Parabens! R$10 serão adicionados ao seu saldo depois de registração

Aprenda Como Fazer um Estudo de Caso

 

Sumário rápido:

 

Se você é daqueles que vive antenado no mundo dos negócios, muito provavelmente já ouviu falar no estudo de caso.

Utilizado bastante no cenário acadêmico, várias empresas têm aderido a esse tipo de trabalho ao longo dos anos, seja para gerar leads, atrair clientes, marketing da empresa, ou mesmo no contexto acadêmico.

O estudo de caso é uma importante ferramenta. Ao longo desse artigo te explicaremos mais sobre ele, sua estrutura, seus benefícios e te ajudaremos a elaborar um.

Então, se você precisa aprender como elaborar um estudo de caso passo a passo, este artigo é o ponto de partida para você!

Como funciona

Estudante cria o pedido

Estudante cria o pedido

Escritores dão ofertas

Escritores dão ofertas

Estudiante contrara o escritor

Estudiante contrara o escritor

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

ESCRITOR COMEÇA A TRABALHAR

Calculadora de Preço
Nós temos os melhores preços, veja por si mesmo!
Data de entrega
Especifique quando gostaria de receber o projeto do especialista. Deixe mais alguns dias se precisar que o mesmo seja revisado. Você terá 20 dias de garantia para solicitar quaisquer revisões, gratuitamente.
Páginas
Palavras
+
Nosso Preço
Nosso preço é calculado com base em dados estatísticos retirados das ofertas do escritores da Studybay
Preço dos concorrentes
Nós coletamos e analisamos dados da média de preços oferecidos pelos websites concorrentes
R$ 0 MELHORES PREÇOS
R$ 0

Vamos começar fornecendo as explicações da Wikipedia sobre estudos de caso. Segundo a página, “caso de estudo ou estudo de caso são expressões sinônimas que designam um método da abordagem de investigação em ciências sociais simples ou aplicadas”.

Ainda de acordo com a Wikipedia, os estudos de caso utilizam um ou mais métodos qualitativos de coleta de informações, não seguindo uma linha rígida de investigação.

O estudo de caso é um método de pesquisa. Seu diferencial é focar em eventos da vida real, e a partir deles responder às perguntas de pesquisa.

Ele é um instrumento pedagógico muito utilizado nas instituições de ensino, faz com que o aluno escolha um problema, pesquise sobre ele, analise os resultados encontrados, desenvolva argumentos e proponha soluções para o caso.

Ao desenvolver uma pesquisa tipo estudo de caso o aluno é desafiado a refletir, argumentar e tentar encontrar soluções para o problema em questão.

Dessa forma, consiste em uma investigação que coleta e analisa os dados.

Uma boa dica é conferir estudos de caso antes de começar o seu. É claro que isso não é uma regra, você pode fazer os estudos de caso da forma que se sentir mais à vontade.

Entretanto, alertamos que nossas dicas são baseadas em experiências reais, isto é, o que já deu certo.

Se você está inseguro do que está fazendo, é uma boa ideia seguir nossas dicas, especialmente se for sua primeira vez com esse tipo de projeto.

Isso conclui a definição de estudo de caso. Já no âmbito dos negócios, usar estudos de caso pode ser uma importante ferramenta para angariar clientes, mostrando por exemplo como alguma empresa superou tal desafio ou alcançou bons resultados.

Geralmente são utilizados para demonstrar como conseguir clientes, como ganhar mais, gastar menos, produzir mais e etc.

É uma excelente forma de promover soluções, mostrando para os demais um resultado alcançado com o cliente anterior, gerando dessa forma mais credibilidade para a empresa a ser contratada. Mas então o que é case?

Case é como também são chamados os estudos de casos. São muito utilizados por empresas de marketing ou empresas que prestam consultoria nos mais variados campos.

Porém, os estudos de caso não se limitam apenas ao mundo dos negócios, ele é muito utilizado por diversas áreas no âmbito acadêmico.

No decorrer desse artigo trataremos do caso pronto em diversas áreas, demonstrando um pouco sua utilização e desenvoltura, para dar uma ideia de como seriam na prática.

Como Seriam Esses Estudos de Caso na Prática?

Se você está no âmbito acadêmico e só ouvir falar em estudos de caso te causa terrores noturnos, se acalme. Mas então como elaborar um estudo de caso?

Resolvemos abordar de forma resumida um exemplo de estudo de caso em diversas áreas de atuação.

Você poderá ver exemplos e modelos de trabalhos acadêmicos que foram feitos utilizando a metodologia do estudo de caso. Ler criticamente estes trabalhos será um exercício interessante e completo para você.

Assim, se alguma delas for a sua área de atuação, esse conteúdo poderá servir como modelo de estudo de caso para te ajudar. Vamos lá então, separamos aqui algumas áreas a serem abordadas, cada uma delas com uma metodologia diferente.

  • Enfermagem;

  • Psicologia;

  • Serviço Social;

  • Pedagogia;

  • Logística;

  • Administração;

  • Marketing;

  • Vendas;

  • Direito;

  • Medicina.

Como fazer um estudo de caso em Enfermagem?

Na área de enfermagem esse trabalho é um velho conhecido. Ressalta-se que o caso na área de enfermagem gerou um plano de cuidados que baseia a ação do enfermeiro na história do paciente.

O estudo de caso na enfermagem é muito importante pois estabelece os cuidados a serem tomados com base no diagnóstico médico do paciente. Desse modo, ele visa explorar um sistema de um determinado caso através de coleta de dados e informações.

Além disso, permite que o profissional observe e analise uma determinada situação real, provendo conhecimento de que maneira esse profissional poderá atuar. Com isso, o estudante poderá delimitar o problema, discutir como prevenir e sugerir as melhores soluções.

Desse modo, o estudo de caso pronto em enfermagem traz diversas vantagens para os alunos. É uma excelente estratégia, pois aumenta o conhecimento teórico-prático, estimula o raciocínio próprio, bem como a autonomia nas escolhas para solucionar determinado problema.

Como fazer um estudo de caso em Psicologia

Como na enfermagem, o estudo de caso em psicologia demonstra sua suma importância pois ele almeja compreender vários fenômenos sociais e psicológicos, pondo em discussão problemas contemporâneos e a melhor solução para os mesmos.

Mas vale ressaltar que a obtenção de um resultado com a pesquisa não gera uma regra que deve ser seguida, por isso é importante que os estudantes de psicologia não façam generalizações com base nas singularidades pesquisadas por ele e nem fiquem presos em um estudo de caso descritivo.

Em psicologia apresentam-se alguns tipos de estudo de caso, como os estudos incorporados e holísticos. Mas nestas situações, o que é estudo de caso?

No estudo de caso incorporado, como o nome já sugere, quando surgirem variáveis ao longo da pesquisa, você deverá incorporá-las na sua pesquisa e estudar essas variáveis.

O grande problema desse tipo de estudo é que por vezes as quantidades de variáveis encontradas podem ser gigantes e assim o estudante acaba por não conseguir trazer um resultado satisfatório para todas elas.

E o estudo de caso holístico? Nesse método de estudo de caso, ao contrário do que possa parecer, você não ignora as variáveis, mas sim fará um apanhado geral sobre o tema, trazendo uma análise global acerca do objeto pesquisado.

O grande problema dessa forma de estudo é que por vezes você pode acabar negligenciando algumas variáveis que são sim importantes, e que trariam uma compreensão melhor sobre o objeto de estudo.

Por vezes, estudantes que optam por esse método acabam voltando ao início do trabalho e refazendo-o com base nas novas descobertas.

Como fazer um estudo de caso em Serviço Social?

Os estudos de casos nessa área são de suma importância, pois permitem que o atuante aprenda e absorva conhecimento acerca de uma determinada realidade, de modo que possa construir formas de atuação para o exercício profissional com base naquela realidade específica.

Ele auxilia não somente a delimitar um arsenal de técnicas a serem utilizadas, como também serve para levantar informações acerca de múltiplas ocorrências de determinados fatos em algumas regiões. Estudo de casos existem em grande quantidade nessa área.

Tem por finalidade conhecer a realidade social, a qual possui uma questão passível de intervenção. Cada objeto de estudo possui um contexto único e singular.

Nesse passo, é extremamente importante que o profissional realize um estudo técnico antecipado e realize uma ação planejada e refletida com afinco, para que com base nesse conhecimento adquirido ele tenha a possibilidade de gerar as mudanças desejadas.

Esse estudo é realizado mediante a recolha de dados reais com vários pontos de vista, em diferentes ângulos, interpretando criticamente as respostas alcançadas.

Os estudos de casos em serviço social cobrem uma ampla área, indo desde núcleos familiares, à comunidade, a sociedade, até atingir outros setores como a saúde, a educação, o transporte, a renda, o lazer e diversos outros fatores que compõem a vida em sociedade e suas peculiaridades.

Assim, nesse extenso universo compreender a demanda exigida e avaliar planos, projetos, programas e formas de atuação é a maneira de agir de um estudo de caso em serviço social.

Como fazer um estudo de caso em Pedagogia?

Em pedagogia os estudos de caso tem por parâmetro de atuação o uso de experiências reais. Com isso, a reflexão dos profissionais de educação é provocada acerca da problemática encontrada e as práticas a serem tomadas para resolução do conflito. Isso coloca esses profissionais em situações que envolvem escolhas.

O uso de case permite não só que os profissionais transmitam conhecimento ao longo do tempo, como também se tornem participantes ativos desse processo de aprendizagem, desenvolvendo novas técnicas, gerando debates e discussões que tem por objeto enriquecer o conhecimento acerca do tema explorado.

Nessa ótica, os estudos de caso se tornam muito interessantes para os estudantes e até mesmo profissionais da área pedagógica, pois eles podem pesquisar cada professor, profissional, gestor em sua forma de atuação, identificando os principais desafios e as questões a serem levantadas antes de formular soluções e abordagens apropriadas para a situação.

Importante ressaltar que os estudos de caso em pedagogia servem como excelente contribuição para resolução de problemáticas, mas não têm por obrigação resolvê-las imediatamente, podendo depois essa pesquisa ser continuada num programa de investigação mais abrangente.

Vale ressaltar os desafios de se realizar os estudos de caso em pedagogia, pois por vezes os alunos deixam a sua posição de aprendizado passivo e passam a contribuir ativamente no processo de coleta de informação e elaboração do trabalho

Sendo desafiados a trabalharem com outras pessoas, e compreenderam que a maioria dos casos não possuem uma resposta correta, portanto, estes devem ser desafiados a fazerem escolhas com base nas respostas encontradas até então. Isso fortalece os estudos de caso.

Como fazer um estudo de caso em Logística

Realizar um estudo de caso no ramo da logística talvez seja um dos mais importantes que trazemos até aqui.

Tendo em vista que o processo logístico tem como finalidade atender o processo produtivo lhe fornecendo suprimentos, matéria-prima, insumos, equipamentos, peças e o que mais for necessário para a sua produção, confecção, armazenamento e realização de entrega.

A realização de um estudo de caso em logística se justifica pela necessidade de tomada de decisão dentro do processo de planejamento logístico, fazendo com que seja imprescindível a elaboração de um estudo prévio acerca de determinado tema.

Antes de prosseguirmos, lembre-se de não confundir estudos de caso de logística com os de administração.

Se antes o uso de estudo de caso era criticado por especialistas, atualmente vem ganhando sua força e espaço necessário, pois a necessidade de estabelecer métodos empíricos para incorporar informações reais às pesquisas realizadas está conquistando seu espaço.

Além do mais, o estudo de caso é uma excelente maneira de investigar novos conceitos, métodos e verificar como seriam aplicados esses conceitos na prática.

Como fazer um estudo de caso em Administração

O uso de estudos de casos prontos na área de administração deve ser um dos mais repercutidos e utilizados.

Em administração, o estudo do case além de desempenhar um grande valor didático para o aprendizado, permite que o aluno embarque em um maior aprofundamento nas pesquisas que investigam os processos administrativos, tais como as tomadas de decisões, que são importantíssimas na atuação prática do profissional de administração.

Pois as escolhas feitas profissional desta área acarretarão no sucesso ou fracasso do negócio. Não é à toa que há tantos exemplos de estudo de caso sobre administração.

Assim, ao utilizar o estudo de caso para solucionar problemas difíceis do cotidiano administrativo, são providas condições para exercício da criatividade, gerando com isso novas ideias, modelos e soluções a serem aplicadas ao caso prático.

Alguns profissionais da área possuem a opinião de que os estudos de caso não são tão precisos, não devendo, portanto, serem utilizados.

Porém essa é uma opinião mínima, visto que o estudo deve ser tão quantitativo quanto qualquer outro meio utilizado. Há ainda a ressalva de que uma pesquisa de qualidade não é medida pela quantidade de dados por ela alcançada.

Dessa forma, o estudo de caso continua sendo utilizado por profissionais da área administrativa. Em verdade seu uso tem sido cada vez mais posto em prática na área, seja um estudo de caso em vendas, de serviços, de marketing digital, de satisfação dos clientes ou até mesmo de expansões, fusões e incorporações de empresas.

Exemplos de estudos na área da administração estão entre os mais fáceis de serem encontrados.

Como fazer um estudo de caso em Marketing

Como fazer um estudo de caso de uma empresa? Um exemplo pode ser na área de marketing.

Em marketing o uso de estudo de casos é uma ferramenta de extrema eficácia que pode ajudar a promover um produto ou serviço, mas não se limita só aí.

Sabemos que o mundo do marketing é bastante curioso e inspirador em várias ocasiões.

A história da criação de um grande produto, a implementação de uma multinacional, a desenvoltura por trás de um projeto, ou até mesmo o fracasso de uma ótima ideia que não atingiu o público esperado, pode ser material usado para um estudo de case em marketing.

Nesse caso, faz-se uma análise detalhada de todo o processo percorrido na criação do objeto, a fim de que sejam encontradas as falhas, ou no caso de sucesso, as fórmulas que deram certo, o que poderia ser modificado, dentre outras.

A elaboração de um case em marketing é tão importante porque através dele é possível analisar a época propícia para lançamento de um produto, como está a demanda pelo produto ou serviço no mercado.

Ou mesmo se os pontos de venda para a sua distribuição são adequados, fatores que interferem no seu armazenamento e entrega e quais seriam as possíveis soluções para tais problemas.

Assim, esses estudos contam histórias de sucesso, descrevendo como determinado produto ou serviço de determinada empresa ajudou os seus clientes a atingirem seus objetivos e necessidades, quais as vantagens de escolher você e sua equipe, dentre outras.

Através de estudos de caso você pode avaliar até mesmo seu produto, examinar como as pessoas o estão recepcionando e usando, além de ser uma forma interessante de entrevistar os seus clientes e saber o que eles estão achando do seu produto ou serviço. Essa é a base dos estudos de caso, não só no marketing.

Nessa esteira, você tem uma ferramenta eficaz para envolver potenciais clientes, consumidores, demonstrando como seu serviço ou objeto pode ser utilizado, de quebra você ainda obtém a chance de colher depoimentos recomendando o seu serviço/produto.

Assim, você poderá reunir testemunhos positivos e servir de referência para futuros clientes. Várias empresas no Brasil estão realizando estudos de casos.

Como fazer um estudo de caso em vendas

Na área de vendas os cases são amplamente utilizados (não confundir com estudos de casos em marketing), assim como em marketing eles servem para demonstrar o sucesso do produto ou serviço com outros clientes, contando a história positiva destes, evidenciando assim o potencial da sua marca.

Ao fazer uma compra, geralmente o consumidor já pesquisou algumas marcas e está em dúvida sobre elas.

É nesse momento que você deverá provar que seu produto se destaca dos demais do mercado e que por isso merece ser levado em detrimento dos outros.

É hora de levantar o interesse do consumidor, como a maioria das empresas pensam dessa mesma forma, entra em jogo o estudo caso, mostrando histórias positivas de clientes reais.

O campo de vendas vale a pena, mas é um mercado bastante inchado, sendo necessário se destacar para passar na frente dos concorrentes.

Justamente por isso é necessário fazer um estudo de caso em vendas, mas não somente mostrar informações, gráficos de desempenho ou falar que tal cliente ficou feliz.

É necessário contar uma história real e inspiradora, utilizando como metodologia a demonstração do problema do cliente, a solução apresentada por você e seus colaboradores e os resultados alcançados através dela.

Isso tornará a leitura do seu case um fator que irá pesar na balança de decisão para contratar os seus serviços.

Tenha sempre em mente que em vendas há vários produtos ou empresas que oferecem o serviço similar ou igual ao seu, por isso é tão importante demonstrar ao cliente o porquê escolher você é o melhor caminho.

Você deve persuadir aquele usuário que ainda está em processo de decisões a tender para o seu lado.

Capte a atenção dele para a sua empresa, demonstrando situações reais de sucesso de quem já testou e aprovou sua empresa ou produto.

Não deixe espaço para dúvidas de que escolher você e sua equipe é a melhor decisão.

Como fazer um estudo de caso em Direito

No âmbito do direito o uso do estudo de caso não se encontra tão em voga, principalmente nos programas de pós-graduação o tipo de pesquisa mais utilizado é a documental, através de análise de fontes bibliográficas.

Vale ressaltar que nessa área há um certo preconceito com o uso de estudo de caso como metodologia de pesquisa, mas essa afirmação é totalmente descabida e já vem sendo superada.

Estudiosos, entretanto, continuam defendendo que os resultados alcançados servem somente de base para outras pesquisas mais aprofundadas, não sendo suficiente o estudo de caso somente.

É em consonância com esse pensamento que estudiosos defendem que o estudo de caso seria uma pesquisa para coleta de informações de um ou de alguns casos, para que com isso possa-se organizar um relatório crítico e ordenado, avaliando analiticamente a experiência de fazer escolhas ou propor uma ação transformadora.

Assim, ela seria um meio de organizar essas informações coletadas, para posteriormente fazer outras pesquisas complementares.

Vale sempre ressaltar que nesse tipo de estudo o pesquisador se coloca à disposição para responder indagações acerca de como e por que tal coisa é assim, ou deveria ser assim.

Dessa forma, aqui vai uma dica: se você optar por elaborar um estudo de caso no âmbito do direito escolha um objeto de estudo que já é bastante conhecido, sendo passível de ser encaixado nessa categoria.

Ao optar por um tema já profundamente debatido e exaurido, é passível de utilização da metodologia do estudo de caso somente. Estudos de caso também são fáceis de encontrar.

Como fazer um estudo de caso em Medicina

Em medicina os estudos de caso são de grande valia. Neles é possível que o médico relate o caso ocorrido, o método eleito para tratamento e os resultados alcançados com isso.

Tais estudos servem para compartilhar experiência, contribuindo assim para o progresso do conhecimento médico.

Ademais, auxiliam no descobrimento de novas doenças, tratamentos, quais os efeitos colaterais esperados e inesperados.

Além disso, tais estudos geram discussões acerca de uma temática, aprofundando o estudo sobre ela, analisando criticamente o objeto e discutindo o resultado.

É o que leva a uma evolução na medicina, nos tratamentos, diagnósticos e descobrimento de novas doenças. Estudos de caso na medicina também são fáceis de encontrar.

Qual o Objeto do Estudo de Caso?

O objeto do estudo é o seu foco. Pode ser traduzido como o eixo central de uma investigação, não se resume ao assunto em si, mas o que dentro daquele assunto lhe chama atenção.

Faz-se necessário em qualquer material definir o objeto do estudo, caso contrário a pesquisa resultará em confusão e perda de tempo.

O objeto da pesquisa é aquilo que você quer saber sobre a temática, limitando ao máximo o foco do objeto.

Há uma certa confusão entre objeto e objetivo de pesquisa. Como já explicamos o objeto, faz-se necessário explicar acerca do objetivo do trabalho.

O objetivo do estudo de caso pode ser traduzido de forma simplória naquilo que você vai fazer concretamente num curto espaço de prazo.

O objetivo de um estudo de caso é explicar, explorar ou descrever uma temática ao longo da pesquisa.

Vale a pena ressaltar que o objetivo do estudo de caso pode variar de acordo com a área que são utilizados, mas deve sempre ser relevante. Estudos de caso não são iguais de uma área para outra.

Como Fazer um Estudo de Caso Passo a Passo

Fazer um estudo de caso pode parecer difícil, mas não é bem assim. Como na maioria dos trabalhos, começamos a escrever este pela sua introdução. Mas antes disso é bom conferir algum estudo de caso já pronto.

Na introdução é o momento de você captar a atenção do leitor para que ele continue a leitura.

Você pode começar descrevendo os aspectos gerais do caso, dizendo em que cenário trabalhará, passando então a discorrer sobre o tópico específico do trabalho até alcançar o objetivo e a razão de execução do mesmo.

Na introdução, também é o momento de fazer um apanhado geral sobre o tema escolhido apresentando informações sobre o mesmo de forma rápida.

Após, passaremos a descrição do problema estudado. Essa parte é bem importante, pois aqui é permitido que o leitor faça comparação entre o problema que se passa com eles e a problemática que você trouxe no caso.

É nesse momento que você demonstra a relevância da sua pesquisa. Para que fique mais fácil escrever essa parte, utilize essas dicas:

  1. Descrevaqual o problema que vai ser estudado;

  2. Ondeou quando ele acontece;

  3. Quemobservou ou observa sua ocorrência?

  4. Por que esse estudo é importante e deve ser solucionado?Aqui você poderá descrever uma breve solução para o problema levantado, porém sabemos que há temas de áreas em que não há a possibilidade de solução, dessa forma, se este for o seu caso, adeque a finalização ao almejado.

Daí em diante escreva qual é o objetivo do estudo. Conforme ressaltamos acima, o objetivo do estudo tem por finalidade descrever o que você realizará ao longo da pesquisa.

Ele explica e explora o estudo em questão. Além disso, nessa parte você analisará o objeto do estudo.

Nesse diapasão, você escreverá sobre o contexto onde a pesquisa foi aplicada. É nesse momento que você descreve a organização da sua pesquisa, além dos locais em que ela foi executada, informando a quem está lendo o seu estudo como essa pesquisa se relaciona com situações específicas.

Outro ponto que por vezes é utilizado nos estudos de casos é o tópico sobre trabalhos relacionados.

Caso você o inclua em seu texto, você deverá apontar que a seção será destinada a abordar trabalhos relacionados e dedicar um parágrafo para cada trabalho que for relacionado.

Descreva de forma simples como ele trata aquele tema, demonstre seus pontos fracos e fortes.

Uma boa pedida é ao final das descrições você realizar um apanhado geral de forma crítica sobre o que analisou desses trabalhos.

Separe uma seção para o design do estudo de caso. Nela você explicará quais os seus passos para a elaboração do estudo de caso.

Vai explicar também como ele foi realizado, tratar a respeito da área de abordagem e demonstrar o objetivo, falando sobre o que você espera conseguir através do estudo.

Aqui você vai trazer um conjunto de indagações que serão resolvidas ao longo da análise do case.

Outra seção bastante importante são as questões da pesquisa. Aqui talvez você precise de alguém com mais experiência na área, como o seu orientador ou pessoa de notório saber no assunto.

Todo o estudo é norteado com o objetivo de responder essas indagações, assim, quanto mais relevantes e melhores forem as questões, melhor será o resultado obtido.

Uma boa dica para quando você tiver delimitado as questões da pesquisa, é você imaginar hipóteses de resolução dessas questões.

Isso já te ajuda no processo de coleta de dados, e, se te ajudar mais, você pode definir uma questão geral mais ampla e dividi-la em outras mais específicas.

Após, você se dedicará a parte da seleção dos participantes e aprofundamento no caso estudado. Aqui você deverá explicar quem, ou o que e porque participará do seu estudo.

Por exemplo, se você for fazer um estudo sobre a atuação dos profissionais de serviço comunitário na comunidade, os participantes do seu estudo de caso serão os profissionais da área e o seu case será a atuação destes.

O mesmo acontece por exemplo se você resolver fazer um estudo de caso sobre o treinamento de funcionários de uma fábrica.

Estes funcionários serão seu sujeito, e o treinamento que receberão será seu case.

Continuando, seu próximo passo será o procedimento de coleta de dados. Nesta parte você terá que descrever com riqueza de detalhes qual será o procedimento que você utilizará para coletar as informações em sua pesquisa.

Existem duas opções nesse procedimento de coleta de dados. Pode ser pelo método quantitativo, que como o próprio nome sugere são utilizados números e medidas, ou pelo método qualitativo, no qual são utilizados palavras e descrições.

Sempre vale a pena ressaltar que nessa parte você deve documentar todas as suas ações de coleta de dados. Desde o início da definição da técnica escolhida até a execução de coleta de dados, perpassando pelas suas ações, seu método, material utilizado, se houve colaboradores, quais as suas ações, problemas, informações encontradas. Enfim, uma dica de ouro nesse momento é ser bem rico nos detalhes.

Após a coleta de dados, é a hora do procedimento de análise de dados coletados. Como a coleta dessas informações pode ser feita de duas maneiras diferentes, através do modo quantitativo ou qualitativo, a análise de dados também poderá diferir de uma para a outra.

Vamos começar falando como seria esse procedimento através do método quantitativo, que requer que o design do estudo de case seja fixo, pois ela inclui uma análise descritiva, uma análise correlativa, além de modelos de previsão e testes das hipóteses.

É importante destacar que quando você se utiliza do método quantitativo, às vezes os resultados encontrados são alterados no meio do caminho, fazendo com que seja impossível interpretar os valores das respostas.

Ou por vezes o número de respostas que você encontra é pequeno, sendo passível de colocar sua pesquisa em risco, por isso tome cuidado com essa modalidade.

Quanto a qualitativa ela tem como objetivo tirar conclusões das informações captadas, fazendo uma ligação destes com as evidências.

Essa metodologia é interessante, pois possibilita que quem fizer a leitura do seu estudo acesse o mesmo conjunto de informação que você, chegue no exato resultado que você chegou, tendo as mesmas conclusões que você, o autor da pesquisa. Mas para que isso aconteça é importante seguir aquela dica de documentar ricamente cada detalhe.

Porém como toda metodologia, essa também apresenta seu ponto negativo, qual seja o de que exista apenas um pesquisador, por exemplo somente o autor da pesquisa. Dessa maneira ele poderá interpretar as informações da maneira em que lhe for mais conveniente e pertinente.

Para evitar que isso aconteça, é muito importante que a pesquisa qualitativa seja feita por mais de uma pessoa de forma independente, e ao final as informações alcançadas sejam comparadas, abra-se uma discussão e chegue em uma conclusão em comum.

Continuando, o próximo passo seria o procedimento de validação. Esse passo é extremamente importante pois essa validação é o que dá fidedignidade às informações coletadas, ela passa confiança nos resultados alcançados.

Além disso, garantem que as informações apontem a verdade e que não foram alterados ou influenciados de qualquer maneira.

Como já mencionamos, deve-se sempre ter o cuidado com a acuracidade das informações e a sua verdade. Selecionamos quatro tipos de validação para melhor exemplificação:

Validação de construção

Nessa modalidade procura-se avaliar se os itens que você escolheu para avaliação refletem o que você (pesquisador) tem em mente e se há correlação com as indagações da pesquisa. Para facilitar o entendimento, tenha em mente que, por exemplo, em uma entrevista a questão foi interpretada diferente pelo entrevistador e o entrevistado. Se isso ocorrer, ameaçará a construção do caso. Para evitar que aconteça, uma dica é sempre reavaliar as questões.

Validação interna

Essa parte se refere a investigação se um fator no estudo altera outro fator, podendo existir a chance desse fator ser afetado, ainda, por um terceiro. Por esta razão essa validação é importante e é como uma relação de causa e efeito. Imaginemos que o pesquisador não tenha ciência de um terceiro fator afetando os demais, isso colocaria em risco toda a pesquisa e os seus resultados.

Validação externa

Nessa parte faz-se uma análise sobre os resultados alcançados, se esses resultados serão interessantes para os demais, se vai ser interessante para os leitores, para outros pesquisadores, bem como o impacto que essa pesquisa trará para a comunidade científica e a sua relevância para a mesma.

Confiabilidade

Nessa parte é relevante que se comprove a veracidade das informações alcançadas, ou se essa pesquisa é dependente do pesquisador. Trocando em miúdos, significa dizer que se um outro pesquisador fizer a mesma pesquisa que você o resultado deverá ser o mesmo. Um fator que pode interferir nesse ponto é você não deixar bem claro os passos que foram tomados ao longo da pesquisa, como as informações coletadas, qual foi a sua interpretação sobre elas, ou se alguma questão não ficou totalmente clara para você ou para alguns outros colaboradores. Essas validações devem estar em sua mente ao longo de todo o estudo, desde o seu começo até o final.

Fazendo isso, facilitará seu trabalho, evitando que você encontre algum confronto de informações no trabalho cada vez que trabalhe nele.

Após essas validações, passamos para os resultados. É nessa seção que você fará a construção interligando os dados obtidos com as evidências do case.

Essa talvez seja sem dúvida uma das partes mais importantes com relação à qualidade do estudo apresentado.

Por isso, se debruce sobre ela, escreva de forma crítica, lógica e estruturada, tornando fácil para o leitor interpretar o resultado mostrado.

Para te ajudar, você poderá dividir essa parte em parágrafos, lembrando sempre de falar sobre:

  • a descrição dos participantes do estudo;

  • a descrição dos casos estudados;

  • o passo a passo de como foi executado o estudo;

  • relate de forma abundante a análise e quais aspectos foram observados;

  • apresente as informações sobre o mesmo e

  • faça também uma avaliação com relação as validações dos resultados do estudo do caso.

Ao incluir esses itens em sua seção de resultados, você terá uma estrutura consistente, crítica e lógica que permitirá ao seu leitor identificar as informações sobre sua pesquisa e entender de forma fácil os resultados obtidos por você.

Por fim, mas não menos importante, faça uma avaliação a respeito da validação dos seus resultados.

Aqui você deve focar em mostrar as evidências mais importantes do seu estudo, nos aspectos e resultados que mais importam.

Você poderá fazer uma sucinta descrição do seu estudo. Após, é bom realizar um resumo dos resultados da pesquisa, passando a relacioná-los com as evidências já existentes.

Depois, discorra brevemente sobre os impactos que os resultados podem gerar.

Fale também sobre algumas limitações do estudo (caso existam). Pode parecer complicado, por isso a importância dos exemplos de estudo.

Com essas dicas esperamos ter facilitado o seu entendimento sobre como fazer um estudo de caso.

Não há grandes mistérios, nem segredos sobre a realização do mesmo, mas como em tudo que você se propõe a escrever primeiro pesquise acerca do tema.

Após, eleja um com o qual você tem afinidade, que seja atual e relevante. Utilizando essas dicas temos certeza que seu estudo será um sucesso!

Pode parecer muita coisa, mas no final você verá que fazer um estudo de caso pode ser fácil.

Mas e se você quiser saber, de forma resumida, o que existe de positivo e de negativo nessa metodologia? Para isso, verifique nosso quadro a seguir alguns exemplos:

Vantagens

Desvantagens

👍 Escolha estudos de caso você precise fazer um trabalho mais específico, e não tão generalista.

👍 Os estudos de caso são especialmente interessantes para fenômenos contemporâneos.

👍 Permitem que se estude um caso de modo aprofundado. Útil para casos amplos e complexos.

👍 Permitem que seja feita uma contextualização da situação. Ideal para quando o fenômeno precisa ser enfatizado dentro desse contexto. 

👍 Útil para a geração de hipóteses.

👍 Permitem que os casos sejam tratados como uma unidade, ou seja, de maneira holística.

👍 Permitem a aplicação em variadas áreas científicas e em enfoques teóricos e metodológicos diversos.

👍 Úteis para a investigação de fenômenos que não podem ser pesquisados em laboratórios, por exemplo.

👎 Tende a gerar trabalhos muito extensos.

👎 Falta de rigor científico apontada por alguns autores.

👎 Dificuldade em fazer generalizações a partir de seus resultados. 

👎 Execução demorada.

👎 Sua replicação é complexa.

👎 A análise é complexa, por incluir muitas entrevistas a serem transcritas.

Como Fazer um Estudo de Caso no TCC

Sabemos que existem diversas maneiras de elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Mas , como fazer estudo de caso no TCC?

O uso de um estudo de caso no TCC geralmente ocorre quando a pesquisa aborda algum tema da atualidade, tendo como objetivo entender como ou por que de tal acontecimento.

Este tópico também diz respeito a como fazer um estudo de caso acadêmico, uma vez que um TCC é um trabalho acadêmico.

Ao eleger um estudo de caso para ser usado no TCC o pesquisador tem que ter em mente que ele não possui quase nenhum controle sobre as manifestações que influenciam o case, mas nem por isso é um método que é simples de ser posto em prática.

  • Assim, vamos analisar alguns passos para utilização do estudo de caso no TCC. Usamos exemplos de estudo de caso de sucesso para essa análise.
  • Lembrando que usar estudos de caso podem ajudar muito.
  • Para fazer um estudo, primeiro crie um planejamento para a pesquisa.
  • Trace um plano com um título, uma ou mais perguntas e um objetivo ainda que inicial.
  • Ressalte quais são as características fundamentais da sua pesquisa, descreva como se encontra o seu objeto de avaliação.
  • Caso ache que seja necessário, peça ajuda a seu professor orientador.
  • Pesquise quais são as maneiras de pesquisar o objeto, selecionando qual vai ser a sua abordagem, liste todos os seus possíveis passos.
  • Use estudos de caso como guia guia se necessário.
  • Conforme for executando o trabalho de campo organize as informações coletadas.
  • Ao executar a pesquisa que foi planejada é muito importante armazenar muito bem todas as evidências que você for coletando.
  • É bom que elas sejam registradas de forma sistemática, isso vai te auxiliar quando você precisar buscar algum dado posteriormente e deixará mais organizado o seu case.
  • Por vezes ao começar a pesquisar algo, as informações encontradas poderão te levar a ter que mudar os protocolos utilizados. Essa é uma parte vantajosa de se utilizar um case no TCC.
  • Ele tem natureza flexível e comporta tais mudanças. Porém, até mesmo para realizar mudanças há a necessidade de se haver uma organização no material e uma avaliação periódica das informações que foram encontradas.
  • Após, organize as informações, analisando-as e interpretando-as. Nesse momento de selecionar as informações alcançadas você deverá se voltar para o planejamento feito no começo, observando qual objetivo você delimitou para a sua pesquisa.
  • A partir daí, você vai se concentrar nesse objetivo para realizar a separação das informações encontradas, após selecionar as informações você as analisará.
  • Nessa parte há duas opções de critérios quantitativos ou qualitativos, mas a eleição de um destes depende das indagações estabelecidas e dos objetivos.
  • Nesse momento cuidado para não ser subjetivo ao analisar as evidências encontradas, assim como para não estabelecer generalizações.
  • Redija os seus resultados, é nesse momento que você fará um relatório sobre seu caso, sobre as informações, dados, problemas, quais práticas utilizou, quais ações tomou. Enfim, é nesse momento que você conclui todo o trabalho.

Lembre-se sempre de ser o mais claro possível, uma dica é revisar o que escreveu e seu ponto de vista após poucos dias, ou pedir que outra pessoa leia seu texto.

Esperemos que essas dicas te ajudem, ao surgirem mais dúvidas procure seu professor orientador, pois ele é a pessoa com conhecimentos técnicos para te auxiliar nesse caminho. Mas não se desespere, o TCC não é esse monstro que pensamos. O mesmo vale para estudos de caso.

Coleta e investigação de informações para o TCC

Em um case é possível encontrar diversas fontes de dados, como um experimento e até mesmo uma revisão na literatura. Assim por vezes uma conclusão que utiliza mais de uma fonte para interpretar os estudos tenderá a ser mais forte do que uma que utiliza apenas uma fonte.

Utilizar diferentes pontos de vista também é extremamente importante na coleta desses dados.

Após definir o tema do seu TCC você poderá utilizar a coleta de informações para reunir informações e conceitos sobre essa temática. Para isso você deverá se abastecer de materiais de qualidade e referência na área escolhida.

Afinal, se você quer como resultado um trabalho de qualidade, materiais de qualidade devem ser usados.

Trouxemos aqui três tipos mais comuns de metodologia do estudo de caso no TCC, que são as exploratórias, as explicativas e as descritivas.

Os estudos exploratórios tentam compreender o objeto pesquisado, nela há uma familiarização do investigador com o objeto que será investigado.

Nas pesquisas explicativas, como o nome já sugere, o pesquisador tenta entender a razão atrás dos fatos. Nem sempre é tão recomendada, haja vista que por vezes custa-se muito encontrar as respostas.

E por fim, as descritivas, que mais uma vez por sugestão do nome ela descreve, verifica, analisa a relação entre os fatos e os dados encontrados. Ela tenta entender as causas e consequências do fenômeno pesquisado.

Outro ponto a ser avaliado é a utilização de amostragem probabilística ou não probabilística. A primeira possui uma maior imparcialidade, haja vista garantir probabilidades iguais para os membros da população.

E no caso da segunda, há uma escolha intencional dos componentes da amostra. Outro ponto a ser ressaltado é que a amostragem probabilística permite haja generalizações para o grupo de onde a amostra foi pega.

No que tange as técnicas para a coleta de dados, não só em 2020, podemos ressaltar a de primeiro grau, que se qualifica quando os pesquisadores estão em contato direto com os objetos de seus estudos. Ela é uma coleta de informações em tempo real e podemos visualizá-la em entrevistas realizadas em grupos.

Já a de segundo grau se dá do modo indireto, onde é realizada a coleta de informações sem a interação do pesquisador com o seu objeto de pesquisa.

E, no final, a de terceiro grau que se qualifica como uma análise independente de materiais já disponíveis, bem como informações que já haviam sido encontradas. É possível visualizar essa técnica quando o pesquisador faz a análise de dados e relatórios de uma empresa, por exemplo.

Exemplo de Estudo de Caso Prontos

Agora que você conhece o significado de estudo de caso, vamos para os exemplos.

Para inspirar você nessa jornada de elaboração de um trabalho de um estudo de caso, vamos trazer aqui modelos para que você possa se familiarizar com a temática.

Quem sabe dentre os temas para estudo de caso relatados aqui você possa ter uma ideia, ou uma base sobre o que escrever.

Vale a pena conferir as ideias abaixo, que servem de exemplo de um estudo de caso pronto nas mais variadas áreas.

Você verá a seguir uma lista com a área, os títulos e os links dos exemplos de estudo, prontos e completos. Nestes links, tudo está pronto, e é uma ótima oportunidade para ver a redação pronta sobre estudo de caso, já que são trabalhos inteiros.

ÁREA

TÍTULO

Enfermagem

Psicologia

Serviço Social

Pedagogia

Logística

Administração

Marketing

Vendas

Direito

Medicina

Estudo de caso em artigo

Esses são exemplos de estudos que podem ser utilizados para realizar um case, porém a maneira como essa temática será tratada depende da área de realização.

Por exemplo, um aluno da área de psicologia tem que se preocupar com os traumas que uma violência poderá causar e que tipo de tratamento poderá ser aplicado. Já um aluno de marketing terá que se atentar aos impactos do produto ou serviço no mercado e etc.

Trouxemos somente alguns exemplos de temas nas áreas já exemplificadas acima, porém sabemos que existe uma gama de assuntos e informações que podem ser tratadas em um estudo de caso.

Assim, uma dica é ler sobre o tema, ver o que atrai mais a sua atenção, qual tema está em alta, qual é pode ser estudado, os dados e as fontes amplas disponíveis.

Pergunte a si próprio se gostou e tem afinidade com esse tema. Reflita se ele é relevante para as outras pessoas, se os assuntos a serem discutidos irão contribuir para uma discussão crítica sobre a temática.

Conclusão

Neste artigo, abordamos detalhadamente os estudos de caso. Fornecemos definições aprofundadas sobre o tema, e logo de cara você já percebeu que ele é utilizado em muitas áreas, acadêmicas e empresariais.

Na sequência, selecionamos diversas áreas, e explicamos como cada uma delas utiliza dos estudos de caso, a fim de atender melhor suas necessidades científicas ou comerciais.

Mas, explicar como as áreas de vendas, marketing, psicologia, pedagogia, e outras fazem uso dos estudos de caso ainda não foi o suficiente. Por isso, incluímos uma série de links para trabalhos prontos que utilizaram o método dos estudos de caso.

Estes exemplos devem responder diversas perguntas que você pode ter neste momento. Observando, lendo e sendo crítico em relação a este material, até a parte de redação do seu estudo de caso pode ser facilitada. Há artigos, TCCs e trabalhos de pós-graduação nessa lista.

Além dos modelos prontos, você também pode ler um passo a passo sobre como fazer os estudos de caso. Falamos sobre a introdução, os objetivos, o problema, métodos qualitativos e quantitativos, etc.

Incluímos também uma seção específica sobre os estudos de caso usados em TCCs.

Também apontamos algumas vantagens e desvantagens da utilização dos estudos de caso em seu trabalho.

Com essas dicas e informações, esperamos ter auxiliado você nesse mundo de realização de trabalhos. As práticas aqui passadas têm por finalidade tornar mais claro para você como se dá a confecção do trabalho.

Tenha sempre em mente as dicas de eleger um bom tema, abordando um ponto de vista, utilizar materiais de qualidade, escrever as informações obtidas de forma clara, cronológica e crítica. Isso facilita fazer um estudo de caso. Boa sorte e até uma próxima.

Fontes para aprofundar a pesquisa:

Se você desejar comprar um livro sobre estudo de caso, este é uma boa opção:

Perguntas frequentes

O que é a metodologia estudo de caso?

A metodologia de estudo de caso é aquela que utiliza métodos qualitativos de coleta de informações para produzir um trabalho profundo e amplo sobre uma situação específica.

O que deve ter no estudo de caso?

Os estudos de caso devem ter uma introdução (problema do estudo, os objetivos, o contexto), os trabalhos relacionados, o design do estudo, os resultados e as referências. Isso vai variar um pouco em função de onde será apresentado o caso, se em um trabalho acadêmico (TCC, dissertação ou tese) ou em um artigo científico.

Porque é importante fazer estudos de caso?

Por causa de sua flexibilidade e por oferecerem uma visão abrangente de um assunto, além da possibilidade de contextualização do caso apresentado.

Como fazer um estudo de caso de uma empresa?

Em uma empresa, o principal objetivo é apresentar um caso que tenha sido considerado um sucesso. Tendo escolhido o caso, deve-se fazer o relato detalhado da experiência, que pode ser um resultado ligado a um produto ou a um serviço. Embora esse relato vá apresentar uma história de sucesso, é importante incluir os aspectos negativos também.

Сomo fazer estudo de caso em 2021 ou 2022?

Não existe uma metodologia específica para este ou aquele ano. Por isso, o mais importante é você seguir um passo a passo que esteja de acordo com o trabalho que você vai fazer e com a sua área de atuação.

Como fazer um estudo de caso em artigo científico?

Os estudos de caso em artigos serão feitos da mesma maneira e terão os mesmos elementos que os caracterizam, como contextualização, trabalhos relacionados, design etc. A diferença é que a pesquisa deverá ser adaptada ao formato de artigo, adaptando-se às diretrizes do periódico a que será submetida.

Como fazer um estudo de caso pela ABNT?

Para um estudo de caso ABNT não há uma norma específica. Logo, o que você deve refletir é: em que tipo de trabalho seu estudo de caso se encaixa? Se for um artigo, siga a norma ABNT para artigo, juntamente com as orientações do periódico. Se for um trabalho acadêmico, siga a norma ABNT para trabalhos acadêmicos, juntamente com as orientações da sua instituição.

Checklist

⬜ Determine se fará estudo de um caso ou de alguns (mais de um) casos.

⬜ Identifique se sabe qual fenômeno irá estudar e qual o contexto e.

⬜ Identifique quais dados você precisará coletar.

⬜ Defina qual tipo de estudo você fará.

⬜ Faça a preparação, a coleta e a análise

⬜ Elabore os resultados e a conclusão.

O que é a MyStudybay.com.br

  • Mais de 15 anos de experiência na assistência de redação acadêmica
  • 100% de escrita original
  • Avaliação de cliente de 97%
  • 24/7 FREE customer support via phone and email
  • Política flexível de descontos
  • Serviços VIP disponíveis
  • Todos os temas disponíveis

Atividade do site de hoje

Preparando pedidos
Preparando pedidos
743
Pedidos concluídos
Pedidos concluídos
392
Escritores ativos
Escritores ativos
159225
Revisores
Revisores
134
Programas de desconto disponíveis para clientes
Programas de desconto disponíveis para clientes
6
Avaliações de Clientes
Avaliações de Clientes
59
Operators online
Operators online
13

What we offer

FREE features in every project

grátis

Desconto total: $65

  • Resumo$5
  • Correções*$30
  • Página de título$5
  • Bibliografia$15
  • Formatação$10

Formato

Todos os formatos são disponíveis

Nossos descontos

Preço especial $5 /página

Está sem tempo para fazer seu trabalho? Fique tranquilo, o fazemos para você. Temos especialistas tanto para trabalhos escolares quanto para dissertações de mestrado/doutorado

Consiga ajuda com qualquer tipo de trabalho