O valor intelectual do curso de direito processual do trabalho

A seara do Direito Processual – área do direito muitíssimo bem explorada no curso de direito processual do trabalho é – dentre as várias áreas de direito processual, a mais importante. Com ênfase ainda maior pode-se dizer o acima mencionado para os profissionais recém-ingressantes no mercado de trabalho, já que se trata de consenso o fato de que, para os iniciantes, o ramo do direito de trabalho é a área de mais rápido retorno financeiro. Tendo em vista o ambiente de trabalho competitivo como o atual, é mais que necessário, é fundamental que o profissional se especialize em determinadas áreas para que possa exercer com expertise a profissão pela qual optou.

Como funciona

Estudante cria o pedido

Estudante cria o pedido

Escritores dão ofertas

Escritores dão ofertas

Estudiante contrara o escritor

Estudiante contrara o escritor

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

Calculadora de Preço
Nós temos os melhores preços, veja por si mesmo!
Data de entrega
Especifique quando você gostaria de receber o trabalho do seu escritor. Certifique-se de deixar mais alguns dias se precisar do papel revisado. Você terá mais 20 dias de garantia para solicitar quaisquer revisões, gratuitamente.
Páginas
Palavras
+
Nosso Preço
Nosso preço é calculado com base em dados estatísticos retirados das ofertas do escritores da Studybay
Preço dos concorrentes
Nós coletamos e analisamos dados da média de preços oferecidos pelos websites concorrentes
R$ 0 MELHORES PREÇOS
R$ 0

O que o direito processual trabalhista promete nada mais é que a regulamentação do exercício da função jurisdicional trabalhista. Portanto, tal disciplina regulamenta o exercício da jurisdição quanto às lides de natureza trabalhista. As normas do direito processual trabalhista regulam a composição do litígio pela aplicação do direito e é este que constitui o instrumento do órgão jurisdicional para resolver a lide. É ciência autônoma, pois não há direito especial sem juiz próprio, sem matéria jurídica especial e sem direito autônomo. Ensina-se no curso de direito processual do trabalho, dentre uma infinidade de outras coisas essenciais ao exercício da profissão os princípios processuais trabalhistas, dentre os quais:

  1. Princípio da igualdade (ou isonomia);
  2. Princípio do contraditório;
  3. Princípio da ampla defesa;
  4. Princípio da imparcialidade do juiz.

Para não deixar a questão de todo em abstrato, esclarece-se sucintamente que:

1. O princípio da igualdade ou isonomia está esculpido no art. 5º, caput, da CF, que assim dispõe: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade (...).”

Desprende-se, portanto, deste artigo que homens e mulheres, possuem igualdade em direitos e obrigações. Dessa forma, esse mesmo preceito deve imperar e reger as relações de natureza processual-trabalhista. No campo processual, especificamente na área trabalhista, demandante e demandado possuem os mesmos direitos e obrigações processuais (direito de recorrer da sentença que lhe for desfavorável, dever de provar o que alega – ônus da prova, dever em não alterar a verdade dos fatos, entre outros). Ocorre, no entanto, que no processo trabalhista, existem certas exceções à aplicabilidade do princípio da isonomia, para ilustrar, o prazo concedido à Fazenda Pública e ao Ministério Público para contestar e para recorrer. Deve-se observar, por fim, que o princípio da igualdade, na esfera processual trabalhista é aplicável tanto nos dissídios individuais quanto nos dissídios coletivos.

2. Sobre o princípio do contraditório deve-se ter em mente que ele está estabelecido no art. 5º, LV, da Constituição da República Federativa do Brasil do ano de 1988, onde consta: “aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes”.

Alexandre de Moraes, sobre o princípio do contraditório, salienta que “a todo ato produzido pela acusação caberá igual direito da defesa de opor-se-lhe ou de dar-lhe a versão que melhor lhe apresente, ou, ainda, de fornecer uma interpretação jurídica diversa daquela feita pelo autor”. Este princípio, como o anteriormente estudado, também comporta exceção à regra.

3. O princípio da ampla defesa, também esculpido no art. 5º, LV, da CF, como visto acima, é um desdobramento do princípio do contraditório. É um princípio que se põe como indispensável à manutenção do estado democrático de direito. Consiste este princípio em proporcionar ao réu as condições necessárias ao esclarecimento da verdade. O princípio em questão permite ao réu que o mesmo se omita ou se cale perante o juízo, se assim lhe convir.

4. O princípio da informador da imparcialidade do juiz é outro do grupo daqueles que podem ser tidos como essenciais à manutenção de um Estado Democrático de Direito, pois toda pessoa deve ter direito, em condições de plena igualdade, de ser ouvida publicamente e com justiça por um tribunal independente e imparcial, para a determinação de seus direitos e obrigações ou para o exame de qualquer acusação contra ela em matéria penal. Para preservar o princípio da imparcialidade, a Constituição Federal, em seu art. 95, I a III, garante aos magistrados as garantias de vitaliciedade, inamovibilidade e irredutibilidade de subsídio.

O processo trabalhista possui uma infinidade de relações jurídicas, princípios e métodos próprios, tudo isso, além de outras diversas questões de que os profissionais possuem obrigação de estarem a par se querem integrar o mercado de trabalho oferecendo um mínimo de competência podem ser aprendidas no curso de direito processual.

Abrindo-se à possibilidade de realização do curso de direito o profissional passa a ter diante de um espectro muito maior de possibilidades de demandas trabalhistas além da possibilidade de eventualmente auferir renda passando a diante, situação diante da qual deverá tratar com seus alunos sobre:

  1. Quais seriam os fundamentos básicos do direito processual;
  2. Qual é e exatamente como funciona a organização judiciária da justiça trabalhista;
  3. Qual o formato mais indicado e meios mais fáceis de manusear ações, bem como elaborar petições trabalhistas;

Para aqueles que desejarem melhores informações acerca de como proceder em relação a qual exatamente seria o conteúdo deste curso que se oferta esclarece que conta, sem considerar detalhes outros a serem fornecidos oportunamente quando do ato da inscrição na condição de aluno, da seguinte divisão:

  1. Introdução;
  2. Fundamentos e Conceitos;
  3. Organização Judiciária do Trabalho;
  4. Procedimento nos Dissídios Individuais;
  5. Nulidades dos Atos Processuais;
  6. Bibliografia/Links Recomendados;

Para quem possa ainda depois de tudo que já se explanou acerca do tema ter dúvidas, cumpre anotar que corroborando com o que foi dito no início do artigo, 98% dos processos trabalhistas de todo o planeta estão no nosso país. Isso implica em uma demanda enorme de profissionais necessários ao exercício da profissão nesta área. Então a situação que se afigura é: o Brasil, sozinho, é responsável por 98% dos processos trabalhistas em todo o planeta Terra. Detalhe: nosso país tem 3% da população mundial.

É fato mais do que público e notório que o Direito Trabalhista e, em especial o Processo Trabalhista Brasileiro vêm passando por consideráveis mudanças, algumas atualizações feitas de modo a incrementar o arcabouço de direitos de todos aqueles que a esta legislação se submetem, quanto transformações que por seus efeitos retiram de maneira grave e dramática o direito de milhões de trabalhadores.

Para lutar contra esse tipo de situação é necessário que o profissional esteja atualizado e ciente de todas as recentes alterações – seja para atuar de maneira contenciosa, seja para atuar prestando serviços de consultoria para qualquer empresa – ajudando a prevenir questões de ordem trabalhistas com base na orientação legal e também defendendo a empresa em questões contenciosas tentando fazer um controle do dano causado por eventuais falhas na administração dos contratos feitos para formalização de relação empregatícia ou simplesmente laboral.

Como o que ocorre - nesse contexto – é demasiado truncado e põe em jogo interesses dos mais diversos, acaba competindo ao profissional da área a atualização para aquisição de expertise suficiente para a atuação em novos e consagrados temas. Temas estes que merecem estudo mais aprofundado, como: pejotização; parassubordinação; dumping social; assédio moral e processual; discriminações no ambiente de trabalho; terceirização e intermediação de mão de obra; interesses ou direitos transindividuais ou metaindividuais; trabalho decente; representação dos trabalhadores na empresa; participação dos trabalhadores na gestão da empresa; teletrabalho; dano moral coletivo; entre outros. Todas essas informações e todo esse conhecimento podem ser facilmente adquiridos, bastando que o interessado queira de fato ser um profissional melhor, o que o levará a se inscrever no curso de direito processual do trabalho para se tornar um profissional detentor de característica excepcional, especializado na área em que se propõe atuar e atendendo com o máximo esmero os interesses daquele que lhe contratar.

O que é a MyStudybay.com.br

  • Mais de 15 anos de experiência na assistência de redação acadêmica
  • 100% de escrita original
  • Avaliação de cliente de 97%
  • 24/7 FREE customer support via phone and email
  • Política flexível de descontos
  • Serviços VIP disponíveis
  • Todos os temas disponíveis

Atividade do site de hoje

Preparando pedidos
Preparando pedidos
755
Pedidos concluídos
Pedidos concluídos
357
Escritores ativos
Escritores ativos
5650
Revisores
Revisores
60
Programas de desconto disponíveis para clientes
Programas de desconto disponíveis para clientes
6
Avaliações de Clientes
Avaliações de Clientes
57
Operators online
Operators online
15

What we can offer

Recursos GRÁTIS em todas as ordens

grátis

Desconto total: $65

  • Resumo$5
  • Correções*$30
  • Página de título$5
  • Bibliografia$15
  • Formatação$10

Formato

Todos os formatos são disponíveis

Nossos descontos

Preço especial $5 /página

Está sem tempo para fazer seu trabalho? Fique tranquilo, o fazemos para você. Temos especialistas tanto para trabalhos escolares quanto para dissertações de mestrado/doutorado

Consiga ajuda com qualquer tipo de trabalho