Modelo Projeto ARTE - xilogravura grandes formatos

Tipo de documento:Revisão Textual

Área de estudo:Administração

Documento 1

Compor desenhos sobre a madeira, como procedimento técnico de preparação da matriz; - Possibilitar aos jovens franco-rochenses as diversas técnicas de gravação e impressão em grande escala, por meio de procedimentos técnicos da xilogravura, estimulando o florescimento de uma poética e possibilitar a manifestação expressiva individual/coletiva do que o fator histórico da cidade possa vir favorecer esse projeto; - Investigar a prática da xilogravura contemporânea brasileira, e suas relações possíveis com a ideia do que foi Franco da Rocha, tomando o contato em primeira mão com artistas atuantes por fundamentação e desdobramentos; - Fomentar o desenvolvimento de projetos em gravura no campo expandido (grande escala), trazendo a questão da poética pessoal de todos os jovens inseridos neste processo, refletindo-se sobre o ensino e aprendizagem da gravura com o foco e olhar atendo à paisagem de Franco da Rocha e suas mudanças visuais históricas. JUSTIFICATIVA Esta oficina oferece aos jovens franco-rochenses a possibilidade de desenvolver projetos individuais/coletivos a partir da experiência com a xilogravura, em diálogo com a estética visual e a cidade de Franco da Rocha, resgatando a história viva de nossa cidade. Atualmente temos observados que os jovens possuem linguagens específicas que explicam sua experiência no mundo, significa compreender que existem determinadas formas de dizer e de descrever/compreender a própria identidade e também as coisas que enxerga no mundo e onde estão inseridos em Franco da Rocha.

Fatos como a criminalidade e a subsistência, significa que a arte e cultura possa vir fortalecer a autonomia de vida considerada fator relevantes nesta fase de 15 à 26 anos. As atividades em de xilogravura em ateliê buscam o favorecimento dos grupos para reflexões e trocas de ideias, de posicionamentos sobre as práticas artísticas, de contextualização e da apreciação de produtos artísticos. Mobilizar os jovens por meios das redes sociais para comunicação e divulgação de nossa oficina, como grupos, fanpages e canais de comunicação. Exposição anual de xilogravura em Franco da Rocha. Cronograma específico da Oficina: MÓDULO 1: FEVEREIRO – JUNHO (40 Hrs). Sondagem social e cultural dos jovens. Momento de esclarecimentos da oficina, processo de comunicação do grupo pelas redes sociais, quais as ações que a oficina tomará e resultará no final dos módulos; 2.

Será desenvolvido nesta oficina um projeto em xilogravura, onde em pequenos grupos todos envolvidos desenvolverão xilogravura colorida em grande escala, partindo-se de uma poética pessoal que somará ao coletivo. b) A partida poética se dá ao fator histórico de Franco da Rocha e suas memórias, que contará com toda uma pesquisa de campo pela cidade. Discussão, reflexão, temática e processo do que é a cidade. Quais são as memórias vivas em Franco da Rocha? Quais mudanças e avanços nossas memórias sofreram ao longo de sua história? Quais delas ainda são possíveis de se encontrar? c) Propõe-se a reflexão sobre a cidade, os patrimônios vistos neste lugar e o estado em que estão e que possa vir ser sumarizadas na poética e prática de gravação de imagem; d) Debateremos em grupo a temática da cidade ao processo de gravação de imagem.

e) As inquietações farão parte do processo, onde nossos jovens irão discutir e desenvolver relações entre o meio da expressão artística e o que a paisagem de Franco da Rocha possa promover por meio da para cada um. b) Para cada ferramenta são possíveis cortes e expressões variadas e esse processo será demonstrado no percurso das atividades de acordo com a proposta e desafio que cada desenho construído propõe feito pelos jovens. c) Para gravação eles irão transpor o desenho estudado e já feito em aula para a matriz, nesta etapa faremos com auxilio de um pincel e tinta nanquins disponíveis. Entintagem das matrizes. Diante da matriz já trabalhada é possível a demonstração de aplicabilidade da tinta gráfica no processo de “entintagem” da matriz: a) Demonstraremos aos jovens que para este processo será necessário o rolo tipográfico (irei disponibilizar os meus), que é um instrumento que espalha a tinta sobre uma superfície plana, frisaremos que geralmente uma placa de vidro onde é aplicada uma fina camada de tinta sobre a matriz.

b) Nesta etapa falaremos da importância da manipulação de espátulas, onde a tinta é separada e espalhada sobre uma superfície plana, e como o rolo é aplicado. Esta etapa exige a colaboração dos participantes assim como a própria disciplina e conscientização de manter sempre organizado e funcional aquilo que se trabalha permitindo assim o uso destes mesmos materiais posteriormente. Edição. Concluídas as etapas práticas de realização da técnica da gravura em relevo, o resultado é organizado pela edição. a) Nesta etapa falaremos a importância da edição, que são as séries de múltiplos obtidos da matriz e que possuem registros semelhantes, e que passam a ser numeradas, assinadas e intituladas por quem as fez. Nesta etapa os participantes desta oficina vão ter uma panorâmica sobre edição, preservação e manipulação de obra gráfica.

horas 15ª aula à 18ª aula Impressão das matrizes - Devolutivas do processo diário; - Avaliação processual e contínua. horas 19ª aula Impressão das matrizes - Devolutivas do processo diário; - Avaliação processual e contínua. horas 20ª aula Devolutivas: - Avaliação das obras; - Devolutivas e planejamento de pré exposição anual; - Manuseio e acondicionamento de obras das gravuras feitas pelos jovens. Encerramento do primeiro módulo 2 horas Total de horas previstas: 40 horas Cronograma geral da Oficina: MÓDULO 2: JULHO – NOVEMBRO. Hrs). horas 20ª aula Exposição dos trabalhos: -Avaliação das obras para a preparação de exposição; - Avaliações finais e fechamento do módulo. horas Total de horas previstas: 40 horas NECESSIDADES TÉCNICAS Infraestrutura: 1. Sala ambiente para criações, com balcões, lavabos e materiais necessários para o desenvolvimento das atividades; 2.

Sala ambiente para exibição de filmes e projeção multimídia; 3. Passeio didático a pé pelo centro histórico da cidade de Franco da Rocha que envolverá participantes, oficineiro desta oficina e agentes culturais municipais. CURRICULO BREVE I – EXPERIÊNCIAS ANTERIORES COMO OFICINEIRO 1. Local: FUNARTE SP - Endereço: Alameda Nothmann, 1058 - Campos Elíseos, São Paulo - SP, 01216-001 - Telefone: (11) 3662-5177 – Celso Rabetti Coletivo Amuela - Tempo de Experiência: 1 ANO Atividades desenvolvidas: - Participou da Segunda Edição de Residência Artística Ateliês Educativos com o foco na Arte educação, onde planejou e promoveu oficinas com o público do programa de “Braços Abertos” da prefeitura Municipal de SP. Expôs os trabalhos de xilogravura dos participantes paralelamente à Exposição “Corpos que percorrem um espaço dividido” no hall de entrada da Funarte SP em 2017.

II – EXPERIÊNCIAS ANTERIORES COMO PROFESSOR / MEDIADOR 1. Local: Faculdade Paulista de Artes - Endereço: Av.  Clube da gravura: a história do Clube de Colecionadores do Mam. São Paulo: MAM, 2007. BACHELARD, Gaston. A poética do espaço; tradução Antônio de Pádua Danesi; revisão da tradução Rosemary Costhek Abílio. Ed. Ed. Inst Auslandsbeziebungen, 2000. BRASIL. Secretaria de educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio/ Ministério da educação, Secretaria de Educação Média e Tecnológica. A arte maior da gravura; participação de Marcello Grassmann. Ed. ESPADE. São Paulo, 1976. EICHENBERG, Fritz. Instituto Arte na Escola: Cultura Acadêmica, São Paulo, 2006. ITAÚ CULTURAL. Gravura Brasileira; Textos de Leon Kossovictch e Mayra Laudanna, Ricardo Resende; apresentação Ricardo Ribenboim.

Ed. Cosac &Naify, São Paulo, 2000. Brasília, DF; Mestrado em Artes, UnB, 2003. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas INEP. Escolinha de Arte do Brasil. SABOIA, Lygia. Gravura. Rio de Janeiro: CCBB, 1997. SANTANDER CULTURAL. Picasso Gravador. Ana Helena Curti. Org). Imprensa Nacional, Rio de Janeiro, 1941. SUSSEKIND, Felipe; VALE, Márcio; FAJARDO, Elias. Gravuras: Oficinas. São Paulo: Senac, 1999. TEIXEIRA, Anísio.

1668 R$ para obter acesso e baixar trabalho pronto

Apenas no StudyBank

Modelo original

Para download

Documentos semelhantes

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO

Palavras: 4125

Páginas: 15

5 chaves para o sucesso

Palavras: 9350

Páginas: 34

Coaching

Palavras: 34375

Páginas: 125

GESTÃO DE TRABALHO EM EQUIPE

Palavras: 3575

Páginas: 13