Parabens! R$10 serão adicionados ao seu saldo depois de registração

Quer saber como fazer um referencial teórico? Descubra neste artigo

 

Sumário de 30 segundos:

 

Bem, meu caro leitor, se você tem que elaborar um referencial teórico pronto e está arrancando os cabelos, e perdendo noites sem dormir por não conseguir, esse artigo é para você. Vamos te ensinar a como pesquisar referencial teórico e ainda economizar tempo e ao final você perceberá que não é esse bicho de sete cabeças todo.

Como funciona

Estudante cria o pedido

Estudante cria o pedido

Escritores dão ofertas

Escritores dão ofertas

Estudiante contrara o escritor

Estudiante contrara o escritor

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

Calculadora de Preço
Nós temos os melhores preços, veja por si mesmo!
Data de entrega
Especifique quando gostaria de receber o projeto do especialista. Deixe mais alguns dias se precisar que o mesmo seja revisado. Você terá 20 dias de garantia para solicitar quaisquer revisões, gratuitamente.
Páginas
Palavras
+
Nosso Preço
Nosso preço é calculado com base em dados estatísticos retirados das ofertas do escritores da Studybay
Preço dos concorrentes
Nós coletamos e analisamos dados da média de preços oferecidos pelos websites concorrentes
R$ 0 MELHORES PREÇOS
R$ 0

A fundamentação teórica é uma das partes mais importantes de qualquer trabalho acadêmico, bem como uma das mais trabalhosas também. O referencial teórico ou fundamentação teórica, como também é chamado, é a parte do corpo do trabalho em que você traz a opinião de outros autores a respeito do seu tema para embasar a sua própria opinião.

Para que serve o referencial teórico

O embasamento teórico é de extrema importância para a qualidade do trabalho acadêmico, além de elemento obrigatório no desenvolvimento deste. Assim, ele serve nada mais nada menos do que de fundamentação teórica para TCC. Desde o momento da confecção do projeto de pesquisa que antecede o TCC até a escrita do trabalho de conclusão, o referencial teórico estará presente e deverá demonstrar os autores que você utilizou para formar a sua opinião sobre a temática.

Ninguém tira nenhuma opinião do nada, ela advém de outro alguém que formulou opiniões sobre o assunto primeiro. E é justamente para isso que serve a fundamentação teórica, para que você comprove que outro autor, estudioso da área, mantém a mesma opinião que você sobre a temática, e que dessa forma seu ponto de vista tem mais força e razão de existir.

Essa fundamentação teórica irá te auxiliar na interpretação dos dados e nas discussões dos resultados obtidos, na solução do problema e na confecção dos resultados.

Dessa maneira, você irá fazer um comparativo entre os dados que obteve no processo de pesquisa com os resultados encontrados em outros trabalhos, para avaliar se eles chegaram aos mesmos resultados e portanto são válidos. Ou então, se discordaram e se foram assim, em qual momento e o que foi que diferenciou o resultado. Por isso é tão importante descrever ricamente todo o processo percorrido no trabalho, pois isso permite que depois outros estudiosos repitam a pesquisa.

Como fazer referencial teórico

Agora que já te explicamos o que é e para que serve a fundamentação, nada mais lógico que explicar como elaborar um referencial teórico. Primeiro, antes de começar sequer a fazer a pesquisa bibliográfica, você deve ter uma ideia sobre o tema, bem como os objetivos que você pretende alcançar com ele, além da metodologia que vai usar. Mas por que isso? Porque com isso em mente será mais fácil saber como prosseguir com a sua pesquisa.

Outra dica também é pesquisar artigos e trabalhos com a temática similar ao seu, e observar quais autores foram utilizados e então realizar a revisão de literatura desses autores. Analisar as referências bibliográficas de outros trabalhos pode te ajudar a elaborar a sua pesquisa.

Com uma lista de autores na mão, o próximo passo é separar os tópicos mais importantes da sua pesquisa, e procurar autores que falem sobre aquela temática. Não se prenda somente a dois ou três autores, busque sempre mais opiniões, pois isso vai enriquecer o seu trabalho. Assim, reserve um tempo para buscar bons materiais, para ler e pesquisar bastante. Tenha em mente que esse tópico é toda a parte fundamental do seu trabalho, portanto se dedique a ele.

Para fazer um referencial teórico nas normas ABNT, saiba que a biblioteca da sua faculdade é um bom lugar para encontrar materiais. Porém, isso não impede de buscar em outros locais, como sites, centros de estudos e publicações, até mesmo para encontrar publicações recentes sobre o tema que podem ser interessantes para o seu projeto de pesquisa.

Trouxemos algumas dicas para te auxiliar na hora de produzir o conteúdo do referencial teórico, vejamos:

Passo 1

Antes de começar a parte escrita, é interessante pesquisar sobre as normas da ABNT da área de documentação, que são as usadas para referencial teórico, isso vai te ajudar a já começar a redigir seu trabalho de acordo com as normas, evitando que após feito, você ainda tenha que normalizar, poupando seu tempo.

Passo 2

Observe exemplos prontos de referencial teórico. Ao observar textos prontos você terá uma noção de como redigir esse tipo de pesquisa, e como falar sobre o assunto.

Passo 3

Cuidado com o plágio. Por maior que seja a tentação de simplesmente copiar o ponto de vista de outra pessoa, não faça isso. e Trata-se de um trabalho pessoal, no qual você tem que expressar o seu ponto de vista da temática, só utilizando trechos de outros autores como forma de embasamento para seu conteúdo.

Passo 4

Cuidado com a limitação das opiniões de outros autores. Um bom trabalho não se limita a trazer apenas dois autores, mas sim uma variedade deles, demonstrando para a banca examinadora que você possui conhecimento e que fez uma pesquisa a fundo sobre a temática. Isso vale para referencial teórico de artigo também.

Por fim, faça um esquema cronológico de como irá abordar os outros autores no texto. Essas anotações te ajudarão na hora de começar a redigir a parte escrita, e te ajudarão caso você se esqueça de alguma coisa, e assim você não precisará pesquisar nos materiais novamente, mas sim no seu próprio estudo resumido.

Referencial teórico: sem que pareça plágio

Como você já deve saber, a estrutura de um TCC - Trabalho de Conclusão de Curso - é dividida em elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Os textuais, que são o corpo do trabalho em si, compreendem a introdução, o desenvolvimento e a conclusão ou as considerações finais. E é justamente dentro do desenvolvimento que está localizado o referencial teórico do TCC. O desenvolvimento é a parte que compreende toda a pesquisa em si, a parte teórica e a análise dos resultados obtidos.

Um minuto de atenção

A depender das regras da faculdade para trabalhos acadêmicos ou das solicitações do orientador, o referencial teórico pode vir em uma subseção dentro do desenvolvimento, ou não. Se puder ser uma subseção, isso deixará o texto mais organizado. Assim primeiro aborde sobre a temática estudada, em um segundo momento traga pontos de vista sobre o tema, e por fim faça uma correlação entre os dois fatores, que também seria a análise de dados.

Nesse momento você deve mostrar a sua opinião sobre os conceitos dos outros autores. Assim, depois de realizar a pesquisa, e usar a nossa dica de anotar o conteúdo, é chegada a hora de começar de fato a escrever o assunto. O primeiro ponto é você definir os tópicos principais que deverão vir em forma de subtítulos. Ao fazer isso procure já citações que deverão acompanhar esses tópicos. Entre as citações você deverá preencher o espaço com seus próprios comentários, pois não basta apenas citar, você deverá escrever algum ter um conteúdo sobre elas.

As citações são de suma importância para agregar valor ao referencial teórico. Como já dissemos, uma pesquisa realizada em bons materiais agrega uma qualidade enorme ao trabalho. Mas se você está na dúvida de como fazer essas citações sem que pareça plágio, nós vamos te ajudar mais abaixo, bem como te falaremos como apresentar um referencial teórico.

Referencial teórico: aprenda a fazer citações

A questão das citações é sempre envolta de muita polêmica. Muitos estudantes temem fazer citações por medo de que pareça plágio, mas são conceitos diferentes. Para que se caracterize um plágio é necessário que você copie os trabalhos de outros autores e cole no seu texto da exata forma que ele escreveu, sem dar o crédito a esse autor.

Mas aí você pergunta: mas fazer citações no texto não é exatamente isso? Copiar trechos de outros autores, inseri-los em seu próprio conteúdo e organizar de maneira cronológica? Sim, é isso mesmo! Então qual a diferença entre um e outro? A diferença, meus caros, está em dar o crédito a esse pesquisador de quem você copiou, ou seja, referenciar este autor.

Toda a base do referencial teórico é justamente essa, você usar outros autores para embasar a sua opinião, mas dando referência em seu texto a esse autor. Atualmente, nas mídias eletrônicas é comum vermos as pessoas usarem trechos e textos de outros sem darem o devido crédito ao autor, e é aí que reside o problema. Tenha atenção, você pode usar trechos de outras pessoas, o que não pode é deixar de dar o crédito!

Se atente aos detalhes

Há também uma pequena ressalva: a pesquisa bibliográfica é feita a partir de trabalhos alheios, mas o referencial teórico não é composto somente de citações.. Como dissemos, essa pesquisa é a base que serve de embasamento para sua própria opinião. Uma dica aqui é que a parte do texto que cabe a você escrever poderá ser comentários sobre a opinião do autor.

Trabalhos acadêmicos: importância das referências

Seja para fazer TCC, artigos, falar sobre filmes, pesquisas, livros, teses ou quaisquer outros itens, você tem por obrigação dar o devido crédito aos autores, e é aí que entram as referências. Desse modo, a citação nada mais é do que extrair uma informação pertinente a seu conteúdo de outra localidade e inseri-la em seu texto, dando crédito a quem criou o original.

Elas podem ser diretas ou indiretas. As citações diretas são caracterizadas pela cópia exata dos trechos de outros autores e a inserção deles em sua pesquisa. Já as citações indiretas é quando você descreve o pensamento de alguém, mas com suas próprias palavras. Há ainda a citação de uma citação, na qual você não pega o trecho do autor original, mas sim de um outro autor que citou o original.

Muito importante em todas elas é o crédito a quem criou a ideia ou pensamento do trecho citado. Vejamos como funcionam os aspectos práticos da elaboração das citações diretas:

As citações curtas

Com relação ao tamanho das citações, essas são divididas em curtas e longas. As curtas possuem até três linhas. Elas são inseridas no próprio parágrafo do texto e são identificadas por virem dentro de aspas.

As citações longas

As longas por sua vez possuem mais de três linhas, e ficam em um parágrafo próprio e destacado, com letras tamanho menor do que o do restante do texto, sem aspas, e recuo de 4cm à esquerda. 

Chamada de citação

Nos dois tamanhos de citação há uma referência ao autor do trecho, que se chama chamada de citação. O sobrenome do autor, ou autores, aparece em parênteses, junto com o ano da publicação e a página em que o trecho pode ser encontrado.

Bem, agora que já falamos um pouco sobre o que é e como são apresentadas as citações, nada melhor do que trazer um exemplo para demonstrar de forma clara como são as citações no desenvolvimento do trabalho.

Exemplo de citação direta longa

Exemplo de citação direta longa

Nesses tipos de citação, como elas são feitas em parágrafos à parte, é interessante que após transcrever o trecho do autor original, o autor do trabalho acadêmico comente um pouco sobre o que foi dito na citação, ou seja, a sua opinião sobre a opinião do autor original. Dessa forma evita-se que fique uma citação colada na outra sem relação uma com a outra, e atendendo o requisito de quantidade de texto.

Exemplos de citação direta curta

Exemplos de citação direta curta

Percebam que na citação direta curta o trecho aparece no parágrafo, e é identificado pelas aspas. A São utilizados conectivos para introduzir o trecho transcrito, como p: assim dispõe, aduz, relata fulano, consoante, conforme e muitas outras mais.

Exemplos de citações indiretas

Exemplos de citações indiretas

Percebam que na citação indireta traz-se o pensamento do autor original, porém com suas próprias palavras, mas mesmo assim dá-se o devido crédito ao autor original. Esse tipo de citação é bastante interessante, perceba que nela só aparece entre parênteses o último nome e a data da publicação. Não é necessário trazer a página.

Exemplos de citações: errado e certo

citação indireta não se usa aspascitação indireta não se usa aspas certo

Lembre-se que em citação indireta não se usa aspas, nem se copia integralmente o pensamento do autor.

exemplo de citações diretas curtas exemplos de citações diretas curtas

Lembre-se: em citações diretas curtas utiliza-se o trecho copiado no mesmo parágrafo e identifica-se o texto através de aspas.

Quantidade de citações

Como já dissemos, as citações servem para agregar valor ao conteúdo pesquisado. Elas são partes obrigatórias de um bom trabalho acadêmico, afinal nenhum autor tira os conceitos do nada. Mas apesar de ser elemento essencial do trabalho, ele não pode ser composto apenas de citações de outros autores.

Nessa ótica, a dica é mesclar trechos de citações com trechos de suas próprias palavras, inclusive suas palavras comentando a respeito do trecho citado. Alguns especialistas defendem que o tamanho ideal seria de 20% de citações e 80% de texto próprio, podendo aumentar para 30-70%. O importante é perceber que a maior parte do texto tem que ser próprio do autor do trabalho.

Como já informamos, trechos de outros autores servem apenas de embasamento para sua opinião, mas lembre-se que quem está fazendo o trabalho é você.Portanto, é você que deve escrevê-lo. Tenha em mente também que a cada citação feita você deverá trazer seus próprios comentários entre elas. Assim, entre uma citação e outra haverá seu texto.

Bom senso é sempre bem-vindo nesses momentos. Não existe uma regra na ABNT para quantidade de citações, então nesse momento vale usar bom senso na confecção do trabalho. Tenha em mente que se trata de um trabalho acadêmico que após elaborado será apresentado para uma banca examinadora, ou, em caso de artigo, a uma revista científica para publicação. Então, você não quer que seu texto seja taxado de "raso", não é mesmo?

Por isso, saiba dosar as citações e lembre-se sempre de inserir textos com suas próprias palavras entre uma e outra. Essa dica vale ouro.

O que devo usar de embasamento teórico

Falamos bastante sobre o cuidado que você vai precisar ter com as fontes utilizadas na pesquisa. Assim, as melhores fontes para serem utilizadas no referencial teórico seriam: os livros, os periódicos e os trabalhos de eventos científicos (congressos, encontros etc). Como já dissemos, o referencial teórico serve para que o aluno demonstre conhecimento sobre a temática abordada, e isso é feito com o uso de materiais de pesquisas de boa qualidade.

Atenção, tome cuidado com as pesquisas feitas em sites!

Não é que esse tipo de material não possa ser utilizado, mas em alguns casos não tem caráter científico, portanto requer cuidado na pesquisa. Sites sem muita estabilidade e confiabilidade, como blogs, devem ser evitados. Porém, se o site for de confiança, como o de um periódico científico, ou do Ministério da Saúde, por exemplo, você pode usar. Ainda assim, os livros ainda são a fonte de pesquisa mais comum na hora de fazer um referencial teórico de um trabalho acadêmico. Um fator que contribui para isso é que os livros são as fontes em que é mais possível de se localizar o conteúdo buscado.

 Tenha em mente que para escrever um livro, os autores deste pesquisaram bastante, se tornando autoridades no assunto em que se dispõem a falar. Além disso, os livros trazem conteúdos mais didáticos e explicativos, por isso são tão utilizados na hora de elaborar o referencial teórico. Porém, demonstrar conhecimento de outras fontes também conta pontos na hora da entrega do trabalho, por isso não se atenha somente a um tipo de fonte.

Uma dica é utilizar livros apenas para trazer conceitos de autores renomados, e após ir buscar outros tipos de materiais para trazer para sua pesquisa. Como por exemplo artigos científicos. Esses tipos de trabalhos trazem o que há de mais recente no conhecimento científico de diversas áreas. Portanto, trata-se de uma fonte atual de pesquisa que irá agregar valor ao seu trabalho.

Além disso, você pode observar as referências bibliográficas utilizadas naquele trabalho e que poderão servir para o seu. Procurar fontes é como garimpar, mas ajuda bastante se você tiver um norteamento. Se você quiser localizar artigos científicos mais rapidamente, você pode separar palavras-chaves com relação a sua temática e procurar por elas.

Você pode ainda usar documentos primários como fontes para embasar o seu referencial. Tais documentos podem ser tabelas, fotos, normas, relatórios financeiros, estátisticas ou qualquer outro material relevante para o trabalho acadêmico. Não é obrigatório o uso de documentos em pesquisas, porém, caso a sua metodologia seja o estudo de caso, pode ser que seja necessário.

Guia vídeo sobre referencial teórico

Sessão de FAQ’s sobre o assunto

O que é referencial teórico de um TCC?

  • Como já dissemos, o referencial teórico nada mais é do que a parte do seu trabalho, seja ele TCC, teses ou outras pesquisas, em que você deve trazer a opinião de outros autores para embasar seu próprio texto e seus pensamentos. Ele é muito usado em monografias acadêmicas e artigos científicos. A leitura é ponto chave e crucial para a elaboração desses trabalhos.

Como fazer um referencial teórico de um TCC?

  • Para fazer o referencial teórico do TCC, do artigo ou resumo, primeiro é necessário realizar uma pesquisa sobre o assunto que se pretende falar. Após essa pesquisa e estudo do assunto, retira-se trechos em destaque que poderão contribuir para seu próprio trabalho. A esses conteúdos pesquisados de outros autores, chama-se referencial teórico.

Se eu copiar o conteúdo de vários autores vou infringir direitos autorais?

  • A resposta para essa pergunta é não. Desde que você dê o devido crédito a estes autores. Veja, o problema não está em copiar ou utilizar o pensamento de alguém, mas sim de usar isso sem mencionar quem de fato escreveu aquele estudo ou aquela pesquisa.

Pode ser considerado plágio copiar o pensamento de alguém?

  • Sim, se você não der o devido crédito. E é justamente para isso que existe a parte do TCC destinada ao referencial. Assim, é possível que você traga teorias, ideias e pensamentos de outras pessoas para seu trabalho, para servir de base a sua opinião sem que esteja cometendo um plágio ou até mesmo um crime.

Precisa de ajuda com o Referencial Teórico?

Bem, se mesmo depois das nossas dicas, você ainda está com dificuldade de elaborar seu referencial teórico, não tem problema. Pode parar de perder o sono e arrancar seus cabelos, pois nós podemos te ajudar. Você pode adquirir um referencial teórico sobre família e escola, por exemplo. Nossos especialistas podem te ajudar.

Entre em contato que algum especialista vai te explicar como fazer um referencial teórico de um relatório, ou um referencial teórico de um artigo e muito mais. Nossos bancos de dados possuem uma variedade de referencial teórico e os especialistas estão prontos para te auxiliar a fazer o desenvolvimento do seu texto.

Esperamos que tenham apreciado as nossas dicas e sugestões. Na nossa plataforma há uma série de conteúdos de estudo similares a esse que podem auxiliar você na hora de estudar. Um abraço e até a próxima.

Checklist

⬜ Sempre dê crédito ao autor original do trecho copiado.

⬜ Pesquise bastante, tenha em mente que o bom trabalho dependerá de uma boa pesquisa.

⬜ Não exagere no número de citações, elas servem apenas para embasar sua própria opinião.

⬜ Um bom pesquisador utiliza boa fontes.

⬜ Antes de elaborar busque exemplos de referencial teórico pronto para ajudar a elaborar o seu.

O que é a MyStudybay.com.br

  • Mais de 15 anos de experiência na assistência de redação acadêmica
  • 100% de escrita original
  • Avaliação de cliente de 97%
  • 24/7 FREE customer support via phone and email
  • Política flexível de descontos
  • Serviços VIP disponíveis
  • Todos os temas disponíveis

Atividade do site de hoje

Preparando pedidos
Preparando pedidos
639
Pedidos concluídos
Pedidos concluídos
358
Escritores ativos
Escritores ativos
166116
Revisores
Revisores
121
Programas de desconto disponíveis para clientes
Programas de desconto disponíveis para clientes
6
Avaliações de Clientes
Avaliações de Clientes
57
Operators online
Operators online
12

What we offer

FREE features in every project

grátis

Desconto total: $65

  • Resumo$5
  • Correções*$30
  • Página de título$5
  • Bibliografia$15
  • Formatação$10

Formato

Todos os formatos são disponíveis

Nossos descontos

Preço especial $5 /página

Está sem tempo para fazer seu trabalho? Fique tranquilo, o fazemos para você. Temos especialistas tanto para trabalhos escolares quanto para dissertações de mestrado/doutorado

Consiga ajuda com qualquer tipo de trabalho