Monografia tema: Análise dos desafios no setor de moda plus size e a percepção dos consumidores perante o mercado

Tipo de documento:Redação

Área de estudo:Fisioterapia

Documento 1

Gratidão eterna por tudo que fizeram por mim e pelo meu filho. Dedico também ao meu menino, meu lindo filho Paulo Conde Neto, por compreender e entender todos os momentos de ausência para que eu pudesse me dedicar ao curso”. Agradecimentos Agradeço primeiramente a Deus, por me proporcionar, mesmo em meio a apreensões, chegar até aqui e concluir esse trabalho. Aos meus pais que, em meio a diversas dificuldades, nunca permitiram que nada faltasse para mim e para meus irmãos, priorizando sempre e incentivando nossa jornada escolar. Agradeço a todos os professores, por compartilhar novos conhecimentos durante todo o curso, principalmente ao professor e orientador Rubens Ortega, por toda paciência, auxílio e conhecimento dividido desde o início da pesquisa. Agradeço especialmente a todas as pessoas que de algum modo, participaram da Pesquisa de Campo, particularmente, quero deixar registrado minha gratidão a todas as consumidoras do Mercado Plus Size, que responderam à pesquisa, permitindo a conclusão deste trabalho. Resumo A população acima do peso tem aumentado nos últimos anos, com isto percebe-se um movimento de valorização do corpo gordo. Esta parcela da população é consumidora da moda conhecida como plus size e está cada vez mais rejeitando os padrões de beleza tradicionais, em que os corpos magros têm destaque. Para esses consumidores, a busca por uma roupa no tamanho e estilo adequados pode não ser uma tarefa fácil. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo identificar as dificuldades do mercado da moda para que as mulheres plus size encontrem roupas ideais para seus tamanhos e estilos.

Palavras-chave: mercado, moda, consumidor, mulher, plus size, dificuldade. Abstract Overweight population has being increased in the last years, thense it is noted a movement of fat body valorization. This population group is consuming the fashion market known as plus size and it is increasingly rejecting the traditional beauty standards in which lean bodies are highlighted. For these consumers, finding a suitable size and style outfit may not be an easy task. Thus, this work aims to identify difficulties of the fashion market so those plus sizes women find clothes that are ideal for their sizes and styles. Influência da moda na identidade pessoal. O movimento fat pride e o mercado plus size. Método de Pesquisa. Análise dos Resultados. Considerações Finais. O mercado de roupas com numeração acima de 44 (para mulheres), conhecido como mercado plus size, está em expansão e cresce cerca de 6 % ao ano.

De acordo com a Associação Brasileira do Vestuário (Abravest), este mercado movimenta certa de 4,5 milhões de reais anualmente. Com o crescimento do mercado plus size, vem aumentando a divulgação nas mídias, outdoors e flyers, além disso, também estão expandindo a quantidade de desfiles e eventos voltados para o público de pessoas acima do peso considerado ideal. Apesar da expansão deste segmento do mercado da moda e surgimento de lojas especializadas, os itens disponíveis para mulheres plus size nem sempre atendem às expectativas, pois muitas vezes não acompanham a tendência da moda e a variação dos modelos disponíveis. Justificativa A parcela da população acima do peso está aumentando e tornando-se consumidores cada vez mais exigentes, que querem adquirir itens como roupas e acessórios que complementem seu visual e estilo, acompanhando a mesma tendência da moda feita para os “corpos magros”.

Neste período também houve uma democratização da moda, que passou a atingir todas as camadas sociais (CASTRO, 2004). Segundo Castro (2004), a relação entre corpo e moda possui ambiguidade e tensões, uma vez que a moda atua na formatação do corpo, ditando quais áreas devem ser valorizadas, se o indivíduo deve aumentar ou reduzir o volume de seu corpo. Por outro lado, o corpo limita a moda, estabelecendo características de proporção, volume e medidas para a criação do estilista. A roupa e os adereços usados são como parte do indivíduo e possuem um papel de segunda pele, buscando valorizar o corpo, que deseja expressar um estilo, uma identidade. No entanto, o estilo que o indivíduo deseja manifestar, algumas vezes, pode estar em desacordo com a moda, pois, a moda contém um conjunto de regras e convenções, impondo o que é ou não permitido com relação às cores, tecidos e cortes da estação.

Essas mulheres enfrentaram muitas dificuldades para encontrarem roupas adequadas, principalmente em lojas de departamento, que passaram a vender tamanhos maiores apenas em coleções limitadas, sendo que os estilos contemporâneos eram quase inexistentes (CHOWDHARY; BEALE, 1988). Neste contexto, deu-se início ao movimento conhecido como fat pride. O movimento fat pride e o mercado plus size O movimento fat pride (do inglês, orgulho gordo) teve início na década de 1960, nos Estados Unidos, com manifestações públicas contra a discriminação e pela aceitação social da obesidade. A National Association for Advance of Fat Acceptance (NAAFA), fundada em 1969, pode ser considerada uma boa representante deste movimento e tem por objetivo a construção de uma sociedade em que todos os indivíduos, independente de seu tamanho, possam ser aceitos com igualdade e dignidade.

Este movimento pode ser considerado como uma estratégia para enfrentar o estigma que a obesidade tem, como uma possibilidade de reduzir seu peso social e tornar a convivência melhor com essa condição (NEVES; MENDONÇA, 2014). Neste cenário, a obesidade passou a ser tratada de maneira mais positiva na cultura pop, no design, na indústria, nas ruas e até mesmo na moda, segmento este que raramente incluía quem estivesse fora dos padrões de magreza (MARCELJA, 2015). Tendo em vista que a população está engordando e diante do crescente movimento pela notoriedade e aceitação do corpo de pessoas com excesso de peso, a indústria da moda tem voltado sua atenção a este público. “A estratégia de ver os consumidores acima do peso ideal com outros olhos tem agradado ao mercado de moda segmentada” (MARCELJA, 2015, p.

Este segmento é conhecido como moda plus size, é dedicado à produção de vestuários de tamanhos maiores (acima de 44, para mulheres). A moda plus size vem de encontro com as exigências das consumidoras que estão acima do peso e não querem vestir apenas roupas que lhes servem. Para isto, um questionário foi criado no Google Formulários e divulgado na Internet através de grupos plus size em redes sociais. Foi disponibilizado no período de 06 a 11 de fevereiro de 2018, tendo 206 formulários respondidos, porém, destes apenas 199 foram considerados válidos, pois o restante (sete formulários) não foi respondido completamente. Embora a pesquisa tenha alcançado uma grande quantidade de respondentes durante o curto período (seis dias) em que ficou disponibilizada, a mesma apresentou algumas limitações como: a percepção das pessoas que se consideram acima do peso, visto que algumas pessoas podem não admitir estarem fora da faixa de peso ideal e por isso optaram por não participarem da pesquisa; o mercado brasileiro de moda plus size não foi especificado e nem os fornecedores de roupas levados em consideração, pois a pesquisa teve um foco mais abrangente em relação às percepções das consumidoras; outra limitação foi a própria ferramenta de criação do questionário, que não permitiu formular perguntas com campo aberto para que as respondentes pudessem complementar ou justificar as respostas dadas a cada questão.

O questionário (Apêndice A) criado para a realização da pesquisa de campo foi composto por 15 perguntas de múltipla escolha, de modo que a respondente pudesse escolher apenas uma das respostas, aquela que melhor representasse sua realidade. Cada uma das perguntas possuiu um objetivo específico (Tabela 1). complementando a pergunta 15 Tabela 1: Perguntas presentes no formulário de pesquisa e seus respectivos objetivos (continuação). Nº Pergunta 8 Onde Objetivo você costuma comprar suas roupas? Conhecer as características do mercado plus size para especificar o tipo de loja (especializada, departamento etc. em que as consumidoras plus size conseguem encontrar roupas que lhe agradem. Você acredita que o preço Conhecer as características do produto de das roupas plus size modo a comparar o preço das roupas plus size dificulta o acesso das com o preço das roupas de modelos menores.

consumidoras? 10 Você acha que o mercado Conhecer as características do mercado plus brasileiro de moda plus size para analisar as dificuldades encontradas size as pelas consumidoras em relação ao disponível necessidades atuais desta no mercado da moda, isto é, analisar se demanda? existem várias opções de modelos de roupas supre ou se a quantidade de modelos é restrita. Observa-se que mais da metade das mulheres, que participaram da pesquisa, possuem idade entre 18 e 35 anos (53 %) (Figura 1a), isto pode ser justificado pelo fato de o questionário ter sido divulgado em redes sociais, já que a maior parte das pessoas que as utilizam são de jovens. Também se verifica que grande parte das respondentes é de solteiras (44 %) e casadas (44 %) (Figura 1b), o que está diretamente relacionado à faixa etária, sendo que a maioria das mulheres solteiras e casadas tem até 45 anos.

Figura 1: Perfil das mulheres consumidoras de moda plus size: (a) faixa etária; (b) estado civil. Fonte: O autor. Como esperado, observa-se que existe uma relação direta entre o peso e o manequim das mulheres entrevistadas (Figura 2). Figura 3: (a) Frequência com que as mulheres plus size fazem compras de roupas; (b) dificuldade que estas consumidoras têm para encontrar roupas adequadas ao seu estilo e/ou idade. Fonte: O autor. Ainda sobre a dificuldade que as mulheres plus size enfrentam em relação à moda, elas foram questionadas sobre o grau de dificuldade que possuem para encontrarem roupas adequadas ao seu tamanho (Figura 4a). A quantidade de mulheres que afirmam ter dificuldade de grau médio e alto é muito próximo, 48 % e 45 %, respectivamente; apenas 7 % destas consumidoras dizem ter baixa dificuldade.

Estes números também corroboram com o fato de estas mulheres fazerem compras com baixa frequência. Visando compreender a satisfação das mulheres consumidoras de moda plus size, elas responderam a uma pergunta sobre suas motivações para compras roupas (Figura 6). Verifica-se que mais da metade das respondentes (72 %) dizem gostar de fazer compras, porém sentem-se desmotivadas quando não encontram peças que lhes agradem; 13 % afirmam gostar de fazer comprar por gostarem muito de moda; 8 % evitam ir às compras devido às dificuldades; e, 7 % compram apenas em ocasiões especiais. Esta desmotivação está diretamente relacionada à baixa atenção que o mercado da moda dá ao segmento plus size, pois 88,3 % das mulheres que dizem gostar de ir às compras, mas se sentem desmotivadas, também alegam que o mercado de moda plus size ainda é restrito e possui poucas opções de modelos.

Figura 6: Respostas obtidas sobre a satisfação das mulheres plus size para fazerem compras. Fonte: O autor. Figura 9: Respostas obtidas sobre as impressões das entrevistas em relação aos consumidores de moda plus size estarem fora dos padrões impostos pela mídia. Fonte: O autor. Nesta pesquisa, a percepção das mulheres entrevistadas é de que elas não são representadas pela mídia, ou seja, não atendem aos padrões tradicionais; também sentem que o mercado da moda ainda ignora o segmento plus size. Por outro lado, não se sabe se mulheres com corpos magros têm percepções semelhantes às mulheres acima do peso, pois o presente trabalho limitou-se a entrevistar consumidores da moda plus size. Essas constatações corroboram com o exposto anteriormente, de que a percepção corporal depende de como cada indivíduo avalia o próprio corpo.

Este segmento possui grandes oportunidades no varejo, uma vez que mais da metade da população é composta por pessoas acima do peso. O presente trabalho possibilitou perceber as maiores dificuldades de mulheres plus size, as quais são: poucas opções de modelos que acompanham a moda do momento, roupas com caimento que não são adequados e preços elevados. Diante deste cenário, as empresas de vestuário deveriam repensar nas numerações de suas coleções para incluir roupas com numerações maiores tendo em vista o crescimento da população acima do peso. Além disso, deveriam fazer uma divulgação de maneira mais positiva sobre os produtos da moda plus size, visando incluir e atrair os consumidores deste nicho, que também querem vestir-se com peças ideais às suas idades e estilos, seguindo a tendência da moda.

Seria uma oportunidade aumentar a demanda para a compra destes produtos e aproximar-se de uma parcela da população que está crescendo no país. set. CHOWDHARY, Usha; BEALE, Nadine V. Plus-size women's clothing interest, satisfactions and dissatisfactions with ready-to-wear apparel. Perceptual and Motor Skills. v. São Paulo: Atlas, 2008 GODOI, Marcos Roberto. Corpos femininos volumosos e estética: discursos contrahegemônicos sobre beleza em blogs na internet. Movimento, Rio Grande do Sul, v. n. p. com. br/2011/03/mas-afinal-o-que-e-plus-sizedesabafo. html>. Acesso em: 12 out. apud SILVA, Amanda Prado. MARCELJA, Karen Grujicic. A busca por uma identidade através da moda plus size. Congresso Internacional Comunicação e Consumo, São Paulo, out. NEVES, Alden dos Santos; MENDONÇA, André Luís de Oliveira. Alterações na identidade social do obeso: do estigma ao fat pride.

doi. org/10. dobras. v9i20. APÊNDICE A - Formulário criado para realização da pesquisa de campo. Você costuma encontrar roupas que se encaixem no seu estilo e/ou idade com o tamanho adequado? o Sim o Sim, mas com certa dificuldade o Não, as roupas não se encaixam no meu estilo e/ou idade 7. De acordo com seu estilo, qual o nível de dificuldade para encontrar roupas plus size? o Baixo o Médio o Alto 8. Onde você costuma comprar suas roupas? o Loja especializada em moda Plus Size o Loja de departamento o Loja online o Outros: brechó, bazar, lojas de rua,. Você acredita que o preço das roupas plus size dificulta o acesso das consumidoras? o Sim, pois os preços são elevados o Não, pois os preços são semelhantes o A dificuldade maior refere-se a falta de opções de tamanhos 10.

Você acha que o mercado brasileiro de moda plus size supre as necessidades atuais desta demanda? o Sim, pois as opções aumentaram o Melhorou, mas ainda continua restrito e com poucas opções o Não melhorou 11.

750 R$ para obter acesso e baixar trabalho pronto

Apenas no StudyBank

Modelo original

Para download

Documentos semelhantes

DOENÇA DE PARKINSON

Palavras: 1925

Páginas: 7

Comunicação integrada de marketing

Palavras: 3025

Páginas: 11

A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DIGITAL

Palavras: 3025

Páginas: 11

CURSO DE TECNOLOGIA EM MARKETING

Palavras: 3025

Páginas: 11

Marketing cultural

Palavras: 2200

Páginas: 8

Novas técnicas de marketing digital

Palavras: 4675

Páginas: 17

11 Estratégias de Marketing Digital

Palavras: 2475

Páginas: 9