AVALIAÇÃO DAS VARIÁVEIS FISIOLÓGICAS NA PRÁTICA DE CROSSFIT

Tipo de documento:TCC

Área de estudo:Educação Física

Documento 1

PROBLEMA 3 1. HIPÓTESES 3 1. OBJETIVO GERAL 3 1. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 3 1. JUSTIFICATIVA 4 2 REFERENCIAL TEÓRICO 5 2. CROSSFIT 5 2. VARIÁVEIS FISIOLÓGICAS 6 3 METODOLOGIA 9 3. TIPO DE ESTUDO 9 3. POPULAÇÃO E AMOSTRA 9 3. CRITÉRIOS DE INCLUSÃO 9 3. CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO 10 3. COLETA DE DADOS 10 3. Etapas 10 3. Avaliação da Composição Corporal 10 3. Testes de carga máxima 11 3. Teste aeróbico – corrida de 2400 metros 11 3. Teste potência anaeróbica – Wingate em remo ergômetro 12 3. Teste de desempenho no crossfit 12 3. ANÁLISE ESTATÍSTICA 13 3. ASPECTOS ÉTICOS 14 4 CRONOGRAMA 15 5 ORÇAMENTO 16 REFERÊNCIAS 17 APÊNDICES 19 ANEXOS 21 1 INTRODUÇÃO O CrossFit é uma das modalidades mais praticadas no mundo e o Brasil é o segundo país com o maior número de boxes afiliados, atrás apenas dos Estados Unidos, segundo o site oficial da organização americana. Isto se deve ao grande crescimento no número de pessoas procurando atividades físicas e muitas destas ao não conseguirem seus resultados desejados ou insatisfeitos com os modelos de treinamentos das academias e acabam procurando por novas experiências em outras atividades que vem surgindo ao longo dos anos. O treinamento funcional é o conjunto de exercícios projetados para emular atividades da vida cotidiana e surgiu de um conceito mais antigo chamado de preparação física geral. O treinamento funcional deve ser natural e transitar para a vida diária a execução dos movimentos funcionais tende a ativar mais músculos e, portanto, consomem mais energia. A variedade é um dos principais apelos para os participantes do programa, pois os treinos podem ser longos ou curtos, mas intensos e constantemente variados.

Consiste em uma modalidade de treinamento funcional de alta intensidade que tem se tornado cada vez mais popular, embora alguns riscos levemente elevados de lesão tenham sido observados no treinamento, estudos apontam para os diversos benefícios que sugerem um maior impacto no alcance dos objetivos individuais. HIPÓTESES H1: Níveis mais altos de condicionamento aeróbico estariam associados a um maior desempenho no treinamento de CrossFit. H0: Níveis mais altos de condicionamento anaeróbico estariam associados a um maior desempenho no treinamento de CrossFit. OBJETIVO GERAL Correlacionar variáveis fisiológicas na prática de CrossFit. OBJETIVOS ESPECÍFICOS • Avaliar capacidade aeróbia de praticantes de CrossFit; • Avaliar potência anaeróbia de praticantes de CrossFit; • Verificar a composição corporal de praticantes de CrossFit; • Avaliar variabilidade da frequência cardíaca em praticantes de Crossfit; • Avaliar força muscular de praticantes de CrossFit; • Correlacionar capacidade aeróbia, anaeróbia, composição corporal e variabilidade da frequência cardíaca em praticantes de CrossFit aos testes.

JUSTIFICATIVA A produção científica tem como objetivo analisar melhor a realidade para que consiga gerar transformações, a avaliação de marcadores fisiológicos pode contribuir significativamente para que ela venha a ser utilizada na periodização de treino do indivíduo, podendo assim maximizar os benefícios da prática de CrossFit, bem como reduzir índices de lesão. Já no CrossFit, não há um momento específico de descanso durante o WOD, pois é necessário que de seu máximo dentro daquele tempo com o mínimo de pausa. Por muitos praticantes, o CrossFit é considerado, além de um programa de treinamento, um estilo de vida, sendo que esses dizem participar de uma comunidade. A filosofia subjacente do treinamento do CrossFit é preparar um atleta para realizar com sucesso tanto tarefas aleatórias quanto diversas (Glassman, 2002).

De acordo com o CrossFit, para treinar em um amplo espectro de componentes de condicionamento físico (por exemplo, força, potência, resistência) dentro de um esquema de exercícios, a programação deve incorporar resistência (por exemplo, levantamento terra, energia limpa, roubo etc. por exemplo, corrida, remo, ciclismo, etc. Existe um extenso corpo de literatura lidando com a previsão do desempenho físico máximo em uma variedade de cenários, incluindo tanto a previsão do desempenho ótimo quanto a previsão de deterioração do desempenho. A maior parte desta literatura é baseada em pesquisas realizadas com homens e mulheres saudáveis ​​realizando várias tarefas físicas, tais como esforços prolongados de resistência em exercícios e esportes, mas alguns envolveram membros do serviço de combate realizando tarefas militares sob condições controladas de laboratório e campo.

Existem dois tipos principais de medidas usadas para prever o desempenho físico: medidas fisiológicas e medidas de autoavaliação. Variáveis como a Frequência Cardíaca (FC), Limiar Anaeróbico (LA), Consumo máximo de oxigênio (VO2max), glicose e lactato sanguíneos tem sido utilizadas para acompanhar as respostas orgânicas durante a prática de exercícios (FORJAZ; TRICOLI, 2011). Dentro da literatura atualmente disponível, o treinamento com CrossFit demonstrou uma resposta aguda de treinamento cardiovascular (BABIASH, 2013), bem como grandes aumentos no desempenho aeróbico e anaeróbico (SMITH et al. Compreender como o exercício influencia nestes sistemas é fundamental para a elaboração de programas de treinamento que visem o máximo aproveitamento do atleta (MCARDLE et al. O CrossFit pode melhorar o condicionamento aeróbico com o mínimo de comprometimento de tempo quando comparado ao treinamento aeróbico tradicional (SMITH, et al.

Smith e colaboradores (2013) afirmam que esse tipo de treinamento é diferente do treinamento intervalado tradicional de alta intensidade na medida em que inclui falta de período de descanso prescrito, concentra-se em alta potência sustentada e usa múltiplos movimentos articulares. Os autores afirmam ainda que a alta potência sustentada associada à HIPT pode servir como um estímulo para adaptações positivas em relação à capacidade aeróbica máxima e composição corporal. Para avaliar essa hipótese, esses autores investigaram o efeito de um programa CrossFit de 10 semanas sobre a composição corporal e capacidade aeróbica. Como as amostras geralmente são grandes e consideradas representativas da população, os resultados são tomados como se constituíssem um retrato real de toda a população alvo da pesquisa.

Emprega os métodos estatístico e descritivo. É descritiva por buscar resolver problemas e melhorar as práticas por meio da observação, análise e descrições objetivas. THOMAS; NELSON; SILVERMAN, 2012). Uma pesquisa descritiva é aquela que tem o objetivo de expor características da população ou de determinado fenômeno, podendo estabelecer correlações entre variáveis e definir sua natureza. O primeiro dia tinha como objetivo apenas a familiarização dos testes por parte dos avaliados separados, sendo separado do segundo dia por um mínimo de 72 horas. Os testes eram precedidos de um aquecimento inicial de 10 minutos com intensidade moderada. Avaliação da Composição Corporal As medidas de composição corporal serão realizadas por bioimpedância (INBODY 570), que gera uma corrente elétrica alternada segura (imperceptível ao ser humano) no corpo do indivíduo, entre o braço e a perna do mesmo lado da corpo.

Por meio dessa corrente elétrica são medidos valores de bioimpedância, que seria uma resistência natural a passagem de corrente elétrica. Para os resultados obtidos serão analisados: Composição corporal, Músculo- gordura, Análise de Obesidade (IMC e % de gordura), Massa magra, Circunferência da Cintura (CC), Circunferência do quadril (CQ) e sua relação RCQ (relação cintura-quadril). Durante o teste os voluntários serão encorajados verbalmente a cobrir a distância no menor tempo. A Frequência Cardíaca será mensurada durante o teste por transmissor cardíaco da marca Polar (modelo H10, Brasil). Teste potência anaeróbica – Wingate em remo ergômetro Será realizado um teste de Wingate modificado, utilizando um conceito II Modelo D remo ergômetro (Concept II, Morrisville, VT, USA) foi utilizado para medir a potência anaeróbica funcional (Riechman et al.

Os participantes serão instruídos a alongar e aquecer no remo ergômetro 3 minutos em intensidade moderada (aproximadamente 60%). Após o aquecimento, o remo ergômetro foi programado para um julgamento 30 s no máximo ajuste do amortecedor (10 no de controle de resistência). Todos os participantes realizarão os exercícios prescritos sem modificações ou escalas. Os participantes serão convidados a concluir esses exercícios em dias separados após pelo menos 48 horas de recuperação de um treino anterior. As medidas de FC serão registradas durante os 30s antecedentes ao exercício, durante o movimento e 30s após (fase de recuperação) utilizando cardiofreqüencímetro Polar® modelo S810i que permite o registro da VFC. A análise da VFC e o cálculo da FC média de cada estágio serão realizados por meio do software Polar Precision Performance® "Fran" Este treino é um complexo com barra (um front squat para um push press) e pull-ups seguindo um esquema de repetição de 21-15-9, onde 21 thrusters foram completados, depois 21 pull-ups completadas, 15 thrusters e 15 pull-ups, nove thrusters e nove pull-ups concluídas no menor tempo possível.

Variações de pull-ups, incluindo butterfly e kipping, serão encorajadas. Foi utilizado coeficiente de correlação de Spearman e teste t pareado para comparação dos valores pré e pós exercício. O nível de significância adotado foi de (P < 0,05). ASPECTOS ÉTICOS O estudo será realizado respeitando as recomendações da Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde para pesquisas envolvendo seres humanos, que por sua vez será submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade Santo Agostinho (CEP/FSA), instituído pela Resolução nº 006/2012, com Portaria de designação dos membros de nº 029/2012, com o que determina a Resolução nº 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde (CNS/MS). Os participantes assinarão termo de consentimento livre e esclarecido (Apêndice I), sendo informados sobre os objetivos do estudo, procedimentos aos quais serão submetidos e possíveis benefícios e riscos atrelados à execução do estudo.

CRONOGRAMA ATIVIDADES AGO 2018 SET 2018 OUT 2018 NOV 2018 DEZ 2018 JAN 2019 FEV 2019 MAR 2019 ABR 2019 MAI 2019 JUN 2019 JUL 2019 Identificação do tema e do orientador x Encontros com o orientador x x x x x Pesquisas Bibliográficas preliminares x x x x Leitura e elaboração dos resumos Elaboração do projeto x x x x Submissão do projeto para avaliação dos princípios éticos pelo CEP/FSA ou CEUA/FSA x Revisão bibliográfica complementar x x x x x x x x Coleta de dados x x Análise e discussão dos dados Redação dos TCC Revisão e entrega oficial do trabalho Apresentação do trabalho em banca 5 ORÇAMENTO ORÇAMENTO Recursos Materiais Quantidade Custo Unitário Custo Total Notebook 1 R$ 1. et al. Physiological, anthropometric, strength, and muscle power characteristics correlates with running performance in young runners.

The Journal of Strength & Conditioning Research, v. n. p. CrossFit Journal, v. n. p. GLASSMAN, Greg. Understanding crossfit. KATCH, Frank I. KATCH, Victor L. Exercise physiology: nutrition, energy, and human performance. Lippincott Williams & Wilkins, 2010. OUTLAW, Jordan J. ª Ed, Barueri, SP; Editora Manole, 2009. RIECHMAN, Steven E. et al. Prediction of 2000 m indoor rowing performance using a 30 s sprint and maximal oxygen uptake. Journal of Sports Sciences, v. et al. Crossfit-based high-intensity power training improves maximal aerobic fitness and body composition. Journal of Strength and Conditioning Research, v. n. p. Para este estudo adotaremos o(s) seguinte(s) procedimento(s): os dados serão coletados através de ficha de anamnese, teste de força máxima, avaliação corporal, teste de potência anaeróbica, teste de vo2max e 3 testes de benchmark da marca CrossFit.

Este projeto é inteiramente isento de riscos, se respeitados as limitações técnicas e indicações precisas nos procedimentos utilizados. Com os dados coletados durante a execução da avaliação espera-se obter parâmetros fisiológicos de diagnósticos clínicos e funcionais, bem como a obtenção de índices para a adequação da intensidade da modalidade esportiva praticada. Entendo que terei garantia de confidencialidade, ou seja, que apenas dados consolidados serão divulgados e ninguém, além dos pesquisadores, terão acesso ao nome do participante da pesquisa. Entendo também, que tenho direito de receber informações adicionais sobre o estudo a qualquer momento, mantendo contato com os pesquisadores.

200 R$ para obter acesso e baixar trabalho pronto

Apenas no StudyBank

Modelo original

Para download