Como fazer um artigo científico passo a passo: exemplos e modelos prontos

Publicado em 11.03.2022 por Angela Oliveira. Tempo de leitura: 19 minutos

Entenda como fazer um artigo científico, a diferença entre artigo e TCC, os principais passos do trabalho e como alcançar os resultados esperados, seja para sua graduação ou publicação profissional. Aqui, você vai ter acesso às técnicas que os pesquisadores utilizam para compartilhar o conhecimento através do método científico, colocando suas ideias no texto de forma estruturada, deixando o conteúdo adequado ao tema. Esteja na faculdade, cursando pós-graduação ou no mercado de trabalho, esse artigo vai te ajudar. Confira!

Você vai encontrar aqui:

O que é um artigo científico

O artigo científico é uma ferramenta para o compartilhamento de saberes, seja com foco profissional ou acadêmico. Ele segue regras bem restritas e deve ser escrito com critério, a fim de assegurar a veracidade do que é apresentado.

É importante destacar que existem 3 estilos diferentes de artigos: informal, jornalístico e científico. Cada um possui características únicas e é importante saber diferenciá-los para escrever um bom artigo.

Entenda melhor cada estilo de artigo:

Informal Usa a linguagem mais popular, com gírias, abreviações etc. Gera conexão e engajamento, adequado para colunas opinativas e muito utilizado nos meios digitais.
Jornalístico Tem o objetivo de informar por meio da apresentação dos fatos e dados, com fontes fidedignas e isenção de opinião.
Científico É impessoal, voltado para explorar e aprofundar o conhecimento acerca de um tema delimitado, fazendo a ligação entre teorias e prática, colaborando assim na produção do conhecimento através dos métodos científicos.

Para que serve um artigo científico

O artigo científico é um meio por onde os pesquisadores mostram para a comunidade científica e meio acadêmico, seus estudos. Também funciona como avaliação dos formandos, se estão aptos a finalizar o curso, sendo uma das formas de TCC.

Assim, além de contribuir com a comunidade, o aluno também pode ter boas notas durante a graduação, deixando mais fácil o acesso ao mestrado e doutorado, por exemplo.

Em alguns casos, como forma de preparação para a produção de artigos, os professores solicitam que os alunos façam uma resenha de artigo científico. Uma resenha de um artigo é um resumo crítico de seu conteúdo.

Benefícios em produzir um artigo científico

Muitas pessoas escrevem o artigo científico por serem obrigadas, já que é comum que as instituições de ensino peçam o artigo como TCC pronto. Porém, poucos se lembram dos benefícios por trás dessa atividade. Vamos listar somente algumas para você:

  • Ter seu nome associado a uma produção acadêmica
  • Mais chances de conseguir entrar em uma especialização que você já está de olho
  • Ponto de partida para que você realize ou seja convidado a realizar estudos mais aprofundados sobre a temática
  • Aquisição de uma bagagem de conhecimento incrível
  • Chance de concluir o curso com um trabalho reconhecido

Até deu uma animada agora, não foi? Veja então como fazer do seu projeto, um sucesso.

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

Elementos de um artigo científico

Você sabe que não há almoço grátis, então se quiser colher os benefícios vai ter que trabalhar muito. Você já sabe que é super trabalhoso escrever um artigo científico, cheio de regras e detalhes. Porém, é importante lembrar que basta seguir uma boa estrutura e ter a orientação adequada para deixar tudo mais simples.

Nós da Studybay almejamos seu sucesso e por isso, vamos explicar cada detalhe para seu artigo científico. Primeiro, veja o que é importante colocar no seu documento:

Elementos de um artigo científico

Os elementos textuais de um artigo científico são a parte principal de seu conteúdo: introdução, desenvolvimento e conclusão. Por isso é onde você vai focar seus esforços na pesquisa. Não que outras áreas não sejam relevantes, pois também estão inclusas no método, mas é importante ter um texto sólido, bem escrito, com fontes seguras e seguindo bem as tais regras para formatar corretamente sua pesquisa. Mas pode ficar em paz pois vamos te mostrar um pouco mais de cada um, ao longo do texto.

A estrutura inicial de um artigo científico

O artigo científico fica livre da obrigatoriedade de apresentar capa e outros pré-textuais, já que é mais curtinho e tende a ser mais focado. Porém, algumas coisas precisam estar presentes logo no início do texto. Em geral, basta seguir as normas da ABNT, mas atenção pois algumas instituições podem solicitar estruturas diferentes. Veja aqui o que instrui a ABNT:

Título da pesquisa científica

Essa é a primeira coisa que seu leitor vai encontrar. Ele deve ser prático, delimitado e dizer exatamente o que sua pesquisa vai mostrar. Por vezes fica um tanto longo, mas isso não é de todo mal, se estiver somente delimitando e não enchendo de palavras sem foco na pesquisa. Um bom título e subtítulo é objetivo, informando o que será abordado na atividade. Use palavras-chave que tornem mais fácil de ser encontrado nos buscadores, como o Google, por exemplo, além de situar o leitor qual é o foco do artigo.

Nome do autor ou dos autores

Logo em seguida, vem o nome de quem escreveu, seja apenas uma pessoa ou um grupo de pesquisadores. é importante mencionar qual é a especialização - ou seja, que know how a pessoa tem para falar sobre o tema. Se for o caso, cite também a instituição (universidade ou empresa) a qual está vinculado e o e-mail, caso alguma faculdade, instituição de pesquisa ou pesquisador, em qualquer lugar do mundo, queira entrar em contato para maiores detalhes ou parcerias.

Epígrafe (facultativo)

A epígrafe é um elemento opcional, se caracteriza por ser um título ou frase colocada no início do trabalho que resume o conteúdo mais importante do artigo em questão. É de grande importância para quem sabe utilizar, mas não deve ser longa como o resumo, pois isso atrapalharia a divulgação e descobertas na área.

Resumo e Abstract

Essa é a estrela do artigo, o lugar onde você deve encantar o leitor e convencê-lo a ler todo o resto. Normalmente tem um limite de palavras e formatação única, diferente do resto do artigo. A ideia aqui é dar uma visão ampla do que está no trabalho e os resultados alcançados. Deve ser simples e atraente para chamar a atenção das pessoas. Se bem-feito, ele ajuda na divulgação e promoção do trabalho. E para favorecer ainda mais sua divulgação, muitas publicações têm também o abstract, que é a versão do resumo em inglês.

Palavras-chave (keywords)

Escolha bem as palavras-chave pois elas carregam a essência do que foi escrito. Funcionam como um indicador do que será discutido, da temática da argumentação. Elas devem ser escritas abaixo do abstract, da seguinte forma: Palavras-chave: a mais importante; decresce em importância; use no máximo 6.

Conteúdo do artigo científico

Agora vamos falar sobre o corpo do artigo, ele geralmente é dividido em quatro seções: introdução, desenvolvimento, resultados e conclusão. Logo em seguida, vem a seção de pós-textuais, que trazem elementos utilizados no artigo, seja de autoria própria ou de terceiros.

É exatamente aí onde você vai colocar todo o conhecimento adquirido por meio das inúmeras leituras, transformando em uma sequência lógica que, depois de encadeada, leva aos resultados esperados.

Funciona como uma construção, onde bloco por bloco, se vai formando um raciocínio, tornando assim a união de teoria e prática mais eficaz. O ideal é sempre montar um esqueleto com as ideias-chave e buscar novos caminhos para discutir os resultados da sua pesquisa.

Entenda como ficam os elementos textuais e pós-textuais do artigo científico:

Elementos textuais e pós-textuais do artigo científico

Todas essas etapas têm suas especificidades, servindo a um propósito específico. A seguir falaremos detalhadamente sobre cada uma delas.

Elementos textuais do artigo científico

Esse é o coração do seu artigo, onde você vai apresentar tudo o que leu e aprendeu nessa jornada, citando os melhores autores da área. Tudo o que estiver aqui, tem que se relacionar com o que você quer discutir nos resultados, então nada de encher chouriça, pois isso desvaloriza e tira o foco do seu artigo.

Veja então o que deve constar na estrutura do artigo científico, na parte textual:

Introdução É na introdução que você vai mostrar ao leitor a temática do artigo. Além disso, vai explanar rapidamente sobre os objetivos, hipóteses e metodologia utilizada. É o momento de chamar a atenção para a leitura, fazendo com que passe para o próximo passo.
Justificativa A justificativa também fica na parte da introdução, deixando clara a importância do artigo para a sociedade, estudantes, professores, profissionais da área, economia, saúde e todas os setores beneficiados com seus resultados.
Desenvolvimento (material e métodos) Na área de desenvolvimento, você deve buscar boas fontes para embasar seu estudo, entre elas artigos científicos publicados em revistas científicas de renome ou outra publicação que traga de alguma forma, ideias, pesquisas e métodos que ajudem a embasar as informações no seu texto. Claro que também deve explicar o método científico escolhido, sendo ele a base da pesquisa científica.
Resultados Todos os artigos científicos visam encontrar resultados que atendam aos objetivos, confirmando ou negando a hipótese. Eles devem ser discutidos em uma seção à parte na publicação, seja focada no ensino superior ou profissional, gerando mais conhecimento através da apresentação de novas informações.
Discussão A discussão nos artigos científicos, busca fazer uma relação entre a teoria apresentada em outros artigos ou outra publicação com os resultados apresentados no trabalho de campo ou pesquisa em artigos acadêmicos e afins, transformando dados em conhecimento.

Referências bibliográficas

As referências bibliográficas são a última parte da formatação, sendo requerida por toda faculdade ou periódico. Indique todos os materiais consultados para a atividade. As referências bibliográficas devem ser citadas conforme as normas da ABNT.

Desde o início da faculdade, acostume-se a fazer a referenciação de citações, fichamentos e afins. Dessa forma, vai ficar muito mais fácil quando chegar a hora de escrever o TCC, seja uma monografia ou artigo científico.

Dicas para escrever um bom artigo científico

Já que você se propôs ou foi compelido a escrever um trabalho desse porte para a faculdade ou disponibilizar informações no trabalho, deve saber que é importante caprichar para ter bons resultados.

Por isso, deve prestar atenção aos detalhes, não apenas durante sua produção, mas também ao final, revisando tudo em detalhes, seja com um aplicativo ou manualmente.

Seguindo uma estrutura básica é possível escrever sem maiores problemas e por isso temos algumas dicas que também podem ajudar:

Defina a hipótese Baseie-se em tudo o que leu durante o estudo do tema ao criá-la, funcionando como uma bússola para a escrita. Ela responde à pergunta de partida, confirmada ou não ao final do artigo. Capriche na elaboração dela, delimitando muito bem, pois isso vai te ajudar a estabelecer os parâmetros corretos ao estudar.
Escolha o tipo de pesquisa e a metodologia científica adequada A partir dos seus objetivos e da finalidade da atividade, escolha o método. Ele deve ser adequado, mas também leve em consideração o tempo e recursos disponíveis para sua aplicação. Não precisa ficar complicando, caso um método simples resolva o seu trabalho, porém, evite se acomodar apenas em estudos secundários, se tiver como fazer algo diferente.
Graças a internet, excelentes artigos científicos em PDF podem ser localizados e salvos em seu computador. Se você tiver dúvidas sobre como pesquisar artigos científicos, você pode consultar a seção de ajuda das bases de dados, ou então, solicitar ajuda a bibliotecários da sua instituição. Só não deixe de lado uma das melhores opções, com artigos atuais e vários estudos para se aprofundar - o Google. Procurando nos lugares certos, você tem acesso a uma incontável gama de materiais para embasar sua lógica e fundamentar a argumentação.
Consulte as normas da ABNT Use as normas da ABNT, a Associação Brasileira de Normas Técnicas. Elas podem ser um tanto chatas de aprender, mas com o tempo se torna natural. Se preferir, conte com nossos especialistas para revisar e adequar o seu trabalho.

Muitas instituições têm regras únicas para suas publicações, se atente a isso.

Tenha cuidado com a estrutura do artigo Existe uma estrutura básica para ser seguida, faz parte da metodologia do artigo científico. Um relato de caso médico pode ser publicado, porém a estrutura é completamente diferente dessa indicada para a maior parte dos textos. Então tenha atenção a isso.
Conheça sobre onde você irá publicar Conhecer a revista científica, o periódico ou o evento onde você irá publicar, é necessário para definir qual o melhor local para a publicação e também para conhecer as normas. Afinal, você não quer perder meses de espera por uma aprovação ou recusa (onde não pode aplicar em mais nenhuma outra, até ter a resposta) e descobrir que ela não tinha foco no seu tipo de pesquisa.
Aprenda a diferença entre voz ativa e voz passiva Você deve evitar ao máximo utilizar a voz passiva. Releia, tenha novos olhares e perceba como algumas poucas alterações podem deixar seu texto mais limpo.
Escreva de forma objetiva Escrever de forma objetiva fala diretamente com quem está lendo, tornando a comunicação com o leitor clara. O artigo científico é mais curto que uma monografia ou tese, então é fundamental ir direto ao ponto, explorando somente as bibliografias mais adequadas.
Elimine os erros gramaticais Erros ortográficos são inaceitáveis em artigos científicos. Por isso tenha cuidado e revise o máximo possível, a fim de eliminar todos os erros. Se achar necessário, entregue para alguém da sua confiança revisar ou contrate um dos nossos especialistas.
Evite o plágio Seja criativo e sempre dê o devido crédito a quem de fato teve a ideia contida no seu documento.

Métodos de pesquisa para artigos científicos

Métodos de pesquisa para artigo científico

Buscar, buscar, buscar… o conhecimento científico é de vital importância e se desenvolve a base de muita leitura, curiosidade e esforço. Fonte: Unsplash

O artigo deve seguir algumas metodologias ou métodos de pesquisa para afirmar a sua qualidade científica, ajudando na comprovação das hipóteses. Assim, se garante uma maior padronização, já que todas as pessoas utilizarão o mesmo design e estrutura. Facilita assim a correção, leitura e análise, sem deixar faltar nada no material apresentado. Além disso, facilita a vida do pesquisador, já mostrando todos os caminhos a seguir para uma pesquisa de qualidade.

O uso de uma metodologia já reconhecida ajuda a assegurar a confiabilidade do estudo, pois mostra quais foram os caminhos percorridos até chegar ao resultado mostrado. Para tanto, existem diversos tipos, cada um adequado a uma situação. Veja quais são os tipos de pesquisa:

Quais são os tipos de pesquisa

1. Metodologia quanto à abordagem

Aqui você pode escolher entre a qualitativa e a quantitativa. Entenda melhor cada uma delas:

Metodologia quanto à abordagem

2. Metodologia quanto à Natureza

Ela se divide entre básica e aplicada.

Metodologia quanto à Natureza

3. Metodologia quanto à classificação dos objetivos

As pesquisas podem ser classificadas de acordo com seus objetivos, que são: exploratória, descritiva e explicativa.

Metodologia quanto à classificação dos objetivos

Para facilitar seus estudos, salve o infográfico completo:

3 tipos de pesquisa

Artigos científicos prontos - quem pode ajudar e onde encontrar

Artigos científicos prontos

Ter seu artigo científico pronto é fácil. Temos especialistas em paper científico, fichamento, resenha crítica, artigo de pesquisa e tudo o que precisar. Fonte: Unsplash

Se você não tem tanto tempo quanto gostaria e precisa encontrar artigos científicos prontos, existem diversas opções por aí. Por exemplo, você pode consultar o banco de artigos da MyStudyBay, comprar o que achar mais adequado e usar como referência para criar o seu.

Claro que também pode solicitar o apoio para escrever o seu, com um dos nossos especialistas. São profissionais de diversas áreas, prontos para te apoiar em todas as etapas do seu trabalho.

Obtenha ajuda em qualquer tipo de projeto

A partir de R$10 / página

Todos podem publicar artigos

Você não precisa ser um cientista phD para publicar um artigo científico, basta conhecer as regras do jogo. Não importa em que lugar do mundo esteja a revista, você pode conhecer suas regras e, se aplicar corretamente, ter seus artigos científicos publicados.

Além disso, você pode apresentar um artigo sozinho ou em grupo, com no máximo mais 4 pesquisadores. Claro que isso vai depender das regras cabíveis e também da qualidade do seu material.

Onde publicar um artigo

Existem várias formas para isso. Normalmente eles são apresentados em revistas científicas, periódicos e anais de eventos. Mas preste atenção, publicar um artigo científico numa revista inadequada é um dos erros mais comuns, principalmente entre os iniciantes. Por isso, avalie bem seus objetivos, pesquise e analise se o local escolhido está alinhado com as suas necessidades. Veja as opções:

Revistas científicas e periódicos

Uma ds formas mais conhecidas são as revistas científicas. Algumas são gratuitas, mas as mais famosas são pagas - e muito caras, diga-se de passagem. Veja quais são as características principais para você escolher a sua:

Revistas científicas e periódicos

Encontre sua favorita em locais como o Scielo, Directory of Open Access Journals e Google Scholar. Inclusive, se você quer ver um exemplo de artigo científico, estes são os locais ideais para pesquisar.

Anais de eventos

Outra opção - mais fácil e acessível para estudantes - são os Anais de Eventos. Entenda melhor com nosso infográfico:

Anais de eventos

O que fazer e o que evitar no seu artigo científico

Tantas regras e modelos, pode ficar um tanto confuso saber o que de fato você deve fazer. Veja aqui nossa lista com os principais pontos:

Certo Errado
  • Ler outros artigos.
  • Escrever ou formatar o artigo científico sem levar em conta as especificações de cada periódico ou evento.
  • Fique atento à gramática, à coesão e à coerência, e não apenas ao conteúdo e à estrutura.
  • Escrever o artigo científico da mesma maneira que escreveria uma monografia. É necessário compreender as diferenças.
  • Fazer as citações adequadas. Qualquer trabalho científico sempre cita outros trabalhos.
  • Plágio é um pecado mortal na publicação de artigos científicos.
  • Anotar e guardar todas as referências bibliográficas utilizadas. Você precisará delas tanto para fazer citações corretas quanto para elaborar uma lista de referências completa.
  • Sair do tema e deixar o texto confuso, apresentando resultados sem discutir as ideias.
  • Seguir a metodologia adotada.
  • Citar os trabalhos de terceiros de forma incorreta, deixando incerta a fonte.

Modelos de artigos prontos: o Scielo

Vamos às dicas de modelos e exemplos que sempre trazemos em nossos artigos.

Mencionamos acima alguns indexadores. Destes, o Scielo é, além de indexador, uma base de dados muito completa e de acesso gratuito.

Veja alguns exemplos nos links a seguir. Em cada um destes links, você encontrará modelos de artigos que vão lhe ajudar muito a compreender na prática tudo que explicamos aqui.

Área Link
Ciências Agrárias
Ciências Biológicas
Ciências da Saúde
Ciências Exatas e da Terra
Ciências Humanas
Ciências Sociais Aplicadas
Engenharias
Linguística, Letras e Artes

Fontes para aprofundar a pesquisa

Com uma busca rápida no seu navegador, você encontra até centenas de trabalhos disponíveis. Muitos deles estão em repositórios de universidades ou em sites agregadores de conteúdo. Para encontrar os melhores materiais, procure os trabalhos nos lugares certos. Essas são nossas indicações:

Vídeo sobre como fazer um artigo científico

Agora que você já entendeu mais a fundo o que é esse documento, reforce o conteúdo com o vídeo da Prof. Dra. Carla Dendasck:

Se você acha que ainda precisa de algum apoio no seu TCC, então pode contar com o apoio da Studybay.

Como podemos te ajudar

Apoio no TCC

Contar com o apoio de especialistas é fundamental para ter sucesso no seu trabalho. Fonte: Unsplash

Escrever seu trabalho acadêmico ou artigo científico pode ser um desafio maior, dada a correria do dia a dia e as diversas funções que acabamos abraçando ao longo do tempo. Mas isso não é motivo para desistir e deixar para trás anos de estudo, sacrifício e dedicação.


Você ainda precisa de apoio no seu TCC?

Verifique o preço

Para te ajudar nesse processo, a Studybay tem um time incrível de especialistas, nas mais diversas áreas, para te orientar e ajudar a fazer seu artigo científico. Não importa o tema do seu trabalho, ou em que fase ele está, entre em contato agora para fazer o seu orçamento e ter o seu artigo pronto, com qualidade e no prazo certo.

Perguntas frequentes

Qual é a estrutura de um artigo científico?

Da mesma forma que acontece com uma redação dissertativa, ele deve ter introdução, desenvolvimento e conclusão. Porém, esses são apenas os elementos textuais, antes disso vêm os pré-textuais, que são muito mais simples do que em monografias e depois os pós-textuais, onde se coloca todo o material usado como fonte.

O que pode ser um artigo científico?

Ele pode ser do tipo survey, pode ser um estudo de caso, uma revisão bibliométrica, uma pesquisa-ação ou uma revisão bibliográfica, dentre outros.

O que é um artigo científico e como fazer?

Essa publicação é um texto elaborado para divulgar para a comunidade científica suas descobertas e dados de determinada pesquisa. Para fazer um artigo científico, você deve escrever, de forma sistemática, a justificativa, os resultados, a discussão, sobre a pesquisa que você fizer.

Como elaborar um artigo científico?

Para alcançar os resultados esperados na sua pesquisa, você precisa ter disciplina e buscar pessoas ou instituições que te deem respaldo para produzir. Um bom orientador, presente e que chega junto, é fundamental. Na falta dele, pode contar com nossos especialistas, que farão da sua pesquisa um sucesso.

Qual é o objetivo do artigo científico?

Os artigos científicos têm como propósito, apresentar as ideias oriundas de determinada pesquisa em um texto conciso e mais direto, a fim de trazer mais conhecimento científico para as mais diversas áreas da sociedade. O trabalho deve ser realizado por pesquisadores e ter como base as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Como traduzir de artigo científico em inglês?

Preste muita atenção aos termos específicos da área estudada, pois podem ter significados diferentes e palavras únicas para designar o sentido que está buscando. Se você não domina o idioma, o ideal é contratar um especialista em traduzir publicações científicas, como os da Studybay.

Quantas páginas deve ter um artigo científico, segundo a ABNT?

A ABNT indica que artigos científicos devem ter entre 15 e 20 páginas, não mais que isso. Os pesquisadores devem ter foco e escrever o texto de forma que o tema seja explorado em um conteúdo mais focado.

Qual a importância do artigo científico na vida acadêmica?

A maior importância está na aquisição de novas ideias e principalmente no conhecimento científico gerado nos processos de busca e produção de texto, com a apresentação de resultados que podem fundamentar uma pesquisa futura, retroalimentando o ciclo de conhecimento.

Qual a diferença entre artigo e TCC?

Um artigo científico pode ser um TCC (trabalho de conclusão de curso), porém o TCC pode ser solicitado também de outras formas. Você pode ter a orientação de entregar os resultados da sua pesquisa em forma de monografia, tese, estudo de caso, plano de negócios e muitos outros.

 

Checklist

Angela Oliveira

Autora do Studybay

Redatora SEO, editora, proofreader e Copywriter sênior, amo explorar novos mundos, compartilhar ideias e saberes, através das palavras. Sou administradora habilitada e apaixonada por marketing, sempre em busca de novos desafios. Vamos crescer juntes? Fique à vontade para se conectar!