Chuva ácida e efeito estufa

Tipo de documento:Produção de Conteúdo

Área de estudo:Gestão de projetos

Documento 1

CHUVA ÁCIDA 5 2. COMO É FORMADA A CHUVA ÁCIDA 5 2. CAUSAS 6 2. CONSEQUÊNCIAS DAS CHUVAS ÁCIDAS 7 2. Para a saúde 7 2. Nas Casas, Prédios e demais edifícios 7 2. Para o meio ambiente 7 3. EFEITO ESTUFA 7 3. GASES DE EFEITO ESTUFA 8 3. EFEITO ESTUFA E O AQUECIMENTO GLOBAL 9 3. AS CONSEQUÊNCIAS 10 3. PROTOCOLO DE KYOTO 10 4. CONCLUSÃO 11 5. BIBLIOGRAFIA 12 1. INTRODUÇÃO Atualmente, a chuva ácida é um dos principais problemas ambientais nos países industrializados. Ela é formada a partir de uma grande concentração de poluentes químicos, que são despejados na atmosfera diariamente.  Estes poluentes, originados principalmente da queima de combustíveis fósseis tem tornado a água da chuva cada vez mais ácida. Outro problema causado pela queima de combustíveis fósseis é o aumento do Efeito Estufa, que ocasiona aumento da temperatura global. Este trabalho tem por objetivo explicar a definição desses dois problemas ambientais, suas causas e conseqüências. CHUVA ÁCIDA Segundo Jose Vicente Lima Robaiana (2000), a chuva é, portanto, classificada como ácida quando possui pH inferior a 4. Ela pode afetar indiretamente a saúde humana, tornando insalubre a água dos reservatórios e prejudicando plantações. A chuva ácida é a precipitação com a presença de ácido sulfúrico, ácido nítrico e nitroso, resultantes de reações químicas que ocorrem na atmosfera. COMO É FORMADA A CHUVA ÁCIDA O dióxido de carbono (CO2) existente na atmosfera já torna a chuva levemente ácida, mesmo em condições naturais. O pH natural da água é 7 e quando em equilíbrio com o CO2 atmosférico é 5,6, pouco ácido.

Os óxidos de enxofre (SO2 e SO3) e de nitrogênio (N2O, NO e NO2) são os principais componentes da chuva ácida. Formação do ácido nítrico e ácido nitroso: Na presença desses ácidos, o pH da água da chuva pode chegar entre 4 a 2, valores extremamente ácidos. CAUSAS Segundo Baines (1993), conforme citado por Nilson Antonio Brena (2009), eventualmente, fenômenos naturais podem contribuir com a poluição atmosférica, como os vulcões que, quando entram em erupção, lançam muitos gases na atmosfera, como o dióxido de enxofre, um dos causadores da chuva ácida. Entretanto, os efeitos das erupções vulcânicas têm curta duração, de modo que, fenômenos naturais como este são responsáveis por apenas cerca de 10% da poluição atmosférica mundial.

Segundo Nilson Antonio Brena (2009), a queima de combustíveis fósseis é a maior responsável pela contaminação do ar por SO2, NO e NO2, a segunda maior causa. CONSEQUÊNCIAS DAS CHUVAS ÁCIDAS 2. Esses gases impedem que parte do calor escape para o espaço. Isto funciona de maneira muito parecida com a do vidro de uma estufa, e por esse motivo é chamado de Efeito Estufa (M. Bright, 1992). GASES DE EFEITO ESTUFA De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, há quatro principais gases de efeito estufa (GEE), além de duas famílias de gases, regulados pelo Protocolo de Kyoto: • O dióxido de carbono (CO2) é o mais abundante dos GEE, sendo emitido como resultado de inúmeras atividades humanas como, por exemplo, por meio do uso de combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gás natural) e também com a mudança no uso da terra.

A quantidade de dióxido de carbono na atmosfera aumentou 35% desde a era industrial, e este aumento deve-se a atividades humanas, principalmente pela queima de combustíveis fósseis e remoção de florestas. AS CONSEQUÊNCIAS Segundo Nilson Antonio Brena (2009), a elevação em alguns graus da temperatura da Terra poderia provocar enormes diferenças nas condições que cercam o mundo. As temperaturas na Grã-Bretanha poderiam se tornar iguais às de países mediterrâneos como Grécia e Espanha. Os países teriam que cultivar plantas diferentes, de acordo com as mudanças em seus climas. Nas regiões ártica e antártica, a calota polar poderia começar a derreter e com isso o aumento do nível do mar. PROTOCOLO DE KYOTO Segundo Danielle Limiro (2008), visando à mitigação das mudanças climáticas, em 1997, foi firmado entre diversas nações o Protocolo de Kyoto, que esta em vigência desde 16.

BRENA, Nilson Antonio. A Chuva Ácida e os seus Efeitos sobre as Florestas - 2a Edição Revista e Ampliada: Apêndice I - Consequências da Chuva Ácida à Saúde Humana; Apêndice II - Efeito Estufa, Aquecimento da Terra e Mudanças Climáticas. Editora Nilson Antonio Brena, 2009. BRIGHT, M. Efeito Estufa, Coleção S. Créditos de Carbono - Protocolo de Kyoto e Projetos de MDL. Jurua Editora, 2008.

100 R$ para obter acesso e baixar trabalho pronto

Apenas no StudyBank

Modelo original

Para download