essas hipóteses podem direcionar a sua pesquisa, estreitando o número de possíveis respostas.
Experimentação É a fase de testes, pesquisas, coleta de dados e entrevistas (dependendo do tipo de pesquisa científica realizada), conduzida para confirmar a veracidade ou refutar as hipóteses formuladas.
Análise dos dados Avaliar se os experimentos são suficientes para responder às suas perguntas científicas e se as suas hipóteses podem ser mesmo aceitas ou substituídas por outras. Em caso de não-aderência das hipóteses, será necessária uma nova rodada de formulação de hipóteses e, posteriormente, mais experimentos para sua validação ou não. Caso as hipóteses estejam aderentes, o pesquisador estará pronto para a fase de conclusão do trabalho de pesquisa.
Conclusão É a fase final do trabalho, no qual o pesquisador conclui sobre os aprendizados da pesquisa.

E qual a importância do conhecimento científico

O conhecimento científico tem como papel principal o de fazer observações sobre a realidade, questionar a sociedade de forma crítica e desenvolver oportunidades de melhorar a vida das pessoas.

Seja por meio da tecnologia, do progresso da medicina, da compreensão da linguagem, da preservação do meio ambiente, todas as formas de buscar uma verdade por meio de análises e métodos caracterizam o conhecimento científico.

No entanto, como podemos estudar nos livros e aulas de história mundial, nem sempre o conhecimento científico foi colocado em ação apenas para o bem-estar, saúde e progresso das sociedades. Em muitas situações o pensamento científico foi equivocado ou então mal utilizado, como por exemplo na ocasião de guerras, dominação de países, extermínio de culturas ou supremacia de um grupo em relação a outro.

É extremamente importante que cada cidadão tenha senso crítico para olhar a ciência e compreender quais são os interesses e o contexto sócio-político e econômico que determinada descoberta ou ação científica desempenha nas comunidades mais frágeis e nos países em desenvolvimento. Se for para perpetuação das relações de dependência e marginalização de povos e culturas, então é preciso verificar se não há outras propostas que a ciência possa efetivamente nos dar na busca de mais equidade e justiça.

As características do conhecimento científico

Por justamente contar com uma metodologia de desenvolvimento do saber, podemos dizer que o conhecimento científico apresenta algumas características principais, dentre elas, podemos citar as possibilidades de:

Validação Todo conhecimento pode ser testado ou confirmado por parte de qualquer cientista ou pesquisador gabaritado no tema. Isso porque a ciência deve ser constantemente revisada e aprovada para que se mantenha vigente no saber coletivo.
Sistematização O conhecimento científico pode ser organizado em uma complexa estrutura e hierarquia de saberes. Universidades, centros de pesquisa, instituições governamentais e institutos privados de pesquisa atuam de forma integrada e se conectam para troca de informações.
Superação Faz parte da filosofia da ciência o fato de que as pesquisas científicas não são definitivas, isto é, elas podem fazer parte de outras pesquisas que podem acrescentar novas ideias a elas ou mesmo desconstruí-las, seja por conta de avanços tecnológicos ou novos contextos sociais.

Diferenças entre senso comum e conhecimento científico

Para quem não está envolvido dentro do ambiente acadêmico, pode ser bastante nebuloso compreender a diferença entre o senso comum e o conhecimento científico. Vamos agora avaliar qual a diferença entre esses dois conceitos por meio da tabela abaixo:

Conhecimento científico

Senso comum

✔️ Pesquisa que requer base teórica ❌ O senso comum requer base teórica
✔️ Pensamento precisa ser validado por meio de um método científico ❌ O senso comum tem que ser validado por meio de um método científico
✔️ É estruturado em uma hierarquização de saberes ❌ O senso comum tem hierarquização de saberes
✔️ É pautado por meio de testes e experimentações ❌ O senso comum é pautado por testes e experimentações
✔️ Pode ser submetido a publicações científicas ❌ O senso comum pode ser submetido a publicações científicas
✔️ Busca explicar o mundo por meio de pesquisas ❌ Quer entender o mundo mais a fundo por meio de questionamentos e teorias
✔️ Crença que não precisa de validação ❌ O senso comum é uma crença que não precisa de validação
✔️ Transmitido de geração em geração como uma herança cultural ❌ O senso comum é passado de geração em geração como uma herança cultural

Exemplos de conhecimento científico e de senso comum

Vamos agora conhecer alguns exemplos dentro do universo do conhecimento científico e do senso comum como uma forma de compreender a fundo a diferença entre esses dois conceitos.

Conhecimento científico: exemplos

  • A descoberta que o Planeta Terra é redondo e que gira em torno do sol;
  • A função de cada um dos órgãos do organismo humano;
  • A relação de poder entre as classes sociais na América Latina;
  • O perigo do açúcar para os dentes e a importância da higiene bucal;
  • A importância do latim para o desenvolvimento dos idiomas latinos como o espanhol, o português, o italiano e o francês;
  • O desenvolvimento das máquinas a vapor;
  • As pesquisas no campo da nutrição para o bem-estar e saúde das pessoas;
  • As pesquisas sobre o funcionamento de vulcões;
  • A compreensão das experiências de afeto no comportamento infantil;
  • A solução para a desidratação corporal.

Conhecimento científico exemplos

Fonte: unsplash.com

Senso comum: exemplos

  • O número 13 como um número que dá azar;
  • Cortar o cabelo na lua crescente faz o cabelo crescer mais forte e mais rápido;
  • Comer manga e tomar leite faz mal;
  • Tomar chuva faz uma pessoa ficar com resfriado;
  • Em time que está ganhando não se mexe;
  • Tomar água com açúcar faz a pessoa se acalmar;
  • Bater três vezes na madeira pode fazer com que algo ruim que tenha sido dito não aconteça;
  • Todo brasileiro gosta de futebol e de carnaval;
  • Para se casar, a noiva tem que usar branco.

Senso comum exemplos

Fonte: unsplash.com

Precisa realizar algum trabalho dentro dessa temática do conhecimento?

Por acaso você precisa desenvolver algum trabalho acadêmico dentro da temática da ciência, do conhecimento e suas diferentes manifestações? Ou então você está sem tempo para se dedicar a esse trabalho da forma que gostaria ou precisaria? Pois saiba que você pode contar com a nossa ajuda!

Nosso time de profissionais tem extensa experiência na elaboração de trabalhos escolares e acadêmicos das mais variadas temáticas e formatos, passando pelas redações, ensaios e artigos, até os trabalhos de conclusão de curso como monografias, dissertações e teses de doutorado. A partir de suas recomendações de prazo, tema, linha argumentativa e formatação, elaboramos seu trabalho a partir do zero. Isso garante completa aderência aos requisitos, elevada qualidade e total originalidade em nossas entregas.

Não perca mais tempo, entre em contato com a nossa equipe por meio do nosso e-mail para ter informações e esclarecer suas dúvidas sobre os nossos serviços.

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

Compreender o conhecimento científico exige reflexão que vá além do senso comum

Aprofundar-se no que é o conhecimento científico faz com que cada um de nós reflita sobre o nosso papel na busca de uma sociedade mais próspera, saudável e justa para cada ser humano. Independentemente da área de atuação, a pesquisa científica deve se debruçar neste objetivo de transformação e busca de soluções para os novos problemas que surgem a cada geração.

O ponto fundamental é compreender a verdadeira razão de cada um dos caminhos usados pela pesquisa científica e refletir se estamos de fato na direção correta. O senso comum de que todo o conhecimento científico é benéfico não se mostra totalmente válido, vide inúmeros episódios ocorridos ao longo da história do mundo. Somente com pessoas críticas, que compreendam as relações de poder por trás da ciência, podemos efetivamente ter uma aplicação benéfica do saber científico na sociedade.

Veja neste vídeo as principais características do pensamento científico

Perguntas mais frequentes quando o assunto é conhecimento científico

O que é conhecimento científico e suas características?

É aquele tipo de conhecimento que é adquirido por meio de comprovação de um método científico. Temos como principais características desse saber a sistematização, a possibilidade de validação e também a possibilidade de ser superado.

 

Qual sua importância do conhecimento científico?

O conhecimento com base na ciência propicia o avanço da sociedade em termos tecnológicos e sociais, contribuindo para a saúde e bem-estar de populações e naturezas. No entanto, é importante saber que nem sempre o conhecimento científico tem origem em motivações nobres, como podemos saber pelas histórias de guerras e processos de dominação de povos.

 

Como é constituído o conhecimento científico?

O pensamento científico é desenvolvido a partir de uma metodologia científica, ou seja, uma série de etapas pré-definidas pelas quais ideias e conceitos deverão passar para serem consideradas válidas pela comunidade científica. São elas, em linhas gerais: observação, questão, problematização, definição de hipóteses, experimentação, análise de dados e conclusão.

 

Checklist para desenvolvimento do conhecimento científico

 
 
 
 
Juliana N

Autora do Studybay

Meu nome é Juliana, sou Bacharel em Filosofia pela IFCH e pós-graduada em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Tenho experiência grande com artigos, trabalhos acadêmicos, resumos e redações com garantia antiplágio.