Texto expositivo: exemplos e características de gênero textual

Publicado em 01.12.2021 por Juliana N. Tempo de leitura: 9 minutos

Neste artigo, vamos mostrar as principais características do texto expositivo - ou texto dissertativo expositivo, assim como alguns modos de construí-lo. Para te ajudar a apresentar ideias, temas e informações através dessa forma textual, também trazemos exemplos e dúvidas frequentes sobre o assunto. Além disso, este artigo vai te ajudar a não confundir o texto expositivo com outros tipos de texto, muito importante na hora de elaborar uma redação para o vestibular, por exemplo. Vem com a gente!

O que é um texto expositivo

Existem muitas formas de produzir um texto comunicativo e cada uma é composta de um conjunto de características, cada uma mais adequada aos seus objetivos. Na hora de escrever, a adequação entre aquilo que conhecemos, o que queremos transmitir e o que o leitor deseja saber é sempre crucial.

Um discurso expositivo é aquele capaz de expor características, modos de funcionamento, funções de um determinado objeto ou fenômeno. Tem por principal objetivo a exposição de um tema, assunto, objeto, conceito, tipo de produto ou mesmo o estado da arte de campo de estudos de forma clara e objetiva.

Isso quer dizer que não está interessado em apresentar uma opinião ou convencer o leitor de alguma coisa, mas de informá-lo sobre algo. De fato, a leitura de um texto expositivo, apesar de não se tratar de uma explicação, deve informar o leitor sobre um assunto, de maneira a garantir a apreensão de conhecimento sem a intervenção do autor do texto.

Existem dois tipos específicos de artigo expositivo (siga neste artigo para ver as principais diferenças entre eles:

  • Expositivo-informativo
  • Expositivo-argumentativo

O texto expositivo (dissertativo-expositivo) se diferencia do texto argumentativo ou do opinativo porque ele não pretende, por princípio, apresentar um ponto de vista, nem tem por finalidade convencer o leitor da posição do autor. Trata-se aqui de simplesmente expor um conteúdo, o que exige que a linguagem utilizada seja de fácil acesso, mas também que seja capaz de transmitir mensagens de forma neutra.

Tudo o que você precisa para seu artigo científico ou TCC

A partir de R$10 / página

Principais características do texto expositivo

O texto expositivo precisa ser capaz de oferecer ao leitor um conjunto de informações e/ou argumentos construídos a partir de um conhecimento objetivo (científico), apreendido a partir de pesquisa e ou levantamento de dados confiáveis.

A primeira parte (trazer informações) é marca do tipo de texto expositivo-informativo, a segunda (trazer argumentos) é do texto expositivo-argumentativo.

De modo que o bom texto expositivo tem como objetivo expor informações corretas e úteis sobre um objeto ou argumentos relevantes para que o leitor possa acompanhar determinada discussão.

Ao final da leitura do texto expositivo, o leitor deve sentir que algo lhe foi acrescentado e que, agora, ele sabe mais a respeito do assunto.

Aspectos do texto expositivo

Aspectos do texto expositivo

Fonte: unsplash.com

Em um bom texto expositivo, vamos encontrar:

  1. Exposição de fatos, características, funcionamento, utilidade sobre um assunto, ideia ou tema
  2. Uso de dados confiáveis (ou seja, de pesquisa científica) como fonte;
  3. Recurso à informações e argumentos claros e objetivos
  4. Pouca interferência do autor na composição do texto (pouca subjetividade)
  5. Capacidade de transmitir uma informação ou conjunto de argumentos sobre um tema independente da opinião de seu autor

Onde encontramos os textos expositivos

Textos expositivos são encontrados em todos os campos de conhecimento do mundo acadêmico, mas também é possível encontrá-los em redes sociais, além de jornais e revistas especializadas não acadêmicos.

Como saber se o texto expositivo está bem trabalhado

Uma vez que toda comunicação bem-sucedida depende da composição de uma relação tríade entre emissor, mensagem e receptor, um texto expositivo precisa cumprir certos objetivos, como:

  • Estudo prévio do objeto, que garante conhecimento seguro sobre o tema
  • Descrição correta dos fatos e composição clara dos argumentos
  • Adequação entre modo de expor e público-alvo

Tipos do texto expositivo: argumentativo e informativo

Expondo argumentos

A exposição de um tema depende muitas vezes da composição de diversos fatores: por isso, é preciso conhecer quase tudo que esteja disponível em livros, enciclopédias, sites confiáveis, revistas e periódicos especializados na hora de compor um argumento.

Ou seja, é comum que, para escrevermos um texto expositivo, consultemos outros textos de tipo expositivo.

O expositivo-argumentativo é aquele que sintetiza essa pesquisa e, depois de uma análise de todos os dados coletados, faz a apresentação de um contexto de discussão sobre determinado tema. Alguns de seus recursos são: a exposição de diferentes opiniões dos especialistas e apresentação de pontos de vista discordantes.

É bom notar que não se deseja convencer o leitor de nada ou de apresentar uma conclusão nesse momento, mas apenas expor os principais argumentos.

A segunda parte de uma redação do ENEM, assim como um artigo de revisão bibliográfica ou do estado da arte de um tema são exemplos desse tipo de texto.

Expondo informações

Por sua vez, o tipo de expositivo-informativo, não expõe os argumentos presentes em determinada discussão, mas tem como foco a apresentação de informações. A importância desse tipo de texto depende da relevância e utilidade dessas.

Isso quer dizer que um bom texto informativo deve trazer dados e informações que, ou eram desconhecidas por seu público-alvo, ou ganham nova importância de acordo com o contexto.

Exemplos de textos expositivos

Seguem aqui para que seja mais fácil a identificação do texto expositivo e suas variações:

Textos acadêmicos

Textos acadêmicos

Fonte: Wikipedia

Trabalhos acadêmicos raramente são escritos para apresentar apenas a opinião de um autor, mesmo que esse seja um especialista, portanto são sempre um bom exemplo de texto expositivo.

Em grande medida, o ensaio ou artigo acadêmico serve para expor os resultados de uma pesquisa ou sintetizar um conjunto de reflexões e ideias acumuladas durante algum tempo, sejam elas resultados do próprio do autor, seja uma revisão daqueles obtidos por outros pesquisadores.

Não só os artigos que circulam nos periódicos especializados, mas também na preparação de seminários, das aulas de um curso ou de palestras, vamos encontrar textos expositivos. Afinal, também nesse caso, trata-se de expor com a maior clareza possível conceitos e informações para um público de possíveis não-especialistas e interessados em geral.

Artigos de jornal

Artigos de jornal

Fonte: unsplash.com

Os artigos de jornal não têm apenas a função de trazer informações novas ao leitor, mas também de organizar ideias, apresentar um ponto de vista sobre determinado tema contemporâneo, debater um assunto complicado, elaborar dados complexos.

Apesar de existir a coluna de opinião, no geral os bons jornalistas prezam por uma perspectiva imparcial - marca do texto expositivo. O jornalista deve ser um ótimo expositor, uma vez que os leitores consultam seu texto em busca de dados e informações úteis, normalmente absorvidas de forma rápida.

É claro que o artigo de jornal pode também carregar a opinião do autor do texto (ou do jornal que o veicula), mas os melhores jornais e revistas costumam trazer textos capazes de fazer uma exposição clara das ideias defendidas.

Redação do ENEM

Redação do ENEM

Fonte: unsplash.com

Numa redação do Enem, é esperado que o aspirante à vaga nas faculdades seja capaz de construir uma dissertação expositiva dotada de informações relevantes sobre determinado assunto a partir dos textos de base.

Normalmente, é no segundo ou terceiro parágrafo que se começa a exposição de um fenômeno ou objeto. Essa parte (expositiva) é crucial para a construção de um argumento, que normalmente compõe o último ou os dois últimos parágrafos da redação.

Nessa redação deve-se seguir o modelo de texto expositivo para garantir uma boa avaliação no exame.

Vídeo sobre a construção do texto expositivo

Nesse vídeo, você vai encontrar uma ótima explicação da diferença entre exposição e descrição para não confundir os dois tipos de texto:

No site da Studybay você contrata profissionais especializados nas mais diversas áreas prontos para te ajudar com seus projetos. Aqui você encontra escrita customizada, tutorias em diversos assuntos e revisões e formatações textuais. Venha conhecer nossos serviços!

Tudo o que você precisa para seu artigo científico ou TCC

A partir de R$10 / página

Perguntas frequentes quando o assunto é texto expositivo

Como identificar um texto expositivo?

É o tipo de texto capaz de expor com clareza um objeto ou fenômeno. Além disso, é possível também expor argumentos, posições intelectuais e opiniões de especialistas. Ele é caracterizado pela forma clara, objetiva e pela capacidade de síntese das principais informações colhidas durante uma pesquisa.

 

Para que serve o texto expositivo?

Ele vai servir para a construção de uma análise correta a respeito de um assunto, ao informar seu leitor com aquilo que o autor considerou crucial ressaltar. Isso quer dizer que ele não serve para convencer, mas para dotar o leitor das ferramentas necessárias para que ele elabore sua posição sobre determinado tema.

 

Quais os tipos de texto expositivo?

O texto dissertativo-expositivo pode ser expositivo-informativo ou expositivo-argumentativo, dependendo dos objetivos do autor, do público-alvo e dos objetivos estabelecidos durante a redação do texto.

 

Qual a estrutura de um texto expositivo?

Ele deve começar com a apresentação do tema. Segue-se então para a descrição mais objetiva e específica do seu objeto, assim como da apresentação dos dados e informações mais relevantes.

 

Como iniciar um texto expositivo informativo?

Com pesquisa em livros, enciclopédias, dicionários, artigos científicos, artigos de revistas ou jornais especializados e sites informativos. Segue-se então a seleção e uma sequência expositiva das informações consideradas as mais relevantes para a construção de um argumento.

Checklist para você revisar seu texto expositivo

 
 
 
Juliana N

Autora do Studybay

Meu nome é Juliana, sou Bacharel em Filosofia pela IFCH e pós-graduada em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Tenho experiência grande com artigos, trabalhos acadêmicos, resumos e redações com garantia antiplágio.