Linguagem formal e informal: exemplos usados no texto e na conversa

Publicado em 16.12.2021 por Juliana N. Tempo de leitura: 7 minutos

O processo de comunicação é bastante amplo, tendo como intuito fazer com que o interlocutor se comunique com o receptor e que a mensagem seja entendida. Assim, ambos os tipos de linguagem existem em nossa sociedade, sendo que a linguagem formal é mais utilizada em ambientes em que a norma culta é exigida, e a linguagem informal é mais utilizada com aqueles com quem temos familiaridade. Vamos ver um pouco mais sobre as duas. 

O que é e quando usamos a linguagem formal

O que é e quando usamos a linguagem formal

Em ambientes formais, como em uma empresa, damos preferência à linguagem formal para a comunicação. Fonte: unsplash.com

A linguagem formal é utilizada quando necessitamos usar um vocabulário mais rebuscado, devido ao ambiente em que nos encontramos, ela respeita as normas gramaticais e a norma culta padrão da língua portuguesa, dispensando coloquialismos, expressões regionalistas e palavras de baixo calão.

Ela é bastante utilizada em entrevista de emprego, quando necessitamos demonstrar aos superiores um certo conhecimento, em concursos públicos, onde é utilizada através da escrita formal, bem como em apresentações e reuniões da empresa, e em situações em que as normas gramaticais devem ser respeitadas. 

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

O que é e quando usamos a linguagem informal

O que é e quando usamos a linguagem informal

Em ambientes informais, em que temos familiaridade com o público alvo, como amigos e família, por exemplo, damos preferência à linguagem casual. Fonte: unsplash.com

A linguagem informal é marcada por contextos mais acessíveis, o uso de expressões e variantes da língua. Muito utilizada quando há familiaridade entre os interlocutores, ou seja, quando falamos com amigos, familiares e colegas. O uso do português coloquial a diferencia da fala formal.

Não há regras expressas sobre quando devemos usar a linguagem informal, mas o seu acesso é mais utilizado perto de familiares e pessoas com as quais temos intimidades, como amigos e a família.

Diferença entre linguagem formal e informal

Apesar de ambas serem uma forma de comunicação, há algumas diferenças entre a linguagem formal e informal, a começar pelo público-alvo, mas indo além. Trouxemos aqui algumas diferenças entre a linguagem formal e informal para que as características de ambas linguagens fiquem claras para você.

Linguagem informal Linguagem formal
Não há uma rigorosidade do uso correto das normas gramaticais. É cobrado um rigor ao utilizar as normas gramaticais.
Utilização de frases informais, linguagem coloquial, variações, expressões. Uso do vocabulário formal, atenção à norma culta.
Liberdade para utilizar gírias, palavras abreviadas, regionalismos, variantes da língua, e até mesmo palavras de baixo calão. Uma conversa formal, com respeito às regras gramaticais, e a diversidade de vocabulário.
Um registro não formal, espontâneo, até mesmo incorreto, o texto informal é sujeito às variações da região, a cultura do autor e outros fatores. Um registro formal, cuidadoso com as regras gramaticais, livre de erros de linguagem, o conteúdo do texto formal respeita a norma culta.
Os interlocutores possuem familiaridade, são amigos, pessoas da família, e com as quais há uma relação informal. Utilizada em entrevista de emprego, no ambiente de trabalho com superiores, ou seja, em situações em que não existe familiaridade entre os interlocutores.

Exemplos de linguagem informal e formal

Como dissemos, a linguagem informal é marcada por um certo desleixo no que diz respeito a norma culta da língua, nela há uma certa liberdade do interlocutor para usar gírias, expressões da região e abreviações, vejamos alguns exemplos: 

  • Mano, como tá tu? (nesta frase vemos o emprego de gíria, abreviação e uso incorreto das normas gramaticais);
  • Vixe, você tá muito frenético! (uso de regionalismo e abreviação);
  • Isso aí não é pobrema meu, caramba! (erro de português e expressão regional).

Em compensação a linguagem formal é atenta às normas gramaticais, dispensa o uso de expressões, gírias e qualquer contexto regional, vejamos algumas frases formalmente escritas: 

  • Senhora, gostaria de uma xícara de café?
  • Estou muito bem, obrigada;
  • Infelizmente, não poderei ajudar.

Vídeo explicando sobre as linguagens

Neste vídeo podemos encontrar uma explicação sobre a linguagem formal e informal, as principais diferenças, as situações em que ambas devem ser utilizadas, bem como os contextos em que devem ser empregadas, por fim exemplos de linguagem formal e informal.

Nossa ajuda

Bem, esperamos que vocês tenham compreendido as diferenças entre a linguagem formal e informal, bem como o uso e aplicação de cada uma. Caso ainda tenha alguma dúvida, não hesite em nos contatar, uma vez realizado o contato, em breve um especialista entrará em contato para tirar suas dúvidas. Em nossa plataforma você encontra uma série de artigos, com conteúdos variados que poderão auxiliar você, visite nosso blog.

Calculadora de Preço

Nós temos os melhores preços, veja por si mesmo!

Nosso Preço R$14 R$9 🔥

Perguntas frequentes sobre linguagem formal e informal

O que é um texto na linguagem formal?

Um texto na linguagem formal é caracterizado pelo respeito à norma padrão da língua portuguesa, o uso formal da língua e uma atenção à gramática correta, dispensando o uso de coloquialismos, gírias e expressões regionalistas.

Quais são as palavras formais?

São vocábulos que respeitam a norma culta da língua portuguesa, caracterizadas pelo respeito à gramática, bem como às situações em que são empregadas, alguns exemplos de termos formais são regozijo, algures, açambarcar, vilipendiar, pernóstico e outras.

Quais são as palavras informais?

Essas são vocábulos que comportam gírias, expressões regionais, não há uma exigência do uso da forma culta, o falante é livre para usar contextos conhecidos e confortáveis, sem se preocupar com a linguagem formal. A linguagem informal é composta por termos como vixe, tá massa, beleza, demorô, tô dentro, barril e outras.

Como explicar a linguagem informal e formal para crianças?

Demonstrando através de contextos o uso correto da linguagem formal e da linguagem informal, exemplifique em que situações ambas as linguagens devem ser utilizadas e o que significa cada uma. E ainda, descreva algumas palavras formais e informais para que a criança entenda através de exemplos a diferença.

Checklist da linguagem informal e formal

Juliana N

Autora do Studybay

Meu nome é Juliana, sou Bacharel em Filosofia pela IFCH e pós-graduada em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Tenho experiência grande com artigos, trabalhos acadêmicos, resumos e redações com garantia antiplágio.