Sendo etiquetado como autístico

Obtendo o rótulo "Autístico". Primeiro, é vital entender o Transtorno do Autismo (ASD). Neste artigo, você identificará as necessidades e o interesse das crianças com autismo de funcionamento grande e autismo de baixo funcionamento, as habilidades culturais e de conexão, anormalidades comportamentais, dificuldades de aprendizado e como adulto com autismo.

eu realmente. Detectando o autismo em uma criança. A. Os sinais, diagnóstico e tratamento. 1 Avaliações de teste: Todas as crianças com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) demonstram falhas na interação cultural, comunicação mental e não verbal e comportamentos repetitivos ou fascínio.

Também tem contato visual fraco, não sorri, muitas linhas de gadgets ou outros objetos. Não responde à identidade ou não falava 1 palavra aos 18 meses de idade. Os primeiros sinais de TEA também podem aparecer em crianças que parecem estar se desenvolvendo normalmente. 2) Cirurgia e terapias: É importante considerar que todas as pessoas afetadas pelo autismo são diferentes e podem se beneficiar de tratamentos ou intervenções distintas. Geralmente, são vários concours.

A análise de hábito aplicada é benéfica quando acostumada a ensinar habilidades complexas de comunicação, interpessoal, de jogo e de auto-ajuda. Sob o teste do radar, o treinamento é sempre que um professor ministra um treinamento e fornece implicações para uma resposta correta ou inadequada. Terapia de conversação fornece ajuda profissional e orientação em habilidades de comunicação. Dietas sem glúten e sem caseína, dietas de trabalho para aumentar a comunicação, interações interpessoais e hábitos de sono, reduzindo os problemas digestivos e ações autistas. B. Distúrbios do espectro do autismo, interesses e comportamentos. Habilidades sociais e de interação: Os indivíduos autistas geralmente exibem atividades e atividades realmente limitadas, hábito repetitivo (exemplo: repetir a mesma palavra várias vezes), seguir obsessivamente rotinas, ou talvez ter métodos metódicos e maneiras particulares de organizar as coisas. Como exemplo, uma criança pode ter poucos problemas para descobrir como ler, apesar de exibir uma discussão social ruim. Muitas vezes, entre 12 e 36 meses mais velhos, as diferenças na maneira como elas reagem às pessoas e também outros comportamentos incomuns se tornam notáveis.

Cada criança exibirá interação e habilidades culturais individuais, mas que se encaixam no diagnóstico geral de TEA. 2) Dificuldades comportamentais e de aprendizado: o autismo afeta o cérebro, transformando a maneira como as células nervosas e suas sinapses se conectam e se organizam. Eles têm dificuldade em interpretar o que os outros estão pensando ou sentem porque não conseguem entender as pistas culturais, incluindo o tom de voz ou talvez o movimento facial, e não observam os olhares de outras pessoas em busca de dicas sobre um comportamento adequado, não têm empatia. >

As crianças cujas habilidades linguísticas regridem no início da vida, antes da idade de vários, parecem possuir um risco maior que o normal de desenvolver epilepsia ou convulsão, como a atividade cerebral humana. 2. A diferença entre autismo de alto desempenho e autismo de baixo desempenho. A. A vida do garoto autista de alto desempenho. 1 As funções de seu filho com alto desempenho: Grande funcionamento significa ter um QI superior a 70. Esses indivíduos tendem a não exibir comportamentos selecionados, como danos pessoais ou agressões externas e externas. Eles geralmente têm uma superabundância de funções e maneiras normais, como falar e executar atividades do dia a dia sem problemas.

Normalmente, eles podem ter um problema ao iniciar o prazer e o relacionamento de camaradagem, muitas vezes sendo recusados ​​porque os parceiros em potencial os vêem como muito nerds ou inteligentes demais. Isso pode levar a baixa auto-estima ou solidão. Eles simplesmente não têm simpatia, embora possam ter problemas para expressar isso. Em uma instituição educacional com bons recursos, eles frequentemente se saem academicamente se podem ser simulados por bons professores. Eles geralmente são trabalhadores inteligentes, qualificados, honestos e esforçados. Pensa-se que alguns se tornem cientistas e técnicos. 2.

Os desafios de um garoto autista de alto funcionamento: Lidar com esse problema é um desafio diário, especialmente na falta de habilidades para interagir com outras pessoas. Esses indivíduos possuem tais atrasos e dificuldades culturais que a interação que tem um cenário cultural normal pode ser severamente dificultada. Alguns podem ter dificuldade menor a modesta com habilidades e habilidades motoras. Além disso, eles poderiam alimentar movimentos habituais extravagantes, nos quais se tornavam adeptos, por exemplo, balançando para trás e para frente ou batendo. B. Viver de uma criança autista com baixo funcionamento. 1.

As características de uma criança autista com baixo funcionamento: baixo funcionamento significa ter um QI abaixo de 70. Da mesma forma, significa severamente autista.Esses tipos de crianças não falam, normalmente não entendem a linguagem receptiva, geralmente não se importam nem desejam conversar, a menos que seja absolutamente necessário e extremamente limitado devido à falta de fala, geralmente não respondem muito bem à terapia comportamental e não mostra muita melhora. Reifungsverz�gerung é comum, epilepsia é comum e outros distúrbios também podem estar presentes. Eles não compartilham emoções muito bem, exceto a raiva.

Esses pensamentos são desconhecidos devido à sua incapacidade de se conectar. Eles podem ser violentos e, simplesmente, sem motivo algum, atacar um indivíduo e, em seguida, tornar-se bem e passivo novamente alguns minutos depois. 2) Os desafios de uma criança autista de baixo desempenho: gramática limitada e uma grande sensibilidade impulsiva ao estímulo são frequentemente considerados típicos do autismo de baixo funcionamento, como um forte desejo de processamento estético. Essas crianças com desafios mentais são mais inclinadas a exibir comportamentos e problemas emocionais. Scholastically, eles ficam para trás na conquista por causa de suas antecipações de idade.

Normalmente eles ficam atrás do cais por três a quatro anos. Crianças com autismo grave podem adquirir habilidades básicas de conexão, tanto orais quanto escritas. 3. Funcionamento desde um adulto com autismo. A. Trabalhar e viver como um adulto autista. 1) Vida independente vs. vida supervisionada: a vida independente envolve pessoas que lidam com o autismo dentro de sua própria casa ou propriedade com pequenas, se praticamente todas as empresas de apoio. Os serviços de suporte podem ser restritos a áreas como solução complicada de problemas, gerenciamento de caixa ou orçamento. Na vida em grupo supervisionada, as casas de grupo são instalações que atendem a várias pessoas com deficiência.

Assistência social para adultos, as pessoas moram em uma casa que tem uma família e a intenção é que ela seja permanente, sempre que possível. 2) Planejando o adulto autista destinado ao emprego: Muitos adultos autistas são capazes de trabalhar, especialmente aqueles com autismo intenso, em cursos de treinamento protegidos, sob a direção de trabalhar com pessoas com deficiência. Alguns dos ensinamentos partem de acadêmicos a mais conhecimentos da vida útil e habilidades prévias. Consequentemente, seus objetivos educacionais precisam se concentrar em planejá-los para conseguir emprego e vida adulta. B.

Associações, casamento e viver a vida ao máximo. 1) Ter relações interpessoais: existe uma gama significativa de autistas que se saíram muito bem nas associações. Uma vez que um grande autista ultrapasse o limiar do namoro na Internet, ele melhorará seu conhecimento e capacidade de lidar com relacionamentos. Os adultos ao redor do espectro do autismo devem desfrutar da televisão mais madura possível. A representação cinematográfica de emoções é particularmente boa como uma ferramenta educacional.

Vários Autísticos são ingênuos, mas também têm a vantagem de poder ver as coisas logicamente. 2) Felizmente casado e criando uma família: Muitos Autistas são felizes e pais. Com o conhecimento do Autisim, surge uma tendência muito maior de envolver pessoas que gostam da companhia de alguém com características autísticas. Um grande número de relatos de boas relações, incluindo Autística.

Ao concluir que o autismo não pode ser uma doença, é um modo de vida! O autismo não precisa ser curado, precisa ser aceito e autista para ser eles mesmos sem medo. A maioria é normal em várias coisas, assim como o resto da sociedade contemporânea. Eles podem trabalhar para desenvolver todos os seus talentos e transformar instrutores ou matemáticos impressionantes, mas a maior parte não é prodígio. Eles são simplesmente pessoas que são boas em algumas coisas e nunca em outras. Acima de tudo, trate o Autistics como qualquer outra pessoa e deixe logo depois disso a certeza de se darem a conhecer.

  • Mais de 7 000 estudantes confiam em nós para fazer seus trabalhos
  • 90% de nossos clientes colocam mais de 5 pedidos conosco
Preço especial
R$5
/página
FAZER UM PEDIDO

Últimas postagens

Leia tópicos mais informativos em nosso blog
Polícia
Nos Estados Unidos existem departamentos policiais distintos, na verdade simplesmente nenhuma outra região do mundo possui esse sistema. Os Estados...
Sensibilidade da pele
Impeça a Especulação do Laboratório de Pele 5: A conveniência será a mais sensível, pois eles são mais utilizados para tocar as coisas o tempo todo. A...
Cultura escrava - africana ou americana
Escravidão Apesar da posse de muitos negros em sua terra natal, os escravos desenvolveram uma poderosa amizade familiar nos Estados Unidos, mantendo suas...
Harmonização e avaliação da contabilidade internacional
Por décadas, entidades em todo o mundo já usam vários padrões contábeis diferentes criados a partir de vários modelos de contabilidade. Weber (1992) diz...
Khat: Etiópia e juventude somaliana
Khat é uma planta de folhas verdes cultivada predominantemente no Chifre da África e consumida na diáspora simplesmente por emigrantes da região -...
Última reflexão da auto-avaliação
Geralmente, um sempre está em processo de aprendizado? Claro! Praticamente todas as experiências que um indivíduo os faz se desenvolver e se desenvolver....
Enfermeira em perspectiva do interior marinho
Os cuidados paliativos podem ser cuidados avançados de pacientes com doenças terminais e, portanto, mais próximos do fim de suas vidas. O gerenciamento...
Phyllis Rose, ferramentas de tortura
Gaston Havandjian Professor Hubbell O idioma inglês Ensaio do Comp I Vários 13/11/12 Natureza humana: outra ferramenta para a auto-aplicação? Dirigindo...
A parte do ensaio de contabilidade contábil de supervisão
A função de gerenciar contabilidade é sempre utilizar e fornecer dados contábeis aos diretores de uma empresa e, usando essas informações contábeis, os...
Verifique o preço
do seu trabalho
Nós aceitamos:
GARANTIA DO
SEU DINHEIRO
DE VOLTA
QUALIDADE
Assine nossas atualizações
42 877 subscritores
Suporte
+55 11 4680-2890
Segue-nos
O suporte ao cliente está disponível nos dias úteis, das 6 às 21 horas; aos sábados e domingos 12.00 - 18.00.