Studybay - plataforma para estudantes que buscam escritores para apoio acadêmico
Conosco você pode encomendar resenhas, artigos, resumos entre outros trabalhos acadêmicos

REQUISITOS PARA A PROPOSITURA DA AÇÃO PENAL: DISTINÇÃO ENTRE PROCESSO E AÇÃO PENAL

Número do pedido
17798
Disciplina
Tipo
Criado
7 de agosto 2021
Concluído
9 de agosto 2021
Preço
R$ 200,00
Não consigo fazer. Preciso urgente até direito. Tem só 2 dias Título do pedido «REQUISITOS PARA A PROPOSITURA DA AÇÃO PENAL: DISTINÇÃO ENTRE PROCESSO E AÇÃO PENAL».
crowd
Houve
15 ofertas
isaias2020
O usuário contratou o escritor
Esse pedido já foi realizado no serviço StudyBay
Em Studybay, você pode encomendar sua tarefa acadêmica a um de nossos 10000 escritores profissionais. Contrate seu escritor diretamente, sem pagamentos extra de agências e afiliados!
Verifique o preço do seu trabalho

REQUISITOS PARA A PROPOSITURA DA AÇÃO PENAL: DISTINÇÃO ENTRE PROCESSO E AÇÃO PENAL

isaias2020
isaias2020
Escritor
Páginas: 41
R$ 200,00
browser surf
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar o trabalho acadêmico
de qualquer tema
Encomendar o trabalho novo
ou

RESUMO
O indivíduo, ao oferecer acusação ou queixa unido ao órgão adequado, necessitará desempenhar uma série de condições para demudar sua ambição judicial em processo. A partir do estudo do direito de ação, advindo pelo conhecimento de como o processo se conforma, pode-se calcular o que é imprescindível para a propositura de uma ação jurídica na Justiça Criminal. Assim sendo, o propositor deve adotar uma apurada ordem processual, consentindo aos pressupostos processuais e às condições da ação, de maneira a alcançar uma tutela lícita contentada.
Palavras-chave: Pressupostos Processuais, Condições da Ação, Processo Penal, Direito Processual Penal, Direito de Ação Penal, Juízo de Admissibilidade da Ação Penal 
1. Introdução
Pode-se conceituar o direito de ato como a destreza de uma série de ações que desencadeiam na dedução de um direito em juízo. É o poder subjetivo que, ao ser praticado o autor possui uma sentença apta a constituir coisa julgada . A ação, seja civil ou penal, é a forma por meio em que o indivíduo provoca a atividade estatal, na figura do juiz, de maneira a ter quaisquer interesses satisfeitos. Ocorre que, em direito processual penal, a perspectiva do interesse (da propositura da ação, não processual, como se verá adiante) é subjetivada.
Em demais palavras, é controversa ao conceito de interesse punitivo, visto que, na maior parte dos atos de ordem criminal, não há interesse do ofendido, na perspectiva de poder implementar sozinho uma ação penal, pois que propostas pelo própri Mostrar todos
Sumário
1. Introdução............................................................................ p. 01
2. Pressupostos Processuais.................................................... p.03
2.1 Pressupostos Processuais de Existência................................ p. 04
2.1.1 Jurisdicionabilidade do Juiz................................................ p. 05
2.1.2 Provocação ao Estado-Juiz................................................ p. 08
2.1.3 Regularidade das Partes.................................................... p. 09
2.2 Pressupostos Processuais de Validade.................................. p. 10
2.2.1 Legitimação das Partes...................................................... p. 12
2.2.2 Competência Relativa do Juiz............................................. p. 13
2.2.3 Lici Mostrar todos
5. Bibliografia
ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Tradução de Pietro Nassetti. Martin Claret, 2002.
BARATTA, Alessandro. Criminologia Crítica e Crítica do
Direito Penal. Tradução de Juarez Cirino dos Santos. 3a edição. Revan, 2002.
BREDA, Antônio Acir. Efeitos da declaração de nulidade no processo penal. In: Revista de Processo, n. 20, out/dez 1980. p. 179 a 194.
CINTRA, Antonio Carlos de Araújo, GRINOVER, Ada Pellegrini, e DINAMARCO, Cândido Rangel. Teoria Geral do Processo. 15a edição, São Paulo: Malheiros, 1999.
CIRINO DOS SANTOS, Juarez. Teoria da Pena: fundamentos jurídicos e aplicação judicial. Curitiba: ICPC, Lumen Juris, 2005.
___________________. A Moderna Teoria do Fato Punível. 3a. edição, rev. e ampl. Curitiba: Fórum, 2004.
CORDERO, Franco. Procedura Penale. Milão: Giuffrè, 1991. Mostrar todos
StudyBay é uma plataforma de freelance. Todos os trabalhos apresentados no site são enviados por nossos usuários que tenham concordado com regras d a colocação de trabalho no site e ter todos os direitors autorais necessários para esses trabalhos. Baixando o trabalho, você concorda que ele não será apresentado como o seu próprio, mas será usado apenas como um exemplo ou fonte, com a referência obrigatória para a autoria do trabalho. Se você é o proprietário dos direitos autorais e considera que este trabalho é postado aqui sem a sua permissão - por favor preencha o formulário e nós removemos o trabalho do site. Preencher os campos
Avaliamos em 10 minutos de graça
Não gostou do trabalho?
Pode encomendar qualquer trabalho acadêmico aos nossos escritores a partir de 5 reais! Faça o pedido e receberá as ofertas em 10 minutos!
Fazer um pedido