Redação sobre violência urbana no Brasil: entenda o tema e veja pronta

Publicado em 08.07.2022 por Juliana N. Tempo de leitura: 16 minutos

A violência urbana é um assunto que está sempre em evidência nos jornais, nas TVs e nas redes sociais. Esse é um problema pelo qual o Brasil passa desde a sua colonização e que até hoje afeta o bem-estar do cidadão. Pelo impacto que tem na vida das pessoas e pela sua importância, esse é um dos tópicos que gera mais debates e que está sempre sendo falado. E é por esse motivo que uma redação sobre violência urbana tem grande probabilidade de ser solicitada em redações, provas, vestibulares, concursos e ENEM. O que torna muito importante conhecer mais sobre suas abordagens e saber como argumentar em torno disso.

Você vai encontrar aqui:

Calculadora de Preço

Nós temos os melhores preços, veja por si mesmo!

Nosso Preço R$14 R$9 🔥

Um texto dissertativo requer não só boa capacidade de escrita,como também conhecimento da matéria sobre a qual você está escrevendo. Para escrever um texto dissertativo com esse tema, você deve saber que existe uma variedade de tópicos bastante relevantes para discussão e isso abre diversas possibilidades de dissertações que podem ser feitas.

Nesse artigo, vamos abordar alguns exemplos, tópicos de interesse e dicas de ouro para fazer uma redação digna de nota máxima. Então, continue lendo para saber como fazer a sua.

Entendendo a violência urbana no Brasil

Mas o que é a violência urbana? Podemos definir a violência urbana como uma série de ações que infringem a lei e perturbam a ordem pública, relacionadas neste caso necessariamente a centros urbanos e metrópoles ou megalópoles.

No Brasil é um problema com o qual a maioria das grandes cidades do país tem que lidar diariamente. Ela é caracterizada por roubos, assaltos, sequestros, homicídios, dentre outros ataques e assédios ao cidadão em geral.

Infelizmente essa é uma situação que faz parte da vida dos brasileiros, que tem esse problema como parte do dia a dia. A cada dia são novos casos de violência, o que impacta diretamente na qualidade de vida do cidadão, principalmente daqueles que vivem nos centros urbanos.

A origem e o aumento desse problema tem diversos motivos, mas principalmente pelo sistema precário, pelo descaso do poder público e pela falta de proposta de intervenção.

Causas da violência urbana

A violência urbana está enraizada na sociedade brasileira, é um problema estrutural relacionado em grande parte às desigualdades sociais, mas também à corrupção das instituições públicas e a um sistema judiciário falho. É um fenômeno histórico, que teve início no período colonial, quando os portugueses chegaram e fizeram apropriação indevida de terras, cometeram atos violentos para impor a sua cultura e para escravizar indígenas e negros. Foi uma sociedade construída à base da exclusão social e marginalização de grupos raciais.

Isso se reflete na sociedade brasileira até hoje. A desigualdade social e o racismo ainda são muito presentes. A falta de oportunidades muitas vezes levam o cidadão a optar pela vida do crime, o que é agravado pelo pouco investimento em educação, em moradia e pela falta de emprego. Junta-se a isso o tráfico de drogas e a falha das políticas de segurança pública.

Então, como você já deve imaginar, as causas da violência urbana são multifatoriais. É um problema grave, complexo e que envolve diversas esferas, desde o núcleo familiar até as políticas desenvolvidas por governos, e não somente políticas diretamente ligadas à violência, mas questões que passam por economia, justiça social, dentre outros.

A violência urbana é composta por ações que infringem a lei e perturbam a ordem pública em centros urbanos, metrópoles ou megalópoles. Possui causas estruturais relacionadas à desigualdade, impunidade e corrupção.

Consequências da violência

As consequências que essa situação traz para o cidadão são muitas. A baixa qualidade de vida e o constante sentimento de medo e insegurança são as principais, principalmente para os grupos mais afetados. O cidadão acaba perdendo sua liberdade democrática e de expressão, perda do direito de ir e vir e perda da segurança que deveria ser garantida a todos.

Outra consequência é a má colocação do país no índice de desenvolvimento humano (IDH), devido aos atos violentos e à desigualdade social. Além disso, a alta taxa de criminalidade pode afetar a imagem do país internacionalmente, podendo levar até à redução do turismo, afinal um país muito violento acaba afastando os viajantes.

Além disso, as mortes violentas acabam sendo especialmente traumáticas em um país com população jovem ou ainda em envelhecimento, algo próprio de países em desenvolvimento. Isso porque essas mortes ceifam as vidas são ceifadas no auge de sua capacidade produtiva, em um período de formação educacional e familiar. Segundo o Atlas da Violência, produzido pelo IPEA em 2020, “no Brasil, os homicídios são a principal causa de mortalidade de jovens, grupo etário de pessoas entre 15 e 29 anos”.

Algumas consequências das violências urbanas são qualidade de vida baixa, sensação de insegurança e medo, prejuízos aos comércios, IDH baixo e imagem ruim do país.

Tipos de violência urbana

Tipos de violência urbana

Foto: unsplash.com

Conforme mencionamos mais acima no texto, os tipos de violências urbanas em grandes centros são variados. O cidadão da cidade grande protege-se quase que no modo automático contra certos tipos de ataques que pode sofrer. Coisas que são raras ou até inexistentes em cidades do interior, são corriqueiras nas nas capitais, por exemplo. Este é basicamente o resumo da violência urbana.

Quando você for elaborar o seu texto dissertativo-argumentativo sobre violência, tenha em mente que assassinatos e assaltos são dois dos crimes mais comuns em centros urbanos.

Contudo, mortes e perdas de patrimônio não são os únicos tipos de atos de violência urbana. Podemos citar também a violência:

  • Causada pelo tráfico de entorpecentes;
  • Praticada pelo crime organizado;
  • doméstica, contra o idoso e contra as crianças;
  • policial;
  • autoinfligida (por exemplo, suicídios);
  • contra negros;
  • contra homossexuais;
  • Brigas;
  • sexual;
  • Diversos tipos de violência psicológica: ameaças, chantagens, assédio, bullying, negligência, abandono.

Por fim, deixamos aqui um quadro comparativo sobre números no Brasil, segundo o Atlas da Violência do IPEA. Estes números ajudam a entender alguns dos cenários e panoramas do país, a partir de um intervalo de 10 anos (2008-2018):

ANTES - 2008

DEPOIS - 2018

Números de homicídio no Brasil

 50.659

57.956

Taxa de homicídio por 100 mil habitantes – Brasil

 26,7

 27,8

Números de homicídio na faixa etária de 15 a 29 anos de idade

 27.880

 30.873

Taxa de homicídio por 100 mil jovens na faixa etária de 15 a 29 anos de idade

53,3

60,4

Números de homicídio de jovens homens na faixa etária de 15 a 29 anos de idade

26.135

29.064

Taxa de homicídio por 100 mil jovens homens na faixa etária de 15 a 29 anos de idade

 99,0

112,4

Números de homicídio de crianças e adolescentes (0 a 19 anos)

8.584

10.067

Taxa de homicídio por 100 mil mulheres no Brasil

 4,1

4,3

Números de homicídio de mulheres

 4.029

4.519

Números de homicídio de negros

 32.702

43.890

Taxa de homicídio de negros por 100 mil habitantes

34,0

37,8

Números de homicídio por arma de fogo (PAF) - Brasil

 35.676

41.179

Taxa de homicídio por arma de - Brasil

 18,8

19,8

Fonte: Atlas da Violência do IPEA (2020)

Abordagens sobre o assunto

Causas da violência urbana

Foto: unsplash.com

Como esse problema faz parte do cotidiano da sociedade brasileira, é um tema que pode ser abordado e discutido de diversas formas, independente do tipo. Vale lembrar que se você estiver escrevendo uma redação no ENEM sobre violência urbana, não terá chance de pesquisar informações, logicamente. Porém, a parte boa é que você pode fazer pesquisas e treinar sua escrita antes do evento da prova ou exame nacional. Como o tema é, de certa forma, previsível, você só tem a ganhar ao usá-lo em seus estudos preparatórios.

Ao escrever o seu texto sobre violência, você poderá abordar diferentes tópicos, tendo em vista os maiores problemas do Brasil em relação ao assunto. Veja algumas sugestões detalhadas:

Solidão e violência

Aborde como as vítimas por vezes se isolam do mundo, seus motivos e as consequências.

Perspectivas sobre o terrorismo

Avalie o terrorismo como um método injustificável de atos violentos por causa de objetivos irrealizáveis... a tipologia terrorista pode lançar a luz sobre a motivação e os mecanismos psicológicos que empurram criminosos para cometer os atos da violência política.

Jogos e violência

O jogo é a causa da violência e esse ato por si só é uma consequência. E a violência da vida real pode existir na realidade de um jogo? É a transferência da definição de "violência" com todas as suas peculiaridades de um mundo para outro, justificado apenas de acordo com a similaridade externa desses dois mundos? Aqueles que não participam deste tipo de atividade geralmente percebem a presença disso no mundo do jogo? Isso nos poderá levar à conclusão de que ela não é uma consequência, mas a causa. As pessoas que são originalmente propensas a atos violentos podem ficar irritadas por jogos e praticar violência no "mundo real". Mas, neste caso, a violência nos jogos é uma simples justificativa da natureza violenta do jogador.

Além destas sugestões que expusemos acima em detalhe, outros tópicos interessantes para sua redação sobre violência poderiam ser:

  • Roubos que incluem agressão física;
  • Tiroteios em Escolas;
  • Entrada de armas brancas e de fogo em casas de detenção, e como isso aumenta potencialmente a criminalidade;
  • Atuação de gangues nas cidades grandes e pequenas;
  • Controlo de armas;
  • Violência armada;
  • Crimes de ódio;
  • Psicologia da violência;
  • Motins e tumultos;
  • Violência de jogos de vídeo e crianças;
  • Violência na literatura;
  • Violência na mídia;
  • Violência no local de trabalho;
  • Violência juvenil.

Como brasileiros, sabemos o quanto a violência em nosso país, bem como em outros países em desenvolvimento, é algo presente desde nossas infâncias. Então, a qualquer um dos temas que listamos acima, você poderia acrescentar um localizador, e escrever uma redação sobre violência no Brasil. Porém, é importante que você saiba que, embora a violência aqui seja significativa e acompanhada por diversos outros problemas estruturais, ela não é exclusividade nossa, já que todo centro urbano no mundo também padece com violência urbana.

Então, além de escrever uma redação sobre a violência na sociedade brasileira, você pode eventualmente considerar um tema mais genérico, que foque em centros urbanos em geral, em continentes, em países desenvolvidos etc. Tudo isso, é claro, sempre levando em consideração o que está sendo proposto pelo seu professor ou pela prova.

Para auxiliar um pouco mais, elaboramos um quadro com mitos e verdades sobre as questões que envolvem a violência urbana:

Verdade

Mito

  • Os jovens são as maiores vítimas da violência urbana no Brasil.
  • A imensa maioria das vítimas de homicídios no Brasil são negros.
  • O tráfico de drogas aumenta a criminalidade.
  • O Estatuto do Desarmamento foi importante para que os números de crimes por armas de fogo não fosse ainda maior.
  • A violência na escola possui fundamentos sociais, econômicos e familiares.
  • A desigualdade social não tem um papel no cenário de violência no Brasil.
  • Crimes e violências podem ser diminuídos apenas a partir de repressão e força policial.
  • Sociedades religiosas sofrem menos com a incidência de atos violentos.

Como escrever uma dissertação argumentativa sobre violência

A redação sobre violência urbana no Brasil deve ser escrita seguindo as regras de qualquer outra dissertação argumentativa. Primeiro certifique-se de usar a norma padrão da língua portuguesa, depois considere a estrutura que uma dissertação deve ter: introdução, desenvolvimento e conclusão.

A dissertação argumentativa é caracterizada pela defesa da opinião e do ponto de vista do autor, baseada em argumentos coerentes e o objetivo é convencer o leitor por meio disso. Ao escrever o seu texto seja claro, objetivo, exponha todos os seus argumentos e conclua explicando o porquê da sua opinião. Lembre-se que no caso do ENEM é fundamental você oferecer uma solução para o problema, que deve levar em consideração os direitos humanos.

Escreva uma introdução que chame a atenção e faça o leitor querer continuar lendo. No desenvolvimento, use seu conhecimento e dados relevantes para embasar os seus argumentos e defender a sua ideia. Faça a conclusão oferecendo uma solução.

Em relação ao tema, normalmente ele já vem definido e você precisa argumentar baseado no que é oferecido. Por isso é fundamental estar bem informado em relação ao que ocorre no país e no mundo. Pesquise nos meios de comunicação as notícias, os tipos de violência, leia textos sobre o assunto, esteja sempre atualizado. Assim você conseguirá desenvolver a sua redação dissertativa sobre violência urbana (ou qualquer outro tema) de maneira coerente e criteriosa, apresentando informações relevantes e que de fato contribuam.

Dicas para a sua dissertação

Por ser um assunto que, infelizmente, faz parte do cotidiano do brasileiro, as dissertações sobre violência são solicitações recorrentes em escolas, provas e exames nacionais. Como foi dito acima, você deverá apresentar seu ponto de vista, argumentando e convencendo o leitor. Para ajudar você a escrever a sua redação sobre violência urbana no Brasil, separamos algumas dicas. Confira!

  1. Mantenha-se sempre informado.
  2. Acompanhe os noticiários.
  3. Busque informações sobre as leis.
  4. Entenda o conceito do tema.
  5. Esclareça tudo o que puder em relação ao assunto.
  6. Apresente dados relevantes.
  7. Mostre a importância do tema, fale quais são as consequências.
  8. Ao escrever, use todo o seu conhecimento para argumentar.
  9. Atente-se à gramática, evite gírias e abreviações.
  10. Escreva de forma clara e objetiva, não enrole.

Seguir essas dicas pode ajudar você a desenvolver melhor o conteúdo da sua redação quando for escrevê-la. E isso serve não apenas para essa temática, mas para todas as outras. Estar bem informado é fundamental, então, invista no seu repertório. E esse repertório pode e deve ser adquirido bem antes de uma prova ou exame, momentos em que você não pode consultar materiais impressos ou a internet. Se você é um candidato ou futuro candidato a algum vestibular ou ao ENEM, preocupe-se continuamente com assuntos do mundo contemporâneo, pois todos eles são temas potenciais para redações.

Confira neste vídeo: como escrever melhor

Exemplos de redação com a temática

As abordagens do tema para seu texto dissertativo sobre violência urbana podem ser muitas, tendo em vista que o tema “violência urbana” é muito amplo. Dentro deste guarda-chuva imenso, podemos pensar em alguns subtemas, e escrever sobre eles. Como por exemplo: homicídios nas grandes cidades, roubos de carros à mão armada, taxas de latrocínios na década, crimes cometidos por policiais corruptos, violência dentro das prisões, brigas de trânsito etc.

Como você pode ver, a violência perpassa questões psicológicas, sociológicas, legais, e muitas outras.

Não importa qual seja a abordagem, será necessário conhecer o assunto para poder escrever sobre ele. Para te ajudar a entender as formas como o tema pode ser abordado, separamos alguns exemplos de redação pronta com a temática. Veja a seguir.

Mas antes, vamos apresentar exemplos de títulos para redação sobre violência, baseados nos temas que mencionamos no primeiro parágrafo desta seção, e também em outros temas dentro do assunto violência. Esperamos que você possa se inspirar neles:

  • O enfraquecimento do Estado e o desenvolvimento da violência;
  • Assassinatos nas megalópoles brasileiras: o que está por trás?
  • Roubos e assaltos e relação com desigualdade social
  • A atuação da polícia e como monitorá-la nas cidades grandes
  • A atuação de criminosos mesmo depois de presos
  • Brigas de trânsito, descontrole emocional e porte de armas
  • Avaliação de estratégias para prevenir a violência urbana
  • Por que ensinar o comportamento não violento é importante?
  • Jogos e violência
  • Como os jogos de computador podem estimular a violência no cotidiano?

Agora veja dois exemplos de redações prontas sobre violência urbana. A primeira aborda a posse de armas e o combate à violência, e a segunda, a violência causada pelas drogas. Confira: 

exemplos de redações prontas sobre violência urbana

redações prontas sobre violência urbana

Exemplos de trabalhos sobre violência urbana

Na seção anterior, apresentamos dois textos dissertativo-argumentativos sobre violência. Porém, sabemos que talvez você queira e precise ler algo mais aprofundado e científico sobre o tema. Por esta razão, fizemos uma seleção abrangente sobre trabalhos de conclusão de curso (TCCs) de diversas áreas, cujo tema é relacionado à violência urbana.

Sabemos que você não vai escrever um TCC agora, porém, a leitura de trabalhos como estes, que possuem uma estrutura similar a de uma redação, só que maior e mais complexa, poderá ajudar muito na sua formação de argumentos e de pensamento crítico. Por isso, fique conosco e considere consultar estes trabalhos:

Um estudo sobre violência contra idosos, sob o ponto de vista da violência social.

Curso: Serviço social

https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/121438/303283.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Pesquisa sobre segurança urbana, guardas municipais e violência.

Curso: História

http://hdl.handle.net/10183/116485

Trabalho que avalia a preparação dos graduados em cursos da área de saúde para lidarem com situações de violência.

Curso: Enfermagem

http://hdl.handle.net/10183/187876

Trabalho que analisou em prontuários de atendimento o perfil de homens vítimas de violência, como ameaças e agressões físicas.

Curso: Serviço social

https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/121393

Pesquisa sobre furtos e roubos em uma capital brasileira.

Curso: Ciências sociais

https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/172594

Estudo sobre prática de atividades físicas em espaços públicos e violência urbana.

Curso: Educação física

http://hdl.handle.net/10183/148337

Trabalho sobre a relação entre violência urbana e as ameaças aos direitos dos jovens.

Curso: Serviço social

http://hdl.handle.net/10183/171032

Trabalho que propõe um produto (aplicativo) destinado a ampliar a sensação de segurança de mulheres, diante à violência urbana.

Curso: Design

http://hdl.handle.net/10183/193424

Precisa de ajuda com sua redação sobre violência urbana no Brasil? Nós podemos ajudar!

Até agora você viu como o tema é abordado e como você pode desenvolver o seu texto com esse assunto. As abordagens são inúmeras e você pode precisar escrever falando sobre qualquer uma delas. Como qualquer outra dissertação é preciso estar atento à língua portuguesa e à estrutura correta para esse tipo de texto. Estar informado em relação ao assunto para poder criar argumentos coerentes e convincentes também é essencial.

Ainda assim, por vários motivos, alguns alunos podem precisar de auxílio na hora de escrever o seu texto dissertativo. Caso você faça parte desse grupo, não se preocupe, nós podemos ajudar você com a sua redação pronta sobre violência.

Nossos serviços têm seu foco em auxiliar estudantes com suas tarefas acadêmicas. Para isso, contamos com centenas de escritores graduados nas mais variadas áreas de especialidade e prontos a ajudar você com seus trabalhos e textos dissertativos.Se você está com dificuldades em elaborar seu trabalho, organizar sua estrutura ou bloqueado para achar um bom tópico sobre o qual aprofundar suas ideias, contate hoje mesmo um dos nossos especialistas.

Conclusão

Neste artigo abordamos uma temática que está cada vez mais sendo requisitada nas redações: a violência urbana. Ela está presente na sociedade brasileira nas mais diversas formas, roubos, assaltos, violência de gênero, homicídio, entre outros, infelizmente fazem parte do cotidiano da população.

Por ser uma pauta tão importante, ela acaba sendo assunto para redações em escolas, provas, ENEM, universidades. Por isso é importante conhecer o assunto, estar bem informado e saber argumentar. Aqui apresentamos dicas de como fazer uma dissertação sobre a temática, além de mostrar as diversas abordagens que podem ser feitas e claro, demos exemplos de redações para você se inspirar e ampliar os seus conhecimentos.

Ainda sim, caso você precise, é possível comprar a sua redação pronta. E nós podemos ajudar você com isso. Conte conosco para encontrar um tópico, desenvolver seus argumentos, formatar o texto e muito mais. Nós temos diversos escritores, especialistas em diferentes áreas que poderão ajudar você com a sua dissertação. Então, entre em contato conosco e peça um orçamento, você terá um trabalho de qualidade e original.

Fontes para aprofundar a pesquisa:

Perguntas frequentes

Como elaborar uma redação sobre o tema violência?

Um passo importante - e isso para qualquer redação - é manter-se sempre bem informado, a partir de sites, revistas, jornais. Você precisa saber o que se passa no Brasil e no mundo. A partir disso, você terá condições de argumentar sobre o tema. O passo seguinte dize respeito à estrutura da redação: você deve prestar bastante atenção ao que for solicitado. É bastante provável que, dentro deste tema, seja solicitada uma dissertação argumentativa. Por fim, tenha cuidado com as questões ligadas à língua portuguesa, como gramática, coerência e coesão.

Quais os principais fatores que motivam a violência urbana?

De forma resumida, podemos dizer que as causas estão ligadas à desigualdade social e exclusão social, desemprego, além de problemas graves nas áreas de Educação, Segurança e Justiça.

O que fazer para acabar com a violência urbana?

Não existe uma única maneira e nem uma fórmula mágica. A solução é demorada e passa por melhorias na Educação, nas condições sociais e no sistema de justiça.

Checklist

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$3 / página

Juliana N

Autora do Studybay

Meu nome é Juliana, sou Bacharel em Filosofia pela IFCH e pós-graduada em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Tenho experiência grande com artigos, trabalhos acadêmicos, resumos e redações com garantia antiplágio.