Arte Contemporânea: resumo sobre características, tipos e principais artistas modernos

Publicado em 18.09.2023 por Juliana N. Tempo de leitura: 14 minutos

Artistas que usam as novas tecnologias e meios de comunicação em suas obras, aproveitando-se deles para explorar temas importantes como identidade, política, gênero, consumismo, ambientalismo e globalização. Uma arte que está em constante evolução, e vai se remodelando a cada novo capítulo da sociedade. Se você pensou em algum artista, ou mesmo alguma obra, ao ler a descrição acima, com certeza o que você pensou faz parte da arte contemporânea. Essa corrente de arte é um fenômeno global, com muitos artistas de diferentes países e culturas criando obras que refletem as suas próprias experiências e mudanças sociais. É por isso que a arte contemporânea está presente em galerias do mundo todo, inclusive online, por meio de plataformas como Instagram ou YouTube. Neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre este tipo de arte, seus aspectos principais, assim como alguns dos grandes artistas que representam esse movimento. Confira:

O que é arte contemporânea?

Arte contemporânea é o termo usado para se referir à produção artística que foi criada a partir de meados do século XX, até os dias atuais. Sua principal característica é justamente estar em constante evolução, sempre aplicando novas técnicas e ideias para desafiar os padrões tradicionais da arte.

A arte contemporânea é marcada pela valorização para além da obra em si, mas também da percepção do artista no momento de criação. O que importa neste modelo de arte é o processo de criação como um todo, que acaba se fundindo à própria obra.

Quando e como surgiu a arte contemporânea

Não há uma definição exata de data, mas este tipo de arte surgiu em meados da segunda metade do século XX, como resposta à necessidade de reconstrução total na sociedade após a Segunda Guerra Mundial.

É por esse motivo, que a arte contemporânea caracteriza-se fortemente pelo uso da tecnologia na criação de obras contemporâneas, assim como pela consciência ecológica de reutilização de materiais — ambos reflexos da guerra.

Com participação de Andy Warhol e Amilcar Castro, artistas que moldaram a arte de hoje, o movimento de arte contemporânea abriu muitas possibilidades aos artistas para explorarem novas ideias e conceitos através de vários meios, tais como pintura, dança, escultura, fotografia e arte performativa.

Tudo isso trouxe espaço para uma maior liberdade de expressão, permitindo aos artistas expressarem-se sem terem de aderir a qualquer estilo ou gênero em particular. A arte contemporânea também incentiva a colaboração entre diferentes disciplinas, tais como música, cinema, teatro e artes visuais, o que pode levar a novas e excitantes formas de expressão.

É um campo em constante mutação que continua a desafiar as definições tradicionais de arte e a impor limites em termos do que pode ser considerado arte. A arte contemporânea é um campo importante de estudo para os interessados na história da arte e da cultura, bem como para os que procuram explorar novas formas de criação e de expressão.

Precisa de ajuda urgente com seu projeto?
Qualidade garantida, correções gratuitas em até 20 dias, pague agora ou em parcelas até 12 meses

Principais características

Quebra de padrões

Essa é, certamente, a principal característica da arte moderna: bater de frente com o que era considerado padrão à época, trazer mais liberdade de expressão para o meio da arte e, com isso, explorar ideias e projetos que antes eram impossíveis de alcançar usando os métodos tradicionais.

A arte moderna inova ao deixar de lado as representações realistas para trazer representações de figuras e cenas sem lógica.

Aproximação com a sociedade

A arte contemporânea caracteriza-se também pela forte aproximação com a sociedade, por meio de uma linguagem mais popular e mais coloquial, e também do reflexo das próprias vivências da sociedade aplicadas à criatividade.

Os artistas contemporâneos frequentemente fazem uso de objetos do nosso cotidiano, como mobiliário ou vestuário, para criar obras que desafiam noções já concebidas sobre o que constitui "arte".

Essa exploração das novas possibilidades permite que os artistas contemporâneos criem obras surpreendentes, que redefinem a própria definição de arte.

Utilização de novas tecnologias

A utilização de novas tecnologias na arte contemporânea permite uma maior experimentação com materiais, técnicas e conceitos, e esse é outro ponto muito característico dessa corrente de arte. Podemos dizer que, atualmente, é quase inevitável separar tecnologia e arte.

Os meios digitais, por exemplo, são utilizados para criar instalações interativas ou experiências de realidade virtual que permitem aos espectadores explorar uma obra de arte a partir de múltiplas perspectivas.

A arte moderna e os seus estilos

A partir de 1950, a arte contemporânea passou a se desenvolver cada vez mais e, nos anos 60, começou a dar origem a uma nova onda de estilos e movimentos vanguardistas. A seguir veja alguns deles.

Estilos e movimentos vanguardistas que surgiram a partir dos anos 50:

  • Pop Art
  • Arte Conceitual
  • Arte Digital
  • Fotografia
  • Instalação
  • Fotorrealismo
  • Arte Urbana
  • Arte Corporal
  • Arte Fraca
  • Arte das Novas Mídias
  • Hiper-realismo

1. Pop Art

O Pop Art (Arte Pop, que vem de “Arte Popular”) é um movimento que tinha como característica a crítica ao forte consumismo e materialismo que surgiam na época dos anos 50. A cultura popular e de massas era usada como ferramenta pelos artistas da época para contestar esses hábitos emergentes.

No Brasil, o Pop Art começou a aparecer a partir dos anos 60, e foi muito usado como forma de reação à censura e ao movimento da ditadura. Até hoje, podemos perceber o reflexo do Pop Art na arte de rua, através de artes em grafite.

Entre os artistas de arte pop notáveis, incluem-se Andy Warhol e Roy Lichtenstein, que tiveram uma influência duradoura em outros campos, incluindo a moda. Romero Britto, brasileiro radicado nos Estados Unidos, é um exemplo de artista que tem o Pop Art como inspiração em suas criações.

A LAART, uma galeria de arte online, tem estampas icônicas desta tendência na sua coleção para aqueles interessados em explorar mais a fundo este estilo.

A arte pop é, muitas vezes, vista como uma reação às formas mais tradicionais da arte fina, trazendo foco em objetos do cotidiano, consumismo e cultura popular. Foi também fortemente influenciada pelo aumento da publicidade e da televisão durante este período.

2. Fotorrealismo

Como um tipo de derivação do Art Pop, o Fotorrealismo surgiu pela primeira vez nas décadas de 1960 e 1970, com a intenção de replicar a fotografia com a maior precisão possível. Figuras proeminentes como Chuck Close (1940-2021) e Gerhard Richter (1932) são considerados dois grandes artistas que contribuíram muito para o Fotorrealismo.

O Creative Bloq também desempenhou um papel significativo no aumento da popularidade do fotorrealismo, reunindo uma incrível variedade de obras de arte deste gênero de todo o mundo.

Este estilo concentra-se na criação de pinturas altamente detalhadas, que se parecem muito com fotografias, utilizando frequentemente técnicas como a aerografia e a foto referência. O objectivo é criar uma pintura tão realista que possa ser confundida com uma fotografia de verdade.

2. Minimalismo

O minimalismo é outro estilo de arte que começou nos Estados Unidos, a partir da década de 1950. Concentra-se na utilização de pouquíssimos recursos e cores para criar obras de arte. Artistas notáveis associados a este estilo incluem Donald Judd, Frank Stella, e Richard Serra.

O conceito do minimalismo é reduzir as obras de arte aos seus elementos essenciais, enfatizando a simplicidade sobre a complexidade. Isto pode ser visto na utilização de formas básicas, cores e linhas para criar obras que tenham uma estética agradável e que sejam, ao mesmo tempo, provocadoras de pensamento.

3. Arte Conceitual

Esta é uma forma de arte contemporânea que enfatiza a ideia e a atitude do artista em relação à obra. Aqui, o que está por trás da idealização de uma obra chega a ser mais importante do que a própria obra em si.

A Arte Conceitual, frequentemente vista como um desafio à pintura e à escultura, está associada a artistas como Marcel Duchamp, Joseph Kosuth, Joseph Beuys, Robert Rauschenberg, e Yves Klein.

5. Performance

A performance é um estilo artístico que surgiu nos anos 60 e, desde então, tornou-se uma forma de expressão popular. Desafia frequentemente conceitos morais e valoriza a reflexão e a mensagem da produção artística, usando o corpo como ferramenta.

Entre os artistas notáveis que praticam a arte performativa contam-se Marina Abramović e Yoko Ono, ambas as quais produziram obras que ultrapassaram os limites em termos do que pode ser considerado arte. Um exemplo de arte performativa é a obra de Joseph Beuys de 1974 "I like America and America likes me", que envolveu passar dias com um coiote selvagem numa sala.

A arte da performance tem sido utilizada para explorar temas tais como identidade, gênero, dinâmicas de poder, política e questões sociais. Permite uma interação direta entre o artista e o público, criando uma experiência íntima que encoraja o diálogo entre eles.

A arte performativa proporciona também uma oportunidade para os espectadores refletirem sobre as suas próprias experiências enquanto se envolvem na obra de arte.

Performance

A arte da performance envolve a utilização do corpo do artista como material de apoio à obra, e caracteriza-se pela sua efemeridade. Fonte: Freepik

6. Arte de Rua

A arte de rua é uma forma de arte contemporânea que tem ganhado força nas últimas décadas. É uma expressão feita no espaço público, normalmente executada em centros urbanos com grande circulação de pessoas.

A arte de rua pode ser encontrada em diferentes formas, tais como murais e instalações, e pode incluir pintura (grafite e stencil), performance, e teatro, entre outras formas de criação. Este tipo de arte promove a reflexão, o ativismo social, e um olhar crítico sobre a sociedade.

Arte de Rua

O Beco do Batman, em São Paulo (SP), é considerado a maior referência de arte urbana no Brasil e no mundo. A travessa é marcada pelos mais variados grafites, um tipo de reflexo do Pop Art. Fonte: Unsplash

7. Arte Digital

Arte digital é um termo geral para qualquer obra de arte criada a partir da utilização de tecnologia digital (como computadores, tablets, smartphones etc). Ela pode assumir muitas formas, desde a pintura digital até a animação 3D.

É frequentemente utilizada em combinação com outros meios, assim como fotografia e vídeo, para criar obras de arte multimídia. A arte digital tem se tornado cada vez mais popular nos últimos anos devido à sua acessibilidade e à possibilidade de criação de obras de arte de forma rápida e fácil.

Esse modelo também abriu novas possibilidades aos artistas para explorar ideias e conceitos de uma forma mais interativa.

A Arte Contemporânea no Brasil

O surgimento da arte contemporânea no Brasil tem os primeiros registros em 1959, quando os Neoconcretistas fundaram um Manifesto Neoconcreto. Este manifesto marcou o início de uma nova era na arte brasileira, que se centrou na experimentação e nos resultados.

A exposição How are you doing, generation 80? (Como vai você, geração 80?), de 1984, e as Bienais Internacionais de São Paulo são grandes centros culturais que trazem resultados e experimentação no território artístico brasileiro.

Hélio Oiticica (1937-1980) foi uma figura importante neste movimento, e o seu trabalho tem tido um impacto duradouro na arte contemporânea brasileira.

Além de Oiticica, entre os artistas brasileiros notáveis que cultivaram a arte contemporânea, também estão Ferreira Gullar, Amilcar de Castro, Lygia Clark, e Lygia Pape. Estes artistas variam entre 1920 e 2016 e são creditados com a sua ajuda para moldar a arte contemporânea brasileira. As suas obras têm sido expostas em todo o mundo e têm ajudado a definir o que significa fazer parte da cena artística contemporânea no Brasil.

Movimentos Artísticos Contemporâneos

Os movimentos citados são alguns dos movimentos de arte contemporânea mais proeminentes, dentre muitos outros. Podemos dizer que eles surgiram nos últimos anos como uma forma de expressar ideias e emoções através da arte visual.

Pop Art É caracterizada pela utilização de cores vivas e imagens ousadas para criar uma sensação de ironia ou sátira.
Arte Conceitual Concentra-se mais na ideia por trás da obra de arte do que na sua própria aparência física.
Arte Digital Utiliza tecnologia para criar peças interativas que podem ser experimentadas de diferentes formas, criando novas sensações.
Fotografia Tornou-se uma forma cada vez mais popular de arte contemporânea devido à sua capacidade de captar momentos no tempo.
Arte de instalação É frequentemente utilizada para criar ambientes imersivos que podem ser explorados pelos espectadores.
Arte Urbana É um tipo de arte de rua que frequentemente incorpora grafite e outras formas de expressão pública nas suas obras.
Arte Corporal Envolve a utilização do corpo como uma tela para expressão criativa.
Arte Fraca Concentra a ideia de fragilidade e vulnerabilidade.
Arte das Novas Mídias É uma forma de arte digital que utiliza a tecnologia para criar peças interativas.
Hiper-realismo e Fotorrealismo São dois estilos de pintura que se concentram na criação de imagens realistas.

Movimentos Artísticos Contemporâneos

A fotografia é uma forma de expressão da arte contemporânea. Foto Unsplash

Caso você tenha interesse em ver mais sobre as diversas formas de expressão da arte contemporânea, a galeria Laart tem uma grande seleção de obras contemporâneas de diferentes estilos.

Principais artistas contemporâneos

Como já mencionamos ao longo do artigo, a arte contemporânea é um campo amplo e em constante evolução, com artistas de renome de todo o mundo participando do movimento e criando obras que possam refletir a cultura atual.

De Andy Warhol a Banksy, estes artistas dedicam-se à produção de uma arte que representa a época. No Brasil, há muitos artistas contemporâneos influentes que deixaram a sua marca na cena artística internacional. Amilcar Castro, Aluísio Carvão, Cildo Meireles, Ferreira Gullar e Lygia Clark são apenas alguns dos maiores artistas contemporâneos brasileiros, cujo trabalho tem sido amplamente aclamado.

Estes artistas brasileiros contemporâneos não só criam obras que refletem a sua própria cultura, como também se inspiram em outras culturas em todo o mundo. Por exemplo, Romero Britto desenha fortemente sobre a sua herança cubana nas suas pinturas vibrantes e coloridas. Já as esculturas de Willys de Castro frequentemente incorporam elementos tanto da cultura brasileira como da africana.

Estes são artistas contemporâneos de renome, que continuam a quebrar fronteiras e a desafiar as noções tradicionais daquilo que pode ser considerado arte.

Qual a diferença entre a arte moderna e a arte contemporânea?

Arte Moderna Arte Contemporânea
Refere-se ao período entre 1860 e 1970. Começou a surgir a partir da década de 50, evoluindo gradualmente.
Concentra-se no expressionismo abstrato e pós-impressionista. Inclui uma gama mais vasta de estilos e meios.
Tem frequentemente uma forte ênfase na forma e composição. Está mais preocupada com o conceito e a mensagem transmitida.

A arte contemporânea no Brasil e no mundo

Não só no Brasil, mas no mundo todo, a arte contemporânea tem sido usada desde a Segunda Guerra Mundial como uma forma de expressar as mudanças na sociedade, no que diz respeito à tecnologia, economia, liberdade de expressão e muito mais.

A arte contemporânea na história da arte

Como você pode ver, a arte contemporânea tem um lugar muito importante na história da arte atual, e esse é um legado que continua sendo escrito a cada dia. Não é à toa que esse tema é tão presente em cursos de graduação de arte e áreas relacionadas.

E se você precisa de ajuda com o seu trabalho de arte, não se preocupe. Entre em contato conosco e um especialista na área poderá te ajudar!

Precisa de ajuda urgente com seu projeto?
Qualidade garantida, correções gratuitas em até 20 dias, pague agora ou em parcelas até 12 meses

Perguntas frequentes

O que caracteriza a arte contemporânea?

A arte contemporânea é caracterizada pela sua diversidade, experimentação e utilização de novas tecnologias. Reflete frequentemente questões sociais e políticas atuais, e pode assumir muitas formas, tais como pintura, escultura, vídeo, fotografia, instalação, arte performativa e arte digital. Essa forma de arte desafia as noções tradicionais de beleza e estética.

Quais são os tipos de arte contemporânea?

A arte contemporânea engloba uma vasta gama de estilos e meios, incluindo pintura, escultura, fotografia, arte performativa, arte de instalação, arte digital, arte vídeo e muito mais. Algumas formas populares de arte contemporânea incluem o expressionismo abstrato, a arte pop, o minimalismo e o conceitualismo.

Quais são os principais temas da arte contemporânea?

A arte contemporânea explora muitos temas, incluindo identidade, política, questões sociais, tecnologia, e ambiente. Reflete frequentemente sobre acontecimentos atuais e desafia as noções tradicionais de beleza e estética. Outros temas comuns incluem o consumismo, papéis de gênero, raça e etnia, memória e nostalgia, natureza e o mundo natural.

Qual é a função da arte contemporânea?

A arte contemporânea tem muitos objetivos, entre eles ser uma forma de auto-expressão e desafiar as normas sociais. Pode também ser usada para explorar novas ideias, provocar o pensamento e inspirar a criatividade. Além disso, pode ser usada para documentar a história e refletir sobre acontecimentos atuais. Em última análise, a arte contemporânea é uma ferramenta poderosa para conectar as pessoas e criar um diálogo significativo.

Checklist

Juliana N

Autora do Studybay

Meu nome é Juliana, sou Bacharel em Filosofia pela IFCH e pós-graduada em Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. Tenho experiência grande com artigos, trabalhos acadêmicos, resumos e redações com garantia antiplágio.