Carta de motivação: modelos e dicas para escrever um texto motivacional

Publicado em 14.12.2021 por Walquiria Cassiano. Tempo de leitura: 12 minutos

Num cenário onde várias pessoas disputam por vagas, seja de emprego ou em programas de mestrado e doutorado no Brasil ou exterior, os candidatos devem utilizar todos os recursos possíveis para se destacar e garantir sua posição. É neste sentido que a carta motivacional se torna tão importante. Acredite ou não,  este documento tem potencial para fazer com que você seja contratado ou considerado para uma vaga. Neste artigo, vamos mostrar a você como fazer a sua de forma simples e descomplicada.

O que é uma carta de motivação

A carta de motivação nada mais é do que um ofício onde o candidato irá se apresentar à instituição e dizer quais são as principais razões que o motivam a se inscrever para uma determinada vaga. Neste tipo de carta você pode e deve evidenciar o seu percurso profissional, mas este não é o objetivo principal. Trata-se de um texto de motivações para participar de um processo seletivo de uma empresa, universidade, intercâmbio e etc.

O que os recrutadores buscam perceber nas cartas motivacionais é o real interesse da pessoa em trabalhar ou estudar naquela instituição. É saber se as suas experiências se encaixam com o perfil da vaga. Aqui você precisa incluir também o seu conhecimento sobre o lugar onde pretende trabalhar ou estudar e pensar num conteúdo que deixe explícita as peculiaridades daquela vaga.

O ideal é que o texto seja fluido, chame a atenção do recrutador e mostre para ele qual o seu diferencial. Por meio da carta motivacional será possível analisar o seu perfil, suas qualidades e habilidades que condizem com a execução do cargo e entender como você pode contribuir para a empresa.

Ela tem como características:

  • Ter linguagem formal
  • Ortografia e gramática corretas
  • Informações do destinatário e da sua localidade, como qualquer carta
  • Introdução, desenvolvimento e conclusão
  • Escrito em primeira pessoa
  • Encerramento com seu nome completo e assinatura

Diferença entre carta motivacional e carta de apresentação

Diferença entre carta motivacional e carta de apresentação

A carta pode fazer a diferença para ser considerado à vaga. Fonte: pixabay.com

Esses dois tipos de carta são frequentemente confundidos porque têm características muito similares. Porém, em se tratando das diferenças, cada uma delas possui um objetivo muito específico e servem para diferentes momentos dentro de um processo seletivo.

Na carta de apresentação, o que se espera do candidato é que ele explore um pouco mais das suas qualificações profissionais, destrinchando quais foram as suas percepções sobre as diferentes experiências que teve.

Ou seja, pode fazer um relato sobre como foi trabalhar na empresa x, quais as habilidades que desenvolveu, justificar as suas escolhas dentro da profissão, revelar o que aprendeu também na vida pessoal. É uma oportunidade de fazer com que te conheçam e causar impacto, mesmo que seja breve.

No conteúdo da carta de motivação, a ideia é que o candidato explique quais são as principais razões que o fazem almejar estar naquela empresa ou instituição de ensino. Nela você pode fazer uma conexão entre o seu percurso profissional com as necessidades da vaga, sempre reforçando o quanto você pode oferecer e o quanto seria bom para você estar ali.

Obtenha ajuda para escrever a sua carta motivacional

A partir de R$10 / página

Como escrever uma boa carta de motivação: o passo a passo

Há inúmeras formas de fazer um texto motivacional, mas acreditamos que seguir este passo a passo é o melhor caminho para chegar a um bom resultado, sem perder tempo e aumentar as chances de obter sucesso com sua candidatura.

A seguir, vamos te mostrar o que consideramos ser o passo a passo ideal para deixar a sua carta de motivação pronta de acordo com o padrão que se espera.

Capa Não é obrigatório e nem usual fazer uma capa para a carta, o que não significa que não é permitido. Uma boa capa vai chamar a atenção das pessoas e fazer você se destacar na multidão. Você pode escolher entre capas disponíveis na internet ou, se tiver recursos, contratar um designer.
Cabeçalho O cabeçalho deste documento é um pouco diferente do cabeçalho dos documentos acadêmicos que todo estudante está acostumado a fazer. Neste caso, as informações pessoais e de contato são essenciais. Deixe bem claro qual o seu e-mail, telefone, endereço e etc. É também nesta seção onde a foto é colocada. Mas aqui vai um detalhe: Use uma foto profissional, com vestimentas adequadas e cabelo arrumado.
Introdução A introdução precisa ser muito objetiva. O ideal é que preencha apenas um parágrafo de 4 ou 5 linhas. Dedique um tempo maior para estruturá-la porque é ali que você precisa caprichar mais para chamar atenção do recrutador.
Corpo Para desenvolver o assunto, coloque apenas as informações mais relevantes. É aqui onde você começará a fazer o link entre a sua formação acadêmica e de suas experiências profissionais até então com o que a empresa almeja de um colaborador. Se possível, coloque a sua disponibilidade para começar no trabalho, no caso de almejar a vaga de emprego.
Como finalizar este documento Nesta etapa do texto, agradeça pela atenção e indique o que aguarda pelo próximo passo. Seja educado e demonstre confiança. Deixe claro que tem disponibilidade para uma entrevista e seja entusiasta ao dizer que aguarda por isto. Finalize com um agradecimento, nome completo e assinatura.

Veja a seguir o que deve ou não fazer ao produzir uma carta motivacional para emprego ou universidades:

O que fazer O que não fazer
  • Colocar os principais cursos que você fez
  • Descrever o que você gostou ou não gostou dos cursos que fez
  • Destacar as empresas onde trabalhou e porque quer uma vaga nessa empresa
  • Colocar os Problemas que teve em empresas onde trabalhou
  • Dizer o que aprendeu de importante com suas experiências profissionais e fazer uma conexão com os requerimentos da vaga que almeja
  • Dizer o que gostaria de ter cursado ou mostrar que tem interesse em fazer outras coisas não relacionadas com a vaga em questão
  • Contar como sua experiência acadêmica fortaleceu seu lado profissional
  • Citar nome de outras empresas em que gostaria de ter trabalhado ou universidades que gostaria de ter frequentado

Dicas importantes para escrever uma carta de motivação

Separamos aqui uma lista com mais algumas dicas importantes para levar em consideração ao fazer um texto motivacional:

Atente-se aos detalhes Escrever uma boa carta de motivação tem tudo a ver com atenção aos detalhes. Pequenas coisas como capa e introdução podem fazer uma grande diferença.
Chame a atenção Você não é o único candidato. A pessoa que cuida dos processos seletivos de uma empresa geralmente lida com centenas de cartas regularmente. É seu dever tentar se destacar no meio da multidão.
Use a linguagem correta A carta de motivação deve ser escrita em tom formal e em bom português.
Você pode usar a carta de motivação em diferentes momentos da vida Este tipo de documento não é só para quem procura trabalho, mas também para quem deseja bolsas de estudo para estudar no exterior, quem procura uma oportunidade de fazer intercâmbio.
Cuidado para não soar arrogante e egoísta Mostre como suas metas e objetivos estão alinhados com os da empresa. Isto é, mostre que quer ajudar a empresa e que não quer usá-la como um meio para alcançar seus objetivos.

Por quê uma boa carta de motivação é importante e vídeo explicativo

Escrever uma boa carta de motivação pode te fazer conquistar a sua tão desejada vaga, porque ela tem o potencial de mostrar à equipe de seleção o seu diferencial e o porquê você merece aquela vaga.

Se você quer saber mais dicas para produzir uma carta de motivação com a intenção de conseguir bolsas de estudos no exterior, assista este vídeo:

Modelo de carta de motivação

Separamos exemplo de carta de motivação em três áreas distintas para te ajudar a entender melhor o que deve conter em cada uma delas.

Para Intercâmbio

Exemplo de texto de motivação para intercâmbio.

Exemplo de texto de motivação para intercâmbio. Fonte: scribdassets.com

Para mestrado

Exemplo de texto para mestrado

Exemplo de texto para mestrado. Fonte: scribdassets.com

Para Trabalho

Confira as dicas para montar uma carta para vaga de emprego

Confira as dicas para montar uma carta para vaga de emprego. Fonte: scribdassets.com

Erros na carta de motivação

Separamos alguns erros comuns cometidos por vários candidatos e como você pode fazer para deixá-los da forma padrão.

1. Não nomear a pessoa que vai receber a carta

Ao enviar uma carta, você sempre deve colocar o nome da pessoa a quem ela se dirige. E como conseguir isso? Pesquisando. Olhe no site da instituição, procure no LinkedIn e em último caso, se este dado realmente não for acessível, coloque o nome do cargo. Evite também utilizar muitos títulos.

  • Exma. Sra. Dra. Diretor de Recursos Humanos
  • À Gerente de Recursos Humanos, fulana de tal

2. Ser egoísta e só falar de si

Já comentamos neste artigo, mas vale reforçar. Nunca fale só dos benefícios que você vai ter na sua vida ao conseguir a vaga. A empresa também quer saber o que você pode fazer por ela e de que forma você seria uma mais-valia ali dentro.

  • "Procuro um trabalho onde possa desenvolver e aprofundar a formação já iniciada..."
  • "Além de desenvolver e aprofundar a minha formação, acredito que poderia ser benéfica a minha presença na empresa e ajudar a trazer soluções para X, Y e Z problemas."

3. Repetir as informações do currículo

Só repetir as informações do currículo não vai te destacar em nada e fazer com que o recrutador pule a sua carta ou nem termine de ler. Por isso, crie um texto fluido contendo informações que o leitor gostaria de saber.

  • "Sou formado no curso X, trabalhei em Z e fui voluntário no projeto social Z."
  • "Me formei em X por perceber que tenho uma maior habilidade na área. Para desenvolver a minha formação, fiz estágio na empresa x. E trabalhar como voluntário foi uma das grandes realizações pessoais, já que a instituição reflete meus valores."

4. Erros gramaticais

Revise mais de uma vez o seu texto. Erros gramaticais e de ortografia podem fazer com que a sua carta seja imediatamente desclassificada.

  • Parceria Entre eu e a empresa
  • Parceria entre mim e a empresa

Precisa de ajuda para escrever a sua carta motivacional

Diante de um processo seletivo em que se recebem inúmeras candidaturas, o seu principal objetivo deve ser o de se destacar no meio da multidão. Se o responsável pela análise dos candidatos sequer abrir a sua carta, não vai fazer diferença se você é realmente o mais qualificado. Ser notado já é um desafio a ser superado. Faça o seu documento se destacar.

Sabemos que há momentos em que é difícil para os estudantes lidarem com todas as demandas acadêmicas. Conte com a Study Bay para te ajudar!

Oferecemos suporte a todos os tipos de trabalhos acadêmicos e itens relacionados, desde um artigo científico até uma carta de motivação para o mestrado. Você nos informa o que precisa e nossos profissionais responderão com todos os detalhes.

Entre em contato e solicite o seu orçamento personalizado!

Obtenha ajuda para escrever a sua carta motivacional

A partir de R$10 / página

Perguntas frequentes (FAQ)

O que escrever em uma carta de motivação?

Suas informações de contato, suas habilidades, seu objetivo, se é conseguir bolsa de estudos, estudar fora, intercâmbio em alguma universidade ou o que for, deixe claro os motivos para ter entrado em contato com a instituição que está oferecendo a oportunidade. O texto também deve conter sua experiência profissional bem como sua experiência como estudante, se fez algum curso específico que o capacita para a vaga desejada e etc. Esses são os elementos obrigatórios para todas as candidaturas.

Como fazer uma carta de motivação para bolsa de estudo?

A estrutura não é muito diferente. O que muda são as especificidades da vaga, da instituição e sua experiência acadêmica conta mais, e não a profissional.

Posso usar um modelo de carta de motivação?

Você pode sim usar um modelo de carta de motivação. Mas lembre-se de que ela serve apenas como base. Você precisa personalizar com as suas informações e adaptar conforme as especificidades da instituição.

Qual a diferença entre carta de motivação e carta de apresentação?

A carta de motivação serve para indicar as razões que o motivaram a participar daquele processo seletivo. Já a carta de apresentação é uma forma de explorar melhor as suas experiências profissionais e o que aprendeu com cada uma delas. É uma forma de aprofundar as informações que estão disponíveis no currículo.

Quais palavras usar em um texto para pedir trabalho?

Não há palavras específicas para este caso. A dica, ou melhor, regra, é utilizar uma linguagem formal e em bom português. Ao mesmo tempo, você não quer dar motivos para a instituição ressentir sua candidatura, portanto, não use uma linguagem rebuscada. Para muitos, vai parecer forçado e pode acabar fazendo você perder a oportunidade.

O que são motivações profissionais?

É o que você quer fazer com a sua carreira profissional. Como já mencionamos, não fale só sobre você. Mostre como os seus interesses estão alinhados com os da empresa. Use a carta de motivação para mostrar que ela terá um certo grau de prioridade na sua vida.

Qual a diferença entre carta de motivação e currículo?

O currículo é apenas uma relação com todas as suas experiências profissionais e cursos feitos. O conteúdo que consta no currículo deve fazer parte do corpo da carta de motivação, com maior riqueza de detalhes.

Quero uma bolsa de estudos no exterior, o conteúdo da minha carta deve estar em qual idioma?

A maioria das universidades que oferecem bolsas de estudos no exterior para alunos brasileiros contam com um canal de comunicação em português. Entretanto, o ideal é fazer uma Cover Letter em inglês para enviar à instituição. Com certeza, ganhará pontos ao demonstrar domínio na língua inglesa.

 

Checklist

Walquiria Cassiano

Autora do Studybay

Jornalista, com especialização em Jornalismo Econômico pela FGV. Trabalhei como repórter em alguns veículos de comunicação, mas me encontrei mesmo no mundo do marketing digital. Sou produtora de conteúdo para a internet, apaixonada por escrever, curiosa sobre (quase) todos os assuntos, sonhadora, imaginativa - ou criativa (chame como quiser). Já escrevo para blogs há mais de 10 anos - e sigo contando.