O que é um texto injuntivo? Tipos e exemplos práticos

Publicado em 21.10.2021 por Walquiria Cassiano. Tempo de leitura: 7 minutos

Se este é o seu primeiro contato com este gênero textual, pode ser que você se assuste um pouco com o nome, mas saiba que ele se faz mais presente no seu dia a dia do que você imagina.

Tabela de Conteúdos

O texto injuntivo ou instrucional é aquele que orienta o leitor a fazer determinada coisa a partir de comandos muito claros. Tem como propósito ensinar, aconselhar, recomendar.

É daqueles que você encontra predominantemente em receitas culinárias, tutoriais de Do it Yourself (DIY), regras de jogos, manuais de instrução, por exemplo.

Acompanhe esse artigo para entender melhor sobre as características e exemplos de textos injuntivos.

👨‍🎓

Você precisa de ajuda com sua tarefa?

Se você encontra-se nesta página, então provavelmente você

Verifique o preço

O que é o texto injuntivo

O texto injuntivo, também conhecido como instrucional, é aquele que tem como objetivo guiar o seu leitor dando instruções claras do que precisa ser feito para que ele consiga chegar ao resultado final.

Ele está muito presente no nosso dia a dia. Em sua essência, esse tipo de texto é um passo a passo com a explicação do que se deve fazer. Por exemplo, bula de remédio, receitas culinárias, manual de instruções, em todos eles têm texto injuntivo por predominância.

Ou seja, ele é que vai guiar o comportamento do leitor a uma ação necessária, seja montar, construir, medicar, pintar, ou qualquer outra orientação.

Enquanto estudante universitário, é possível que você seja solicitado a fazer textos injuntivos. Eles fazem parte do dia a dia de algumas das áreas de conhecimento, como gastronomia, engenharia, medicina, letras, entre outros.

Supomos que você é estudante de gastronomia e precisa disponibilizar um passo a passo de uma receita que você criou para entregar aos professores. O seu texto vai ter predominância do tipo textual injuntivo. No modo de fazer, você vai precisar colocar o passo a passo da receita, explicando o que precisa ser feito em cada momento e com quais ingredientes irá usar em cada etapa.

O que é o texto injuntivo

Como fazer: principais características do texto injuntivo

Esse tipo textual tem características bastante peculiares, como o uso dos verbos no infinitivo. Para ser considerado injuntivo, instrucional, também é preciso que siga uma ordem que leve a um resultado final satisfatório.

Separamos aqui as principais características que você deverá levar em consideração quando produzir um texto injuntivo:

  • Escrita em caráter instrucional com uma lista para direcionar o leitor;
  • Predominância dos verbos no Imperativo (faça, coloque, mexa);
  • Não é de caráter obrigatório, ou seja, caso o leitor altere alguma ordem, não há grandes consequências ou penalidades, a não ser o fato de que o resultado não seja o mesmo;
  • Permite que se coloque outras opções - o leitor pode fazer escolhas - que também chegarão ao mesmo resultado;
  • Linguagem simples e objetiva para facilitar ao máximo o entendimento;
  • Estrutura simples, com tópicos e orientações claras.

Diferença entre texto injuntivo e texto prescritivo

Alguns estudantes podem fazer confusão entre texto injuntivo e prescritivo. Isso porque os dois tipos textuais têm, fundamentalmente, as mesmas características. Servem para instruir, orientar, são feitas por tópicos e usam verbos no imperativo.

A principal diferença entre eles é que no texto prescritivo é obrigatório seguir as instruções sob alguma penalidade, ou consequências graves, quando não ocorre a utilização conforme o descrito. O maior exemplo de texto prescritivo são as leis. Elas precisam ser seguidas, caso contrário, o cidadão pode ser penalizado.

Ou ainda, os procedimentos médicos que devem ser seguidos pelos enfermeiros. Se não forem seguidos à risca, podem colocar em risco a vida de alguém.

Já nos textos injuntivos, usando o exemplo de uma receita culinária de bolo, apesar de existir uma ordem a ser seguida que deixe o bolo mais fofo e macio, ou para que ele cresça, o leitor pode até colocar o fermento na farinha de trigo, mas se não o fizer, o bolo também pode crescer. Não é algo impeditivo.

No prescritivo, não é aberto a opções e agir alterando quaisquer uma das instruções pode causar penas. Essencialmente, os textos prescritivos impõe, exige, obriga.

Resumindo, as diferenças entre eles são:

Texto injuntivo (instrucional) Texto prescritivo
Serve para orientar o leitor a uma ação Serve para orientar, mas também tem caráter impositivo
Não é obrigatório seguir a ordem ou trocar alguns dos itens É obrigatório que se sigam as instruções exatamente como foram dadas
Não oferece riscos de penalidade Prevê penalidade

Exemplo das diferenças entre os textos instrucionais e vídeo

Exemplo das diferenças entre os textos instrucionais

Estas classificações, em geral, costumam ser objeto de estudo de vestibulandos. Segundo alguns linguistas, o texto prescritivo faz parte da classificação injuntiva, porque a finalidade é a mesma. A preocupação com os gêneros acontece mais com que vai fazer prova de concursos ou Enem.

Dicas para fazer um bom texto injuntivo

Agora que você já conhece o conceito e as principais características dos textos injuntivos, provavelmente já conseguirá escrever o seu sem muita dificuldade. Porém, ainda queremos deixar aqui algumas dicas para que o seu texto fique ainda melhor.

Primeiro, queremos deixar claro que, apesar de ter uma estrutura mais simples, também deve seguir uma linha clara com coesão e coerência seguindo o padrão de introdução, desenvolvimento e conclusão, ainda mais se for parte de trabalho acadêmico. Isto independe da tipologia do texto, porque é algo que vai ajudar a contextualizar o leitor.

Embora a conclusão não seja obrigatória no texto injuntivo, se tiver caráter de aconselhamento, de cunho legal ou até acadêmico, o ideal é finalizá-lo de forma a complementar a ideia central do texto.

O que fazer O que não fazer
✔️ Usar linguagem simples, clara e objetiva ❌ Usar palavras que impliquem duplo sentido e deixem o leitor confuso
✔️ Usar a estrutura padrão: Introdução, desenvolvimento e conclusão ❌ Não contextualizar e fazer apenas os tópicos
✔️ Usar os verbos no modo imperativo ❌ Utilizar outros modos verbais que possam causar dúvida.
✔️ Colocar opções para troca, quando houver ❌ Não deixar claro que o leitor pode fazer escolhas, quando houver essa opção

Precisa de ajuda com seus textos acadêmicos?

Sabemos o quanto é desafiador produzir trabalhos e textos acadêmicos durante o período de formação Superior. São muitas as atividades, regras e uma infinidade de outros afazeres que um estudante tem dentro da sua rotina diária.

Por isso, a StudyBay selecionou os melhores profissionais que podem te ajudar com qualquer tipo de trabalho. Tem dificuldade com a escrita, com o seu projeto de TCC, em achar um tema bom para a sua monografia? Não se preocupe mais com isso.

Entre em contato e solicite o seu orçamento personalizado.

Perguntas frequentes

O que é um texto injuntivo? Exemplo!

Os textos injuntivos são aqueles de caráter instrutivo, que direcionam o leitor a fazer algo. Como exemplo temos as receitas, bula de remédio, manual de instruções, manual de jogos, propagandas, entre outros.

Quais são as características de um texto Injuntivo?

As principais características são:

- Usar o verbo no imperativo
- Ter Instruções claras para se alcançar um resultado
- Estrutura Simples
- Linguagem simples

Qual a estrutura do texto injuntivo?

A estrutura tem que ser padrão: introdução, desenvolvimento e conclusão (este não é obrigatório, mas quando falamos de trabalho acadêmico é sempre bom colocar).

No entanto, diferente de um texto normal, os textos injuntivos precisam ser divididos em tópicos, ou listas, trazendo as instruções.

Qual a diferença entre Texto Injuntivo e Prescritivo?

A principal diferença é que os textos prescritivos, em geral, têm o caráter de ordem, obrigação e que quando a orientação não é cumprida, pode acarretar em penalidades ou graves consequências.

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

 

Checklist

Walquiria Cassiano

Autora do Studybay

Jornalista, com especialização em Jornalismo Econômico pela FGV. Trabalhei como repórter em alguns veículos de comunicação, mas me encontrei mesmo no mundo do marketing digital. Sou produtora de conteúdo para a internet, apaixonada por escrever, curiosa sobre (quase) todos os assuntos, sonhadora, imaginativa - ou criativa (chame como quiser). Já escrevo para blogs há mais de 10 anos - e sigo contando.