Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho

RESENHA O Contrato Social, Editora L&PM POCKET, 1ª Edição, 2010, Rio de Janeiro., Resenha (Crítica), Ciências Políticas

Número do pedido
9291
Criado
5 de março 2021
Concluído
5 de março 2021
Preço
R$ 61,00
Ajude! É preciso fazer até ciências políticas. Tem só 1 dia Título do pedido «RESENHA O Contrato Social, Editora L&PM POCKET, 1ª Edição, 2010, Rio de Janeiro.».
crowd
Houve
0 ofertas
Oliveiraph
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho
Ou pode comprar esse trabalho....
Oliveiraph
Oliveiraph
Escritor
Páginas: 3
R$ 61,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo

A resenha que segue analisa criticamente a obra de J.J. Rousseau: O Contrato Social, publicado originalmente em 1762 quando Rousseau buscava esclarecer qual o seu ideal de um sistema político-educacional.
Rousseau busca no livro I do Contrato Social explicar como e em que condições ocorreu de um grupo de homens se juntarem e pactuarem entre si a fim de evitar que outros homens tentem prejudica-los.
O homem nasceu livre, mas perdeu essa liberdade natural quando alguém cercou uma terra e propôs como de sua posse sendo necessário então estabelecer convenções, pois Rousseau afirma não haver entre homens uma autoridade natural apenas convencional. O homem sai do estado de natureza, onde agia instintiva e limitadamente, para o estado civil ganhando a noção de justiça e moral, dando inteligência a seus atos e enobrecendo sua alma. Isso acontece quando os empecilhos que os homens enfrentavam para se manter no estado de natureza vencem a capacidade que cada individuo tem de se manter nesse estado. Mostrar todos
Essa passagem do estado de natureza ao estado cívico traz às ações dos indivíduos um aparato moral que lhe obriga a indagar a sua razão diante de suas inclinações. Apesar disso, o estado cívico possibilita ao homem desenvolver suas faculdades, enobrecer seus sentimentos, ampliar suas idéias, etc.
A criação do soberano implica que a soberania, enquanto exercício da vontade geral, é inalienável e indivisível. Implica também o estabelecimento de limites do poder do soberano, ou seja, o soberano por mais absoluto que seja não pode ultrapassar os limites das convenções estabelecidas no contrato. Assim como os indivíduos somente devem obedecer ao Príncipe na medida em que este cumprir com tua parte do contrato. Rousseau mostra sua leitura maquiavélica quando o tema é direito de morte, pois afirm Mostrar todos
Bibliografia:
ROUSSEAU, J.J.. O Contrato Social, Editora L&PM POCKET, 1ª Edição, 2010, Rio de Janeiro.
StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado comregras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido