ATRIBUIÇÕES X REALIDADE - UM OLHAR REFLEXIVO SOBRE A PRÁTICA DA GESTÃO E SUPERVISÃO ESCOLAR

Tipo de documento:Redação

Área de estudo:Gestão ambiental

Documento 1

GOMES MARIA A. DOS SANTOS VANESSA C. DE L. GONÇALVES ATRIBUIÇÕES X REALIDADE – UM OLHAR REFLEXIVO SOBRE A PRÁTICA DA GESTÃO E SUPERVISÃO ESCOLAR SÃO PAULO 2015 ANA A. GALLEGO FRANCISCA P. BOTELHO IARA A. GOMES MARIA A. DOS SANTOS VANESSA C. DE L. GONÇALVES ATRIBUIÇÕES X REALIDADE – UM OLHAR REFLEXIVO SOBRE A PRÁTICA DA GESTÃO E SUPERVISÃO ESCOLAR Trabalho Acadêmico apresentado à profª Rosiane C. Rebolho, responsável pela disciplina Educação: Diretrizes e Org. de Est. Sup. Em Gestão e Supervisão Escolar da Ed. Básica como requisito parcial para aproveitamento da disciplina. SÃO PAULO 2015 Quando pensamos nas esferas escolares, normalmente temos alguns papéis definidos socialmente. É notória que nossa vivencia nos bancos escolares, permitem que tenhamos uma visão mais conceituada da função do docente, porém alguns profissionais que fazem parte deste cenário não são contemplados em sua essência. Este trabalho tem por objetivo fazer uma reflexão sobre as atribuições designadas aos cargos de direto escolar e supervisor escolar, usamos como base para esta reflexão as atribuições encontradas em documentos como editais de concursos e leis estabelecidas, bem como as observações vividas pelo grupo em diferentes momentos e locais. Consideramos a troca de experiências, análise e reflexão em grupo nos trouxe um novo olhar sobre estes profissionais, como também propiciou a construção de um saber significante e necessário para a nossa formação acadêmica.

Atribuições do Gestor escolar - Dirigir estabelecimento de ensino de educação básica (educação infantil, ensino fundamental e médio), planejando, coordenando e avaliando a execução das atividades docentes, discentes e administrativas. Zelar pelo funcionamento da parte física do próprio escolar e encaminhar solicitações aos setores competentes de manutenção e reforma. Diante das responsabilidades atribuídas e as vivencias presenciadas nossa primeira observação pairou sobre a exigência do cargo, quase todas as decisões estão centradas no gestor, a todo instante sua presença é requerida, o atendimento engloba toda a comunidade escolar. Acreditamos que o fato de ser o responsável pela U. E. leva algumas pessoas a o elegerem para trazer a solução de sua necessidade. Compreendemos que este cargo exige constante aprendizagem/reciclagem, o gestor precisa estar aberto para todas as mudanças que ocorre no campo escolar, atento a tudo que se relaciona com as partes conceituais, legais e sociais.

Atribuições do Supervisor de ensino -Contribuir para o acesso e permanência do aluno na Unidade Educativa, intervindo com sua especificidade de mediador da ação docente no currículo, mobilizando os professores para a qualificação do processo ensino-aprendizagem, através da composição, caracterização e acompanhamento das turmas, do horário escolar, listas de materiais e de outras questões curriculares; - Participar da articulação, elaboração e reelaboração de dados da comunidade escolar como suporte necessário ao dinamismo do Projeto Político Pedagógico; - Participar junto à comunidade escolar na criação, organização e funcionamento das instâncias colegiadas, tais como: Conselho de Escolar, A. P. P. Grêmio Estudantil e outros, incentivando a participação e democratização das decisões e das relações na Unidade Escolar; - Participar junto com a comunidade escolar no processo de elaboração, atualização do Regimento Escolar e utilização como instrumento de suporte pedagógico; - Participar do processo de escolha de Representantes de Turmas (aluno, professor) com vistas ao redimensionamento do processo ensino-aprendizagem; - Participar da elaboração, execução, acompanhamento e avaliação de projetos, planos, programas e outros, objetivando o atendimento e acompanhamento do aluno, no que se refere ao processo ensino-aprendizagem, bem como ao encaminhamento de aluno à outros profissionais quando a situação o exigir; - Participar de cursos, seminários, encontros e outros, buscando a fundamentação, atualização e redimensionamento da ação específica do Supervisor Escolar; - Coordenar o processo de articulação de discussões e de aplicabilidade do currículo junto com à comunidade educativa, sendo mediador da ação docente, considerando a realidade do aluno como foco permanente de reflexão do cotidiano educativo; - Elaborar anualmente relatório síntese das ações realizadas na Unidade Educativa; - Participar, junto com os professores da sistematização e divulgação de informações sobre o aluno para conhecimento dos pais, e em conjunto discutir os possíveis encaminhamentos; - Coordenar a análise qualitativa e quantitativa do rendimento escolar, junto com o professor e demais especialistas, visando reduzir os índices de evasão e repetência, qualificando o processo ensino-aprendizagem; - Visar o redimensionamento da ação pedagógica, coordenando junto aos demais especialistas e professores o processo de identificação e análise das causas, acompanhando os alunos que apresentam dificuldades na aprendizagem; - Coordenar o processo de articulação das discussões do currículo com a comunidade educativa, sendo o mediador da ação docente, considerando a realidade do aluno como foco permanente de reflexão redirecionador do currículo; - Subsidiar o professor no planejamento da ação pedagógica, para o alcance da articulação vertical e horizontal dos conteúdos, metodologia e avaliação, redimensionando, quando necessário, o processo ensino-aprendizagem; - Realizar e/ou promover pesquisas e estudos emitindo pareceres e informações técnicas na área de supervisão escolar; - Acompanhar e avaliar o aluno estagiário em supervisão escolar, junto à instituição formadora; - Desenvolver o trabalho de supervisão escolar, considerando a ética profissional; - Realizar outras atividades correlatas com a função.

Compreendemos em ambos os casos suas funções são abrangentes e que não pudemos contemplar todas as atividades, porém encontramos dentro do período estagiado, várias funções exercidas e algumas não especificadas. Notamos que há são funções sobrecarregadas, que exigem desempenho, competência e humanização, em nenhum momento presenciamos ações irresponsáveis. Foi gratificante a possibilidade de podermos ampliar a visão sobre estas funções, a qual para nos era, ainda, atrelada a visão de aluno da educação básica. Além de proveitoso, permitiu-nos alavancar nossas perspectivas junto a nossa classe profissional. Bibliografia BRASIL.

227 R$ para obter acesso e baixar trabalho pronto

Apenas no StudyBank

Modelo original

Para download